conecte-se conosco


Internacional

França aprova lei para reconstruir Catedral de Notre-Dame

Publicado

A Assembleia Nacional da França aprovou uma lei para a reconstrução da Catedral de Notre-Dame, em Paris, destruída por um incêndio em 15 de abril. A votação terminou com 91 votos a favor, oito contrários e 33 abstenções.

A medida aprovada, cercada de controvérsias, poderá permitir a construção de um novo pináculo – uma espécie de torre que forma a parte mais alta da construção – com características modernas, em substituição ao anterior, do século 19, que entrou em colapso em meio às chamas.

A decisão da Assembleia Nacional (câmara baixa do Parlamento francês), onde o partido do presidente Emmanuel Macron possui maioria, prevaleceu sobre a do Senado (câmara alta), controlada pela oposição. Em votação anterior, os senadores haviam decidido que a catedral deveria ser reconstruída mantendo exatamente as mesmas características de antes do incêndio.

A aprovação da lei após meses de disputas marca apenas o início de um processo de reconstrução cheio de polêmicas e altamente controverso. “A parte mais difícil virá a partir de agora. Precisamos reforçar a catedral de modo permanente para então reformá-la”, disse o ministro francês da Cultura, Franck Riester.

Macron afirmou que a reconstrução deve ser concluída dentro de cinco anos, o que alguns especialistas consideram uma meta demasiadamente ambiciosa.

O presidente anunciou um concurso internacional que, segundo afirmou, poderia resultar em uma “expressão arquitetônica contemporânea” para substituir o pináculo destruído. A medida gerou fortes reações na sociedade francesa.

Em abril, uma pesquisa indicou que a maioria dos franceses prefere que a Notre-Dame seja reconstruída com as mesmas características de antes do incêndio, que também destruiu a cobertura e danificou a estrutura de pedra do teto abobadado.

A forma arquitetônica da catedral não foi diretamente mencionada no texto da nova lei, mas chegou a ser discutida na Assembleia, onde muitos parlamentares expressaram preocupação com os planos de Macron. A oposição afirmou que o processo estava sendo apressado simplesmente para assegurar que a reconstrução esteja pronta antes dos Jogos Olímpicos de 2024, que serão realizados em Paris.

“Não estamos confundindo rapidez com pressa”, rebateu Riester, alertando que a catedral não está “inteiramente a salvo” e que há risco de colapso em algumas áreas. “O objetivo é dar à Notre-Dame uma restauração adequada para o lugar que ela possui no coração dos franceses e do mundo inteiro”, disse o ministro.

A nova lei prevê a arrecadação de 850 milhões de euros através de contribuições prometidas por empresas e doadores privados. Segundo Riester, apenas 10% desse montante anunciado foi efetivamente repassado.

O antigo pináculo, que ficava a uma altura de 93 metros, foi obra do restaurador do século 19 Eugène Viollet-le-Duc, em substituição a uma estrutura medieval destruída no século 18. O edifício da Notre-Dame e a área ao redor, que cobre a margem do Rio Sena, são considerados patrimônios mundiais pela Unesco.

Edição: Valéria Aguiar

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Breonna Taylor: júri acusa policial envolvido em morte polêmica

Publicado


source
Breonna Taylor em frente a bandeiras e segurando flores e um certificado
Courtesy of Taylor Family attorney Sam Aguiar via AP, Arquivo

Breonna foi morta por agentes dentro de seu apartamento, durante operação de drogas

Nesta quarta-feira (23), em Kentucky, nos Estados Unidos, um júri decidiu formalizar a acusação contra um policial envolvido na morte de Breonna Taylor , mulher negra de 26 anos que foi morta por agentes de segurança dentro do próprio apartamento, em uma operação de busca de drogas. No local, nenhum entorpecente foi encontrado.

O policial Brett Hankison foi demitido da polícia no dia 23 de junho e, agora, responderá por três acusações ao ter colocado a vida de outra pessoa em perigo e agido com indiferença em relação à situação, de acordo com a Justiça americana.

Os outros dois policiais diretamente envolvidos na morte da jovem não foram formalmente acusados, somente Hankison responderá pelo crime. 

O chefe da corporação, Robert Schroeder, disse que, na carta de demissão, Hankison violou procedimentos ao mostrar “extrema indiferença ao valor da vida humana ao disparar cega e arbitrariamente” no apartamento onde vivia a jovem.

Na semana passada, a prefeitura de Louisville, cidade onde Taylor foi morta, concordou em pagar US$ 12 milhões à família da jovem, de acordo com o G1. Além disso, pelo acordo firmado entre o prefeito e os parentes de Taylor, a polícia precisará investir em reformas na corporação para evitar que novas ações terminem em morte.

Assim como Geroge Floyd , Breonna se tornou um símbolo de luta racial nos Estados Unidos . Floyd também foi morto por policiais, asfixiado durante uma abordagem.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Camisinhas usadas são lavadas e revendidas como novas no Vietnã

Publicado


source
a
Reprodução

Material apreendido pesava mais de 360 quilos no total


Autoridades sanitárias do Vietnã apreenderam 324 mil preservativos usados ​​que estavam prestes a ser limpos e revendidos no mercado . A reciclagem clandestina e ilegal era realizada em uma instalação na cidade de Tan Uyen Town, que foi invadida no último sábado (19).

Além das camisinhas já usadas – ​​que pesam, juntas, 360 quilos no total -, os fiscais encontraram outros milhares de preservativos embalados e prontos para venda, sem marca.

Segundo a Diretoria de Vigilância de Mercado do Vietnã, o local foi alugado por uma mulher identificada como Pham Thi Thanh Ngoc, 32.

Ela disse que, uma vez por mês, “alguém” lhe entregava milhares de preservativos usados. Seu trabalho era limpar, secar e separar o material para fazê-lo parecer novo  aos olhos dos clientes.

As autoridades locais estão investigando o caso.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana