conecte-se conosco


Turismo

Fotografe o fundador nas páginas do iG e ganhe ingresso para o Hopi Hari

Publicado

montanha russa montezuma hopi hari arrow-options
Reprodução/Flickr/Luana Barbosa

A montanha russa de madeira do Hopi Hari chega a 103 km/h, o suficiente para colocá-la nessa seleta lista

barca hopi hari ceu azul arrow-options
Reprodução/Instagram

O Hopi Hari é um dos passeios em São Paulo para quem quer se sentir como uma criança

  Época de férias é momento ideal para diversão. Pensando nisso, o IG dará ingressos para seus leitores visitarem “o país mais divertido do mundo”, o Hopi Hari . O parque temático localizado em Vinhedo, a cerca de 70 Km da capital de São Paulo, oferece atrações para toda a família e é uma ótima opção de passeio no mês de julho

A partir desta terça-feira (16), uma animação protagonizada pelo personagem “o fundador”, do Hopi Hari (como as da direita), aparecerá dançando em uma página aleatória dentro do noticiário do IG. Vale postagem em qualquer editoria: Brasil, Esporte, Canal do Pet, etc.

Para ganhar um dos 10 ingressos diários que serão ofertados, basta ser rápido e postar um print (fotografia digital) do fundador na notícia, marcando o instagram do IG ( @portal_ig ) e exibindo a hashtag #IGmeleva.

Leia Também:  O que fazer com as milhas da Avianca se a empresa não voar mais?

Serão 10 aparições por dia e o “fundador” permanecerá no ar até a primeira publicação de leitores nas redes sociais. Já que a inserção do personagem será feita em qualquer das editorias, facilitamos para o leitor do IG: a dancinha poderá ser encontrada nas páginas de notícias no período da manhã (às 7h e 9h), da tarde (12h, 15h e 17h) ou da noite (das 18h às 22h).

Leia também: 5 passeios em São Paulo para você voltar a ser criança ao lado dos seus filhos

O que você vai encontrar no Hopi Hari

O parque é dividido em cinco regiões: Kaminda Mundi, Os Looney Tunes, Misteri, Liga da Justiça e Wild West. Nelas estão atrações para todas as idades e tipos de públicos. As mais procuradas são: 

Giranda Mundi

roda gigante arrow-options
Hopi Hari

A vista da Giranda Mundi é uma atração a parte

Localizada logo na entrada do parque, a roda gigante tem altura de 44 metros. Lá de cima é possível ter uma visão privilegiada do parque e da área em torno dele. Está localizada na região Kaminda Mundi. 

Leia Também:  6 documentos que você não pode esquecer quando for viajar para Portugal

Montezum

montanha-russa arrow-options
Reprodução/Flickr/Luana Barbosa

A montanha russa de madeira do Hopi Hari chega a 103 km/h

Considerada a maior montanha-russa de madeira do Brasil e da América Latina, a Montezum está entre as atrações mais procuradas do Hopi Hari.  A velocidade do carrinho pode chegar a 103 Km/h e a principal queda tem 44,5 metros. Está localizada na região Misteri. 

Katakumb

KATAKUMB arrow-options
Reprodução/ Instagram

A Katakumb é uma atração de terror muito procurada

A atração de terror também está na lista das mais procuradas do parque. Dentro da construção inspirada no Egito o percurso realizado pelos visitantes é escuro e cheio de efeitos luminosos. Pessoas caracterizadas podem aparecer de qualquer lugar e te dar um susto. Também está na região Misteri. 

Katapul

Katapul arrow-options
Resprodução/ Instagram

A Katapul possui um looping

A montanha-russa Katapul é uma emoção a parte. O carrinho é lançado em direção a um looping de cerca de 18 metros e, depois de subir uma rampa, faz o percurso novamente de costas. O frio na barriga é garantido. A atração está na região Liga da Justiça. 

Rio Bravo

rio bravo arrow-options
Reprodução / Instagram

O rio bravo é uma atração para diferentes idades

Com 600 metros de extensão o Rio Bravo é uma ótima opção para se molhar e se refrescar nos dias mais quentes. A atração simula a atividade de rafiting e é indicada para diferentes faixas etárias. Está localizada na região Wild West. 

Fonte: IG Turismo
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Turismo

6 destinos que estão bombando em 2019 e o que fazer em cada um deles

Publicado

source

Mais da metade do ano já se passou, mas ainda sobrou uma grana, há alguns feriados pela frente… Ou seja, ainda dá para viajar em 2019. E esses são os destinos turísticos mais procurados para o segundo semestre. 

Leia também: Quais os destinos fizeram sucesso no primeiro semestre de 2019?

Pessoa segurando réplica de avião em cima de mapa arrow-options
shutterstock

Do Brasil à Europa, os destinos turísticos em alta para a segunda metade de 2019 têm de praias a roteiros pelo interior

A lista foi elaborada pelo buscador de viagens Viajala.com.br com exclusividade para o iG Turismo e conta com seis destinos turísticos que estão na mira dos viajantes. 

Além de conhecer seus nomes, veja algumas dicas de viagem para cada um deles e escolha na  enquete ao final da matéria qual dos lugares mais lhe atraiu – então vote sem medo.

Destinos turísticos em alta #1: Porto Alegre

Horizonte de Porto Alegre durante o por do sol arrow-options
shutterstock

Porto Alegre é uma oportunidade para aproveitar o frio do inverno e o calor do verão

A capital gaúcha tem atividades turísticas para todas as idades e gostos, tanto de dia como à noite . Ir para lá no inverno é uma ótima ideia para aproveitar o frio degustando os vinhos da região acompanhados de um prato de comida italiana.

Se o frio não é muito seu lance, o verão também reserva surpresas por lá e na cidade de Gramado, a 100 km de Porto Alegre. A cidade serrana recebe o Natal Luz, evento natalino mais famoso do país, que durará de 24 de outubro de 2019 a 12 de janeiro de 2020.

“Novembro é um mês ideal para conferir o Natal Luz, já que tem um feriado prolongado, e ainda é um pouco mais barato que dezembro”, observa Eduardo Martins, diretor nacional do Viajala.

Outras dicas de viagem para não ter complicações na sua ida ao evento são programar-se com antecedência e conferir algumas dicas do que não fazer em Gramado .

Destinos turísticos em alta #2: João Pessoa

Horizonte de João Pessoa arrow-options
shutterstock

João Pessoa tem atraído turistas pelo seu custo-benefício e por suas belas praias

Recentemente, João Pessoa está se consolidando como um favorito da região nordeste, em especial dentre os cariocas. Segundo o Viajala, os residentes do Rio de Janeiro representam quase metade das buscas pela capital paraibana.

Leia Também:  5 destinos internacionais que estão mais atrativos com a crise da Avianca

“Até pouco tempo atrás, os vizinhos Ceará e Pernambuco eram muito mais procurados que a Paraíba, mas  as belas praias de João Pessoa começaram a despontar recentemente. Sem contar que é um estado pequeno, fácil de percorrer e com um bom custo-benefício”, afirma Eduardo.

Depois de conhecer as praias da cidade e as atividades turísticas oferecidas por elas, também vale dar uma passada por seus pontos turísticos  que contam, cada qual a seu modo, a história da região desde sua colonização.

Destinos turísticos em alta #3: Recife

Horizonte de Recife arrow-options
shutterstock

Para evitar os preços da alta temporada, a dica é visitar Recife entre setembro e novembro

Quem vai a Recife pode esperar encontrar uma cidade vibrante, com vida de dia e de noite, um belo litoral e várias histórias para contar (tanto nos seus bairros como na cidade vizinha, Olinda).

Leia também: Descubra onde comer, onde ficar e o que fazer em Recife, a capital pernambucana

No primeiro semestre, ela foi a mais procurada pelos paulistanos que usam o Viajala, e a concorrência por uma vaga lá é acirrada, o que faz com que os preços subam bastante, principalmente na alta temporada. Para evitar isso, os meses entre setembro e novembro têm preços mais em conta.

Destinos turísticos em alta #4: Fortaleza

Orla de Fortaleza durante a noite arrow-options
shutterstock

Fortaleza é um bom pitstop para quem vai viajar para fora no final do ano

Assim como os dois destinos anteriores, Fortaleza conquista os turistas com suas praias, mas também os mantém por perto com sua gastronomia e outras atividades turísticas.

Mas a cidade não é mais apenas um destino final: ela também tem sido usada como um ponto de partida para turistas que vão à Europa e aos EUA, devido aos preços mais baixos das viagens em comparação a outros estados do país.

Uma das dicas de viagem do Viajala é usar Fortaleza como um pitstop para uma viagem ao exterior no fim do ano, por exemplo. “O viajante pode resgatar esse trecho com milhas ou com alguma promoção nacional e acaba conhecendo mais destinos pagando menos”, aconselha o diretor do buscador de viagens.

Leia Também:  “Aladdin” fora das telas: confira 5 destinos inspirados no filme da Disney

Destinos turísticos em alta #5: Lisboa

Horizonte de Lisboa durante o nascer do sol arrow-options
shutterstock

Lisboa tornou-se uma porta de entrada para turistas brasileiros que visitam a Europa

Falando em viajar para a Europa, a capital portuguesa é outro dos pontos turísticos que prometem fazer sucesso na segunda metade de 2019. Segundo dados do Viajala, a procura por Lisboa na plataforma cresceu 400% entre 2017 e 2018.

O incremento na procura é resultado de um fenômeno curioso, principalmente nas cidades de Lisboa e Porto: assim como Fortaleza, elas se tornaram hubs internacionais.

Isso significa que os turistas preferem entrar no Velho Continente por Portugal ao invés de se arriscar em outros países. “Até os brasileiros que falam outras línguas preferem entrar via Portugal, para passar pela imigração falando seu próprio idioma e evitar confusões e dificuldades de comunicação”, comenta Eduardo.

E, enquanto estiver por lá, uma das dicas de viagem é experimentar os roteiros para o centro de Portugal , que partem tanto de Lisboa de Porto, e dão aos turistas uma experiência única por cidades históricas e paisagens incríveis. 

Destinos turísticos em alta #6: Buenos Aires

Obelisco de Buenos Aires à noite arrow-options
shutterstock

Pontos turísticos em alta: Buenos Aires tem opções tanto para quem quer curtir a noite como para quem quer sair de dia

A capital do tango promete surpresas para todos, seja fazendo um tour pelos bairros de Buenos Aires , seja aproveitando as diversas atividades turísticas que a cidade argentina tem a oferecer .

Um dos motivos para experimentar uma viagem até lá é a desvalorização do peso argentino, que facilita a vida de quem viaja para lá com dólares ou reais no bolso. Com R$ 100, por exemplo, você pode comprar 1,3 mil pesos argentinos. Se você tiver US$ 100, o valor quadruplica, chegando a quase 6 mil pesos argentinos.

Outro deles é a chegada da companhia aérea argentina de baixo custo Flybondi ao Brasil. Ela começará a operar a partir do Rio de Janeiro e de Florianópolis em outubro e, segundo Eduardo, tem preços que batem o de quaisquer outras companhias aéreas no período analisado entre outubro e dezembro de 2019.

Qual dos destinos tem mais chances de fazer sucesso?

Agora, é sua vez de votar: qual o melhor destino para curtir a segunda metade de 2019? Deixe sua opinião na enquete abaixo.

Leia também: Fora do tradicional! Veja 19 lugares para viajar entre os mais desejados em 2019

Com isso, resta apenas programar a viagem para os destinos turísticos que você gostaria de visitar antes do final do ano – ou antes da temporada de festas.

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Turismo

De saborear a culinária a desvendar várias lendas: 7 coisas para fazer em Lima

Publicado

source

Lima é um destino que está em alta. Segundo dados do buscador de viagens KAYAK, os jogos Pan-Americanos aumentaram em 99% a busca dos brasileiros pela capital peruana na plataforma. E a cidade, que recebe o Parapan a partir desta sexta (23), tem muito a oferecer aos turistas. 

Leia também: veja o que fazer no Peru para ter uma viagem inesquecível sem ir a Machu Picchu

Vista aérea da Plaza San Martin arrow-options
shutterstock

Seja desvendando lendas ou apreciando a culinária local, não faltam opções de coisas pra fazer em Lima

É comum um evento esportivo alavancar as buscas pelos seus países e cidades sedes. “O turismo esportivo é uma realidade; no começo de julho um levantamento nosso revelou que a final da Copa América levou a aumento de 226% na busca de brasileiros por passagens para o Rio”, atesta Eduardo Fleury, Líder de Operações do KAYAK no Brasil.

Com os Jogos Parapan-Americanos, que vão até 1˚ de setembro, a tendência deve continuar e a capital peruana deve serguir atraindo olhares e turistas em busca e coisas para fazer em Lima .

Mas você não precisará se aventurar pelos pontos turísticos do Peru que Lima tem a oferecer sozinho. Para facilitar a sua jornada, o iG Turismo separou as principais atividades para se fazer na cidade, com opções para todos os gostos.

7 coisas para fazer em Lima

  1. Saborear a culinária local
  2. Apreciar as artes e a cultura
  3. Explorar sítios arqueológicos dentro de Lima
  4. Curtir o agito da vida noturna
  5. Relaxar e se divertir nas praias
  6. Conhecer os museus e pontos históricos
  7. Desvendar mitos e lendas

Coisas para fazer em Lima #1: saborear a culinária local

Tigela de ceviche sobre um balcão preto arrow-options
shutterstock

Coisas para fazer em Lima: o ceviche é um dos pratos mais tradicionais da capital gastronômica da América Latina

Os pratos mais tradicionais da cidade dos jogos Pan-Americanos são o ceviche, preparado com peixe cru marinado em molho cítrico acompanhado de cebolas e pimenta, e o tiradito, feito com peixe cru cortado fininho, como um carpaccio. Vale experimentar essas iguarias pelos restaurantes da cidade. 

Mas você não precisa se ater apenas às tradições regionais. Segundo o Peru Travel, portal oficial de turismo do país, a culinária peruana também sofreu forte influência africana, espanhola e chinesa – resultando num ambiente repleto de variedade.

Para ter uma experiência ainda mais imersiva, uma dica é aproveitar a Mistura, feira gastronômica mais importante da América Latina. Ela acontece na primeira metade do mês de setembro e é uma das atrações do turismo no Lima

Coisas para fazer em Lima #2: apreciar as artes e a cultura

As artes e a cultura têm um distrito próprio na cidade-sede dos jogos Parapan-Americanos : o Barranco. Nele, ficam o Museo de Mario Testino (MATE), criado pelo fotógrafo peruano Mario Testino, e o Museo de Arte Contemporáneo (MAC).

Outros pontos turísticos do Peru para apreciar as artes são o Museo de Arte de Lima (MALI), que fica no prédio do antigo Palacio de la Exposición. Ele reúne a mais importante coleção de obras de arte do país, então não deixe de visitá-lo.

Aqueles que procuram coisas para fazer em Lima para aprender um pouco mais sobre a cultura pré-colombiana do Peru não podem deixar de visitar o Museo Larco Herrera. Ele reúne um acervo que faz um panorama cronológico dos 4 mil anos antes da chegada dos colonizadores ao país.

Coisas para fazer em Lima #3: explorar os sítios arqueológicos da cidade

Sítio arqueológico de Huaca Pucllana arrow-options
shutterstock

Coisas para fazer em Lima: O Huaca Pucllana é um dos sítios arqueológicos abertos ao público na capital peruana

Quem gosta de sítios arqueológicos não precisa ir até Machu Picchu . Isso porque a capital peruana tem seus próprios sítios, que podem ser visitados pelo público que explora o turismo em Lima.

Um dos mais famosos deles, que não pode ficar fora do seu roteiro segundo o KAYAK, é o Huaca Pucllana. Lá estão os restos de uma pirâmide pré-inca, acompanhada por um museu que exibe os achados das escavações no local que servia como um templo para os nobres e os sacerdotes.

Coisas para fazer em Lima #4: curtir o agito da vida noturna

Ponte de Barranco durante a noite em Lima arrow-options
shutterstock

Coisas para fazer em Lima: o Barranco é um bairro de encontro para a boemia da cidade e para os turistas festeiros

E não é só cultura e gastronomia que a cidade tem a oferecer. No próprio bairro Barranco, que atrai os entusiastas das artes durante o dia, as noites pegam fogo.

Segundo o Peru Travel, esse distrito reúne a boemia da cidade no seu principal ponto de encontro, a Plaza de Barranco. E para não ficar só nos bares, os shows de  stand-up comedy são uma boa alternativa para animar a sua noite.

Também no Barranco, segundo o KAYAK, fica a Ponte dos Suspiros, um ótimo ponto para fotografias e para realizar desejos – dizem os peruanos que, ao atravessá-la, é preciso fazer um pedido e prender a respiração até chegar ao outro lado.

Coisas para fazer em Lima #5: relaxar e se divertir nas praias

Saindo das ruas movimentadas da cidade, você descobrirá que o turismo em Lima também oferece muitas atividades para se divertir e relaxar nas praias. Tanto que uma recomendação considerada imperdível pelo Peru Travel é fazer aulas de surfe na Praia Makaha.

Outro ponto que não pode ficar fora do seu roteiro de coisas para fazer em Lima é a Playa La Herradura, que fica na Costa Verde, o principal circuito praiano da cidade. Próximas a ela estão a Barranquito, a Punta Roquitas, a própria Makaha, a Los Delfines e a Marabella.

A região, de acordo com o site oficial de turismo do país, é ideal para praticar esportes radicais, esportes aquáticos e andar de bicicleta na ciclovia da Praia de Agua Dulce.

Coisas para fazer em Lima #6: conhecer mais museus e pontos históricos

Vista aérea da Plaza Mayor, no centro de Lima arrow-options
shutterstock

Coisas para fazer em Lima: a Plaza Mayor reúne pontos históricos como a Catedral de Lima e o Palácio do Governo

Voltando à cidade, uma boa pedida é conhecer a história de Lima e do Peru passando por seus museus e pontos históricos. Um dos mais interessantes, talvez, seja a Plaza Mayor, que fica no centro histórico da cidade e foi idealizada em 1536 por Francisco Pizarro. Nela também ficam a Catedral de Lima e o Palácio do Governo.

A Igleja y Convento de San Francisco também é outro ponto interessante da cidade, graças, em parte, às suas catacumbas, descobertas em 1951. Sua arquitetura única e as pinturas em seu interior também são atrativos para os turistas que procuram coisas para fazer em Lima.

Quanto aos museus, um dos mais interessantes talvez seja o Museo Oro del Perú, cujas vitrines expõem peças de ouro peruanas milenares vindas principalmente de povos do norte do país.

O Museo Militar Fortaleza del Real Felipe é outra opção de turismo em Lima. Ele fica dentro das muralhas de uma fortaleza que foi extremamente importante para a proteção da costa peruana desde sua construção no século XVIII e que se tornou Monumento Histórico Nacional em 1952, segundo o Peru Travel.

Coisas para fazer em Lima #7: desvendar mitos e lendas locais

Praça interna da Quinta Heeren arrow-options
shutterstock

Coisas para fazer em Lima: reza a lenda que o fantasma sem cabeça de um empresário japonês assombra a Quinta Heeren

Finalmente, quem explora os pontos turísticos do Peru em Lima se deparará com alguns atrativos cercados de lendas, mistérios e superstições, a exemplo da Ponte dos Suspiros.

Se um roteiro investigativo desperta o seu interesse, vale visitar pontos como a Piedra del Diablo, o Castillo Real Felipe e a Quinta Heeren.

A primeira atração, de acordo com o Peru Travel está ligada à obra “Tradiciones Peruanas”, de Ricardo Palma. Segundo a lenda contada pelo autor, a pedra de um metro de altura no Cercado de Lima teria servido como rota de fuga para o Diabo, que fugia dos fiéis de uma procissão.

No Castillo Real Felipe, reza a lenda que o calabouço do castelo deteve centenas de presos em condições desumanas, cujas almas (junto a uma misteriosa dama de branco), ainda vagam pelos corredores.

Já na Quinta Heeren, um conjunto de casarões em estilo europeu construído no século XIX, diz-se que é possível encontrar o espírito de um empresário japonês, que tirou sua vida com uma katana, andando, sem cabeça pelos jardins.

Leia também: Peru é um dos 15 países que não exigem visto no passaporte dos brasileiros; veja a lista

Além dessas, existem outras lendas e mitos para se desvendar na cidade. Mas isso é algo que você poderá fazer quando estiver por lá, descobrindo pessoalmente as coisas para fazer em Lima .

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana