conecte-se conosco


Carros e Motos

Ford Ka Freestyle 1.0: novo hatch aventureiro para a selva de pedra

Publicado


Ford Ka Freestyle
Cauê Lira/iG Carros

Ford Ka Freestyle anda bem nos ladrilhos do Pelourinho e nos buracos de Itapuã, mesmo com motor 1.0

Não é segredo para ninguém que a Ford vem passando por um árduo processo de reestruturação no mundo todo. No Brasil, por outro lado, ainda ostentam segunda colocação no ranking dos carros mais vendidos, graças ao sucesso do Ka. Parte deste recomeço compreende o lançamento da nova linha do Ford Ka Freestyle 2020, com visual aventureiro e motor 1.0, a partir de R$ 56.690.

LEIA MAIS: Toyota Yaris X-Way: radical light

Além do Ka, o EcoSport Freestyle também ganha alguns retoques estéticos, como teto pintado de preto, farol de máscara negra, rodas usinadas de aro 16 e um novo anteparo na dianteira. No caso do Ford Ka Freestyle  1.0, a única diferença fica por conta do motor, uma vez que o visual é o mesmo, assim como o nivel de equipamentos.

Ou seja, a suspensão recalibrada do modelo 1.5, de R$ 64.990 é a mesma do compacto “mil”. Na comparação com as versões mais em conta do 1.0 do Ka,  os pneus são maiores, nas proporções 185/60, com rodas aro 15. Os amortecedores e molas também garantem um comportamento mais suave em superfícies ásperas, algo que ficou bem evidente nas ruas de ladrilhos da região do Pelourinho, em Salvador (BA).

LEIA MAIS: Renault Sandero Stepway: hatch aventureiro à espera de um upgrade

O vão livre do solo é de 188 mm, fazendo com que o Ka Freestyle supere obstáculos urbanos, como lombadas e valetas, sem maiores dificuldades. Bom para rodar nos arredores de Itapuã, no litoral norte de Salvador, onde Vinicius de Moraes se inspirou para compor um de seus maiores sucessos.

Este pequeno aventureiro leva o mesmo motor 1.0, de 85 cv e 10,7 kgfm a 3.500 rpm das versões básicas. O câmbio é manual, de cinco marchas, mostrando que o Freestyle tem vocação para a cidade. Isso é comprovado pelo consumo de 9,2 km/l na cidade e 10,7 km/l na estrada com etanol, e 13,4 km/l e 15,5 km/l, respectivamente, com gasolina.

Além do consumo, trambulação e escalonagem do câmbio agradam. O Ka proporciona trocas bem macias, mas a transmissão ainda poderia ter um arranjo mais curto e direto nos engates.
Pesando 1.037 kg, a unidade 1.0 é mais que suficiente para puxar o levíssimo subcompacto na cidade. A situação fica mais complicada na estrada, onde o Ka carece de fôlego. É difícil imaginar uma família viajando com o subcompacto, ainda mais com o porta-malas de apenas 257 litros. Três mochilas já preenchem uma boa área do compartimento.

Altos e baixos


Ford Ka Freestyle
Divulgação

O painel do Ford Ka Freestyle traz acabamento bicolor, tal como a versão mais cara com motor 1.5

A segurança está garantida com quatro airbags e controle de estabilidade de série. Pelo preço, o Ka Freestyle se torna um dos carros mais baratos do Brasil a contar com este dispositivo eletrônico. Por mais que a Ford não considere que a versão 1.0 seja concorrente direta do Argo 1.3 Trekking , o aventureiro da Fiat não possui esse item de segurança.

LEIA MAIS: Fiat Argo Trekking: versão aventureira vai bem na terra

O sistema multimídia, porém, sofre um downgrade na linha 2020. A central, que antes integrada o sistema Sync 3, passa a adotar o 2.5. Neste caso, perde-se uma entrada USB no painel, comandos por voz e a tela, que vai de 8 para 6,5 polegadas. Esta é outra mudança que afeta tanto o Ka quanto o EcoSport: a partir de agora, apenas as versões mais caras do SUV terão o Sync 3.

O objetivo do Ford Ka Freestyle é preencher o máximo de categorias possíveis dentro de seu segmento. Os rivais Sandero Stepway , Yaris X-Way e Fiat Argo Trekking não possuem versões com motor 1.0 – consequentemente, mais em conta E a Ford pretende preencher esta lacuna para aumentar as vendas do compacto, que hoje ocupa a terceira colocação no ranking da Fenabrave.

Fonte: IG Carros
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Carros e Motos

Novo BMW Série 2 Gran Coupé chega ao Brasil em duas versões

Publicado

source
BMW Série 2 Gran Coupé arrow-options
Divulgação

BMW Série 2 Gran Coupé: Esportivo com proposta de ser um modelo de uso cotidiano

Com linhas arrojadas e novas tecnologias, o novo BMW Série 2 Gran Coupé desembarca em duas versões. A versão de entrada, 218i Gran Coupé Sport GP, chega as concessonárias na primeira semana de março, por R$ 186.950. Já a versão de topo, M235i xDrive Gran Coupé, chegará em maio custando R$ 279.950.

LEIA MAIS: BMW  330i: sedã  esportivo de verdade

Com destaque na parte tecnológica, o BMW Série 2 Gran Coupé dispõe de atualizações de software online, assistentes de condução e formas de comunicação com o veículo com inteligência artificial. Outra grande novidade é o motor quatro cilindros mais potente da história da BMW na versão de topo, e chegada da última geração do três cilindros na de entrada. O modelo pode ser equipado com tração dianteira ou integral.

LEIA MAIS: BMW começa a vender a nova versão esportiva M135i xDrive no Brasil

Versões

BMW arrow-options
Divulgação

Interior traz as últimas tecnologias de conectividade, além de acabamento com materiais premium

A versão 218i Gran Coupé Sport GP traz nova calibração para o motor 1.5 turbo a gasolina de três cilindros. Com ela, são gerados 140 cv e 22,4 kgfm, entregues às rodas dianteiras. Por dentro, vem equipado com bancos esportivos, volante revestido em couro, ar-condicionado automático, leitura automática de placas de velocidade e carpete de veludo. A velocidade máxima do carro é de 213 km/h, enquanto a aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 8,7 segundos.

LEIA MAIS: Audi e-tron chega em abril na categoria dos SUVs elétricos

Já a versão M235i xDrive Gran Coupé traz o motor 2.0 turbo, de quatro cilindros, com 306 cv e 45,9 kgfm. Sua grade bipartida apresenta detalhes em aço escovado na parte interna da peça. A versão conta com transmissão automática de oito marchas e tração integral. Em seu interior, há revestimento de couro nos bancos, teto solar panorâmico, faróis de LED e rodas de 18 polegadas com pneus Run Flat. Além disso, ainda traz retrovisor interno eletrocrômico, espelhos com rebatimento elétrico e bancos dianteiros elétricos e com memória. O automóvel chega de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e sua velocidade máxima é de 250 km/h.

“O BMW Série 2 Gran Coupé traz mais emoção, esportividade, design e tecnologias para nosso cliente brasileiro. Para nós, este é majoritariamente jovem, conectado e busca por novas opções que tragam prazer em dirigir, beleza e muita tecnologia”, afirma Roberto Carvalho, Diretor Comercial da BMW do Brasil.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros e Motos

GM convoca LeBron James, da NBA, para ser o embaixador do Hummer elétrico

Publicado

source
Hummer arrow-options
Divulgação

LeBron Janes, estreia da NBA, faz a propaganda prévia do futuro Hummer elétrico, mostrando apenas a grade da novidade

A General Motors entra na corrida dos veículos elétricos prometendo novos 20 modelos, entre os quais os mais caros da marca: Cadillac e o Hummer. Aliás, este último modelo, um lendário off-road, será um lançamento tão desafiador que a montadora já fez um anúncio prévio, exibido durante o famoso torneio de basquete Super Bowl, com a estrela da NBA LeBron James, que será o embaixador do modelo.

LEIA MAIS: Ford terá novos veículos eletrificados no Brasil. Novo Kuga pode ser o primeiro

Com o slogan “Quiet Revolution” (Revolução Silenciosa), a propaganda-teaser revela apenas a grade do Hummer-EV e mostra cenas de LeBron James como um arremessador completo numa clara alusão a performance do futuro modelo. Numa seqüência brilhante de luzes verticais busca induzir a um detalhe do design renovado, mas com o forte apelo habitual ao Hummer. As especificações técnicas conhecidas até são impressionantes: 1.000 cavalos de potência; 11.500 lb-ft de torque; e 0 a 100 km/h em 3 segundos.

O GMC Hummer EV será totalmente revelado em 20 de maio de 2020, na fábrica da General Motors em Detroit, onde o veículo será construído. Neste evento, a montadora realiza o “EV Day”, quando será apresentado o plano da empresa para os carros eletrificados.

LEIA MAIS: Veja como será o futuro das picapes para a Tesla

No entanto, antes disso, em abril, no Salão do Automóvel de Nova York, a empresa apresenta o novo Cadillac EVG, primeiro da série a usar uma nova arquitetura elétrica flexível, aplicada a uma ampla variedade de segmentos de carros e picapes. “Ninguém que conhecemos possui uma combinação desses níveis de flexibilidade, velocidade e escala”, disse Mark Reuss, presidente da GM.

Campanha de LeBron se dirige aos clientes de luxo 

LeBron arrow-options
undefined

Estrela do basquete não divulga apenas o Hummer, uma vez que serve de marketing para as novas tecnologias da GM como um todo

A montadora colocou a Cadillac como líder de seu avanço elétrico, porque os clientes de luxo estão mais confortáveis ​​com os preços mais altos e são vistos como mais abertos à tecnologia e à eletrificação. Mas deve incluir também a próxima geração do Chevrolet Bolt, pioneiro na gama dos elétricos no mundo.

LEIA MAIS: Volkswagen quer superar a Tesla no mundo dos carros elétricos

O modelo atual do Bolt, já vendido no Bradil, percorre 238 milhas, e seu preço nos EUA começa em US$ 36.620. Com a tecnologia da nova bateria projeta-se atingir 400 milhas por carga e ter um preço inicial na faixa de US$ 20.000. A empresa está se preparando também em termos de bateria para sua meta de emissões zero. Ela está construindo em Ohio, nos EUA (o país de LeBron James ), sua própria fábrica de células de bateria. em parceria com a LG.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana