conecte-se conosco


Policial

Força-tarefa conclui 150 inquéritos policiais de Juruena e Cotriguaçu em cem dias

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma força-tarefa composta por policiais civis das Delegacias de Cotriguaçu e Juruena concluíram e encaminharam ao Ministério Público Estadual 150 inquéritos policiais finalizados em 100 dias de trabalho.

Coordenada pelo delegado Philipe de Paula da Silva Pinho, o trabalho envolveu dedicação e diária da equipe, com a participação de nove investigadores, um escrivão e o delegado. “Foram dias de entrega da equipe, diligenciando para cumprir as cotas do Ministério Público e esquadrinhar cada procedimento, verificando as soluções cabíveis para cada caso. Nós cumprimos nosso dever e entregamos à sociedade o resultado”, pontuou o delegado. 

Com a redução dos inquéritos nas duas delegacias será possível entregar um melhor atendimento à sociedade dos dois municípios, dando maior atenção aos casos graves. “Nós antes tínhamos que lidar com mais de 180 inquéritos por delegacia, estávamos sufocados por problemas simples de se resolver. Inquéritos com mais de 10 anos sem solução que, finalmente, colocamos um ponto final e oferecemos uma resposta ao povo de Cotriguaçu e Juruena”.

Os trabalhos da força tarefa foram encerrados nesta semana e agora as equipes das delegacias vão se dedicar à investigação dos crimes complexos cujos inquéritos estão em andamento.

“Eu quero deixar aqui meus parabéns para cada um desses servidores, investigadores, investigadoras e escrivão, que se doaram de forma absoluta . Se não fosse pelo empenho deles, com toda certeza nos não teríamos alcançado um número tão expressivo de inquéritos em um prazo tão curto. Isso demonstra o compromisso que esses policiais têm com a sociedade em que vivem”, finalizou o delegado. 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Suspeito de estuprar e agredir vítima por mais de 10 horas é preso em flagrante pela Polícia Civil em Sorriso

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Sorriso (442 km ao norte de Cuiabá) prendeu em flagrante neste sábado (17.04), um homem apontado como autor de crime de estupro e cárcere privado ocorrido durante a madrugada no município. O suspeito, de 21 anos, é vizinho da vítima e a manteve refém por quase 12 horas enquanto praticava os abusos e agressões.

As diligências iniciaram após a vítima, de 25 anos, comparecer à Delegacia de Sorriso, visivelmente abalada e com vários hematomas pelo corpo para comunicar o crime. A comunicação ocorreu logo após ser libertada pelo agressor. Segundo as informações, o suspeito pulou o muro da sua casa por volta de meia noite e meia,  e em posse de uma faca a ameaçou, agrediu fisicamente e obrigou a vítima a manter relações sexuais no período em que permaneceu dentro da residência.

Além do abuso sexual, a vítima foi agredida com socos, tapas e mordidas, a todo tempo sendo ameaçada com a faca. O suspeito ainda filmou a vítima e disse que publicaria os vídeos nas redes sociais, caso fosse denunciado.

O suspeito manteve a vítima em cárcere até 11 horas deste sábado (17), momento em que ela conseguiu convencê-lo de que não iria o denunciar e que deveria liberá-la.

 Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da Delegacia de Sorriso, coordenada pelo delegado José Getúlio Daniel iniciou as diligências em buscas do suspeito, conseguindo realizar sua prisão em flagrante.  O suspeito foi flagrando com a motocicleta da vítima no estacionamento de um supermercado da cidade.

Ele foi conduzido à Delegacia de sorriso e após ser interrogado foi autuado em flagrante pelo crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de homem suspeito de abusar do próprio filho em Sorriso

Publicado

 

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de estupro de vulnerável cometido contra o próprio filho teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, neste sábado (17.04), em Sorriso (442 km ao norte de Cuiabá).

O suspeito, de 44 anos, era investigado desde maio de 2019 quando a avó da criança registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil de Sorriso relatando que desconfiava dos abusos cometidos contra o neto, na época com cinco anos de idade.

Segundo as informações, a criança constantemente apresentava hematomas e reclamava de dores nas partes íntimas. A mãe da criança não acreditava que o filho estivesse sofrendo os abusos e não levava o menino ao médico.

Durante as investigações, a vítima foi ouvida em depoimento especial e relatou os abusos praticados pelo pai. Com base nas evidências colhidas, foi decretada a prisão preventiva do suspeito que foi cumprida neste sábado pelos policiais da Delegacia de Sorriso.

Em ação coordenada pelo delegado José Getulio Daniel, o suspeito foi localizado em sua  na empresa recuperadora e tornearia, no bairro Industrial, onde teve a ordem de prisão cumprida. Ele foi conduzido à Delegacia de Sorriso para as providências de praxe e posteriormente colocado á disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana