conecte-se conosco


Esportes

Fluminense aplica histórica goleada sobre o Oriente Petrolero-BOL

Publicado

No desafio que valia a classificação às oitavas de final da CONMEBOL Sudamericana, o Fluminense cumpriu seu papel. Em jogo válido pela sexta e última rodada da competição, o Time de Guerreiros buscou uma histórica goleada por 10 a 1 sobre o Oriente Petrolero-BOL, nesta quinta-feira (26/05), no Estádio Tahuichi Aguilera. Matheus Martins (3), Germán Cano (3), Jhon Arias, Caio Paulista, Manoel e Willian Bigode marcaram os gols tricolores.

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Apesar da grande vitória, o Flu ficou com a segunda colocação do Grupo H, com 11 pontos, um a menos que o líder, o que provocou sua eliminação. No outro confronto da chave, entre Junior Barranquilla-COL e Unión Santa Fe-ARG, na Colômbia, os argentinos avançaram com o triunfo por 4 a 0.

A equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz volta a campo no domingo (29/05), quando enfrenta o Flamengo, às 18h, no Maracanã, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

PRIMEIRO TEMPO

Logo no primeiro minuto, após tabela com Jhon Arias, Matheus Martins finalizou na saída do goleiro para abrir o placar para o Fluminense. Aos 9, servido por Arias, Germán Cano só empurrou para o gol, ampliando a vantagem do Time de Guerreiros no marcador. Aos 13, o argentino voltou a marcar, de cabeça, após cruzamento de Nonato. Aos 14, Álvarez diminuiu para o Oriente Petrolero-BOL. Aos 17, após lançamento de Luccas Claro, a bola explodiu na zaga e sobrou nos pés de Jhon Arias, que balançou a rede.

Aos 36 minutos, Willian Bigode cruzou e Matheus Martins desviou para Caio Paulista fazer o quinto gol tricolor. Aos 37, Cano finalizou duas vezes, mas o defensor operou dois milagres. Aos 41, Bigode escorou para Matheus Martins ficar cara a cara com o goleiro e anotar mais um. Aos 45, Caio Paulista se livrou da marcação, mas mandou em cima do defensor.

SEGUNDO TEMPO

No primeiro minuto, em cruzamento de Cris Silva, Matheus Martins arriscou por cima. Aos 7, o Moleque de Xerém recebeu passe de Germán Cano e, de longe, buscou a finalização. No instante seguinte, após assistência de Martinelli, Matheus Martins garantiu o sétimo gol do Fluminense.

Aos 12 minutos, Willian Bigode passou pela marcação e rolou para Cano acertar o gol. Aos 17, da entrada da área, Bigode chutou em cima do marcador. Aos 19, lançado por Martinelli, Luiz Henrique finalizou para defesa do goleiro. No instante seguinte, de cabeça, Manoel completou a cobrança de escanteio de Willian Bigode e balançou a rede.

Aos 24 minutos, servido por Jhon Arias, Luiz Henrique dominou, girou e finalizou com perigo. Aos 29, em jogada de John Kennedy com o camisa 11, o Time de Guerreiros chegou ao décimo gol com Willian Bigode.

FICHA TÉCNICA

CONMEBOL Sudamericana – 6ª rodada

26/05/2022, 21h30 – Tahuichi Aguilera

Oriente Petrolero-BOL (1)

Quiñonez; Saucedo (Caire), Álvarez, Zazpe e Paz; Ronaldo Sánchez (Salces), Sandoval (Daniel Rojas), Berdecio (Mercado) e Guaycochea; Hugo Rojas e Roca (Facundo Suárez). Técnico: Erwin Sánchez

Fluminense (10)

Fábio; Caio Paulista, Luccas Claro (Calegari), Manoel e Cris Silva; Martinelli (André), Nonato e Jhon Arias; Matheus Martins (Luiz Henrique), Willian Bigode e Germán Cano (John Kennedy). Técnico: Fernando Diniz

Gols: Álvarez (14’ 1T) (OPE); Matheus Martins (3) (1’ 1T) (41’ 1T) (08’ 2T), Germán Cano (3) (9’ 1T) (13’ 1T) (12’ 2T), Jhon Arias (17’ 1T), Caio Paulista (36’ 1T), Manoel (20’ 2T) e Willian Bigode (30’ 2T) (FLU)

Cartões amarelos: Saucedo, Mercado, Salces, Guaycochea e Facundo Suárez (OPE); Willian Bigode, Luccas Claro e Cris Silva (FLU)

Cartões vermelhos: Hugo Rojas (OPE); Nonato (FLU)

Arbitragem: Guillermo Guerrero, auxiliado por Christian Lescano e Ricardo Baren

Fotos: Marcelo Gonçalves/FFC

fonte:https://www.fluminense.com.br/noticia/fluminense-aplica-historica-goleada-sobre-o-oriente-petrolero-bol

COMENTE ABAIXO:

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esportes

Fora de casa, Cuiabá perde para o Goiás por 1 a 0 e continua na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro

Publicado

Time mato-grossense chega a sua quarta partida sem vitória e ocupa a 18ª posição [Foto –Ascom/Cuiabá]

UOL – O Goiás recebeu o Cuiabá hoje (26) pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro e venceu pelo placar de 1 a 0. O gol foi marcado na reta final da partida, aos 34 minutos do segundo tempo, pelo atacante Pedro Raul Com isso, os donos da casa deixam a zona de rebaixamento, alcançando a décima quarta colocação, com 17 pontos. Já os visitantes ficam com os mesmos 13 pontos e ocupam a décima oitava posição.

O foco do Goiás agora é na partida do próximo dia 03, quando enfrentam o América-MG, enquanto o Cuiabá joga no mesmo dia contra o Avaí. As duas partidas são pelo Brasileirão.

O Goiás do técnico Jair Ventura não fez uma partida ruim, porém também não jogou o esperado para uma equipe que atuava em casa e na zona de rebaixamento. No primeiro tempo o time cedeu alguns espaços para o Cuiabá, que foram corrigidos na segunda etapa. O setor ofensivo foi pouco criativo, mas se saiu bem devido ao oportunismo de Pedro Raul.

A equipe comandada pelo técnico António Oliveira mostrou personalidade para não ficar recuada, mesmo jogando fora de casa. O time usou velocidade e chutes de fora para ser melhor que o adversário no primeiro tempo. O que faltou foi variação de jogo, já que as ações ofensivas quase sempre aconteciam pelo lado esquerdo. Um erro da defesa custou a partida.

A partida começou movimentada, com os dois times tendo oportunidades. Primeiro Camilo chutou para fora, logo aos quatro minutos, e aos 11 minutos Empereur evitou o gol dos donos da casa. Aos 16, Elton desperdiçou chance dentro da pequena área, após bola no travessão. A reta final da primeira etapa foi mais do Cuiabá, que teve as ações ofensivas e quase abriu o placar aos 40 minutos, quando Rafael Gava chutou de longe e a bola acertou o travessão do gol defendido por Tadeu. O segundo tempo foi mais fraco tecnicamente e foram raras as chances de gol. Os dois times marcavam forte, principalmente no meio campo, e faltou qualidade no ataque para encontrar algum chute mais perigoso.

Aos 34 minutos, Pedro Raul aproveitou cruzamento de Diego pela direita e estufou as redes do goleiro Walter. Logo depois, Empereur levou o segundo cartão amarelo e deixou o Cuiabá com um jogador a menos.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 1 X 0 CUIABÁ

Competição: 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A

Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

VAR: Daiane Muniz dos Santos (Fifa/SP)

Cartões amarelos: Reynaldo, Matheus Sales e Yan Souto (Goiás); Jenison, João Lucas e Valdívia (Cuiabá)

Cartão vermelho: Empereur (Cuiabá)

Gol: Pedro Raul, aos 34 minutos do segundo tempo

Goiás: Tadeu; Yan Soto, Reynaldo e Caetano; Diego, Matheus Sales (Caio), Elvis (Danilo Barcelos), Luan Dias (Dadá Belmonte) e Juan Pablo (Fellipe Bastos); Vinicius (Renato Junior) e Pedro Raul. Técnico: Jair Ventura

Cuiabá: Walter; João Lucas, Alan Empereur, Marllon e Uendel; Camilo, Rafael Gava (Joaquim), André Luís (Valdívia) e Osorio (Rodriguinho); Felipe Marques (Jonathan Cafu) e Elton (Jenison). Técnico: António Oliveira

Continue lendo

Esportes

Em confronto direto contra o Z4 do Campeonato Brasileiro, Cuiabá e Goiás se enfrentam neste domingo

Publicado

Separadas por apenas um ponto na ponta de baixo da tabela, equipes entram em campo pressionadas

Goiás e Cuiabá entram em campo neste domingo (26), no estádio da Serrinha, às 17h (de MT), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, pensando somente na vitória, já que ambos estão na zona de rebaixamento. O time anfitrião ocupa a 17ª colocação com 14 pontos. Já a equipe mato-grossense está com 13 pontos, na 18ª posição.

O Goiás não vence há quatro rodadas no Brasileirão e chega para esta partida pressionado pelos últimos resultados. O técnico Jair Ventura não terá o lateral-direito Maguinho, que levou o terceiro cartão amarelo, e o zagueiro Da Silva, lesionado no joelho.

Já o Cuiabá, está sem vencer há três jogos, e não contará hoje com o técnico António Oliveira, suspenso por receber três cartões amarelos. Com isso, o time será comandado pelos auxiliares Bruno Lazaroni e Bernardo Franco. O volante Pepê ainda segue de fora por conta de uma pancada na cabeça na partida contra o Red Bull Bragantino.

Por outro lado, o Cuiabá terá a volta de Alan Empereur. Após ficar longe do time por três jogos por conta de uma lesão, o zagueiro volta a ser relacionado.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS x CUIABÁ

Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Árbitro de vídeo: Daiane Caroline Muniz dos Santos (FIFA)

GOIÁS: Tadeu; Yan Souto, Reynaldo e Caetano; Diego, Matheus Sales, Caio Vinícius, Elvis e Dadá Belmonte; Vinícius e Pedro Raul. Técnico: Jair Ventura.

Desfalques: Maguinho (suspenso); Da Silva (lesionado)

CUIABÁ: Walter; João Lucas (Daniel Guedes), Alan Empereur, Marllon e Uendel; Camilo, Rafael Gava e Kelvin Osorio; André Luís, Felipe Marques e André (Elton). Técnico: Bruno Lazaroni (Bernardo Franco).

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana