conecte-se conosco


Esportes

Fortaleza vence o Grêmio na Arena Leão 1918 e sobe para 3ª posição

Publicado


No duelo de tricolores da 26ª rodada, o tricolor cearense saiu com os três pontos. O Fortaleza ganhou do Grêmio, na Arena Leão 1918, pelo placar de 1×0. O gol foi marcado no segundo tempo por Yago Pikachu, em belo passe de Romarinho.

+ Seja sócio! Seja sócia! Ajude o Fortaleza a ficar cada vez maior
Assine OnLaion por R$9,90 e tenha acesso imediato

Foto: Leonardo Moreira

O JOGO

Na primeira etapa da partida a equipe do Fortaleza construiu boas chances mas pecou nas finalizações. Logo aos 6 minutos Yago Pikachu fez boa jogada pela direita e foi interceptado pelo zagueiro Kannemann. O atacante David ainda teve chances em dois lances, mas foi parado pelo goleiro gaúcho e pela trave. Felipe Alves foi pouco acionado.

O segundo tempo iniciou com três chances de gol. Duas para o tricolor cearense e uma para o gaúcho. O meia Matheus Vargas, que foi destaque no primeiro tempo, cortou dois adversários mas pecou na finalização. Aos 29 o volante Felipe acertou um chute de fora da área para boa defesa do goleiro Breno. No lance seguinte a cabeçada do zagueiro Tinga parou na trave.

O GOL do Fortaleza saiu aos 33 no belo passe de Romarinho para Pikachu que dominou, girou e finalizou no cantinho, sem chances para o goleiro. O jogo ainda contou com boas chances de Ederson e Henriquez.
No apito final o Fortaleza conquistou os três pontos e saltou para 3º na tabela, com 42 pontos. Já o Grêmio segue no Z4 com 23 pontos.

fonte: https://fortaleza1918.com.br/fortaleza-vence-o-gremio-na-arena-leao-1918-e-sobe-para-3a-posicao/

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Galo vence no Ceará e é finalista da Copa do Brasil

Publicado


O Galo é finalista da Copa do Brasil. Confirmou a classificação para sua terceira final do torneio ao vencer o Fortaleza por 2 a 1, no jogo de volta da semifinal. A partida foi disputada na noite desta quarta-feira, dia 27, no estádio Castelão, em Fortaleza.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
Diego Costa, aos 13 minutos do primeiro tempo, e Hulk, aos 37 da etapa final, foram os artilheiros da noite pelo lado atleticano. Romarinho, aos 44 do segundo tempo, descontou para o time da casa.
O adversário na decisão será o Athletico-PR, que eliminou o Flamengo na outra semifinal. As finais da Copa do Brasil serão realizadas nos dias 12 e 15 de dezembro. Os mandos de campo serão definidos por sorteio.
No jogo de ida da semifinal, quarta-feira passada, no Mineirão, o Atlético goleou o Fortaleza por 4 a 0, com gols de Arana, Réver, Hulk e Zaracho.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
O JOGO foi bastante truncado no primeiro tempo. Diante da intensa disputa no meio-campo, foram poucas as finalizações nos primeiros 45 minutos.
Em lance pela direita,  ao quatro minutos, Diego Costa deu bom passe para Vargas, que acabou sendo desarmado pelo defensor cearense.
O Fortaleza levou perigo aos onze minutos, mas Edinho não conseguiu desviar a bola após tentativa de finalização de Wellington Paulista.
Aos 42, Arana cobrou falta de longa distância e exigiu grande defesa do goleiro Marcelo Boeck. Os donos da casa ameaçaram no chute de David e a bola saiu à esquerda do gol de Everson.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
O Galo voltou para o SEGUNDO TEMPO com Dodô no lugar de Guilherme Arana.  Aos dois  minutos, Vargas recebeu ótimo lançamento de Dodô e ficou cara a cara com o goleiro, que fez grande defesa na finalização do atacante chileno.
GOOOOL DO GALO – Depois de erro de passe do Fortaleza no meio-campo, aos 13 minutos, Vargas deu lançamento perfeito para Diego Costa, que partiu em velocidade, driblou o goleiro e tocou para o gol: Galo 1 x 0.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
Aos 20 minutos, o técnico Cuca substituiu Diego Costa por Eduardo Sasha e Alan Franco por Dylan Borrero. em seguida, Vargas deixou o campo para a entrada de Hulk. Aos 31, Nathan entrou no lugar de Jair.
GOOOOL DO GALO – Aos 35, Sasha recebeu passe de Dylan, invadiu a área e tentou driblar seu marcador, que colocou o braço na bola. O árbitro marcou pênalti e Hulk cobrou no canto esquerdo do goleiro, ampliando a vantagem alvinegra: Galo 2 x 0.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
Aos 44, o Leão diminuiu em chute de Romarinho, de fora da área. No lance, a bola desviou em Igor Rabello, tirando a chance de defesa do goleiro Everson.
Próximo desafio – O Atlético voltará a campo neste sábado, dia 30, para enfrentar o Flamengo, no Rio de Janeiro, pelo Brasileirão. O jogo acontecerá às 19h, no Maracanã.
FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 1 x 2 ATLÉTICO
Competição: Copa do Brasil
Etapa: Semifinal (volta)
Data: 27/10/2021 (quarta-feira)
Estádio: Castelão
Cidade: Fortaleza (CE)
Gols: Diego Costa (13′ – 1ºT), Hulk (37′ – 2ºT), Romarinho (44′ – 2ºT)
Fortaleza
Marcelo Boeck; Éderson, Titi, Matheus Jussa, Edinho (Osvaldo), Felipe, Ronald, Matheus Vargas (Romarinho), Bruno Melo, David (Igor Torres) e Wellington Paulista (Henríquez).
Técnico: Juan Vojvoda.
Atlético
Everson; Réver, Igor Rabello, Alonso, Guga, Jair (Nathan), Alan Franco (Dylan Borrero), Tchê Tchê, Guilherme Arana (Dodô), Vargas (Hulk) e Diego Costa (Eduardo Sasha).
Técnico: Cuca.
Cartões amarelos: (Atlético); Wellington Paulista, Igor Torres, Ronald (Fortaleza)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (AB-SP)
Árbitro Assistente 1: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP)
Árbitro Assistente 2: Daniel Paulo Ziolli (AB-SP)
Quarto Árbitro: Douglas Marques das Flores(AB-SP)
Quinto Árbitro: Jaílson Albano da Silva (AB-CE)
Árbitro de Vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (VAR-FIFA-SP)
Avar: Fábio Rogerio Baesteiro (AB-SP)
Observador de VAR: Marcos André Gomes da Penha (CBF-ES)
fonte: https://atletico.com.br/noticias/galo-vence-no-ceara-e-e-finalista-da-copa-do-brasil

Continue lendo

Esportes

Para a final e para a história!

Publicado


Comemora, torcida athleticana. Mas comemora pra valer!

Acabamos de viver uma página imortal da história do Furacão. Foi o Athletico em sua essência, em seu estado mais puro. O time da raça, da camisa vestida com amor, com o sangue forte nas veias. Que não teme a própria morte.

Uma atuação irretocável. Se fechando na defesa, suportando a pressão do Flamengo, matando o jogo no contra-ataque…

Jornada grandiosa de todo o elenco. Mas é impossível não destacar os nomes de Nikão, Santos e José Ivaldo.

Nikão fez dois gols que desnortearam o adversário. Santos, incontáveis defesas magistrais… E o que foi aquela jogada do Zé já no finalzinho do jogo, sacramentando a passagem para grande decisão?

Foi mais que uma classificação. Foi uma vitória para a eternidade. No Maracanã, Flamengo 0, Athletico 3. O nosso Rubro-Negro está mais uma vez na final da Copa do Brasil. E em duas grandes decisões na reta final da temporada.

Nikão se apresentou para uma cobrança perfeita. Forte, no canto direito, longe do alcance de Diego Alves.

Atrás no placar, o Flamengo se atirou ainda mais ao ataque. Mas quando conseguia superar a sólida defesa athleticana, a linha de frente carioca esbarrava em uma muralha que atende pelo nome de Santos.

Foi assim até o fim dos 45′ minutos e em mais dez de acréscimos. Mas nos instantes finais da primeira etapa, o Furacão voltou a aproveitar o desespero flamenguista. Nikão quase deixou Erick na cara do gol e Terans levou perigo em um chute de fora da área.

Até que aos 52′, o contra-ataque athleticano pegou a defesa adversária desorganizada. A jogada terminou com Kayzer tocando para Nikão, que soltou um chute cruzado que Diego Alves não conseguiu segurar. Era o segundo do Furacão!

Depois do intervalo, a pressão do time da casa continuou. Mas na defesa do arco paranaense estava uma verdadeira majestade. Santos. Sempre Santos.

Com as defesas do gigante da camisa 1 e com a solidez da retaguarda athleticana, o ímpeto carioca arrefeceu. E quando a vitória e a classificação já estava assegurada, ainda apareceu José Ivaldo para colocar finalizar a noite histórica.

Ele recuperou a bola no campo de defesa, partiu para o campo de ataque e tocou para Pedro Rocha. O atacante girou para cima da marcação e rolou de volta para o Zé, que entrou em disparada pelo meio da área e finalizou no cantinho.

A fatura estava definitivamente liquidada, com uma vitória que irá ecoar por muito tempo nas arquibancadas do Maracanã.

Vamos em busca de mais essa taça!

Ficha técnica: Flamengo 0x3 Athletico Paranaense
Copa do Brasil 2021: Semifinal – Jogo de volta
Data: 27/10/2021 [quarta-feira]
Horário: 21h30
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Público pagante: 29.549
Público total: 31.586
Renda: R$ 2.967.490,00

Flamengo: Diego Alves; Isla (Matheuzinho, aos 30′ do 2º tempo), Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís (Ramon, aos 21′ do 2º tempo); Willian Arão (Vitinho, aos 30′ do 2º tempo), Diego (Michael, no intervalo), Andreas Pereira e Everton Ribeiro (Kenedy, aos 30′ do 2º tempo); Bruno Henrique e Gabriel
Técnico: Renato Gaúcho
Cartões amarelos: Willian Arão e Kenedy

Athletico Paranaense: Santos; Pedro Henrique (José Ivaldo, aos 31′ do 2º tempo), Thiago Heleno e Nico Hernández; Marcinho (Khellven, aos 31′ do 2º), Erick, Léo Cittadini (Fernando Canesin, aos 42′ do 2º tempo) e Abner; Nikão, Renato Kayzer (Christian, aos 23′ do 2º tempo) e David Terans (Pedro Henrique, aos 23′ do 2º tempo)
Técnico: Alberto Valentim
Gols: Nikão, aos 9′ e aos 52′ do primeiro tempo; José Ivaldo, aos 43′ do segundo tempo
Cartão vermelho: Khellven, aos 35′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Erick e Renato Kayzer

Fotos: Gustavo Oliveira/athletico.com.br

Para a final e para a história!

COMENTE ABAIXO:

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana