conecte-se conosco


Economia

Flexibilização do isolamento em SP: veja quais serviços devem reabrir primeiro

Publicado


source
doria
Reprodução

Em coletiva, governador apresentou plano de retorno gradual da economia

O plano de reabertura gradual do comércio em São Paulo foi apresentado nesta quarta-feira (27) em coletiva de imprensa do governo do estado. Ao confirmar a  reabertura gradual das atividades econômicas e flexibilização do isolamento social a partir do dia 1 de junho, o governador João Doria destacou ainda que o plano leva em consideração as peculiaridades de cada serviço e município.

“A partir do dia 1º de junho, por 15 dias, manteremos a quarentena, porém, com uma retomada consciente de algumas atividades econômicas no estado de São Paulo”, disse Doria.

Para classificar em que fase encontra-se cada um dos municípios do estado – e consequentemente os serviços que poderão ser abertos em cada cidade – a equipe apresentou uma divisão com marcação cromática para áreas do mapa: vermelho, laranja, amarelo, verde e azul foram as classificações utilizadas para definir o avanço da pandemia em cada localidade.

Atualmente, a cidade de São Paulo enquadra-se na definição “laranja”, que aponta “controle e possibilidade de aberturas com restrições”.

mapa
Reprodução/Governo SP

De acordo com governo, reabertura gradual leva em consideração cada região do estado


Confira quais serviços devem ser abertos em cada fase:

Fase 1 – Vermelha

Construção Civil
Indústria não essencial

Fase 2 – Laranja

Construção Civil
Indústria não essencial
Atividades imobiliárias (aberto com restrições)
Concessionárias (aberto com restrições)
Escritórios (aberto com restrições)
Shopping Center (aberto com restrições)
Comércio (aberto com restrições)

Fase 3 – Amarela

Construção Civil
Indústria não essencial
Atividades imobiliárias
Concessionárias
Escritórios
Shopping Center (aberto com restrições)
Salão de beleza (aberto com restrições)
Bares, restaurantes e similares (aberto com restrições)
Comércio (aberto com restrições)

Fase 4 – Azul

Construção Civil
Indústria não essencial
Atividades imobiliárias (aberto com restrições)
Concessionárias (aberto com rstrições)
Escritórios (aberto com restrições) Shopping Center (aberto com restrições) Salão de beleza (aberto com restrições) Bares, restaurantes e similares (aberto com restrições)
Comércio (aberto com restrições)
Academias (aberto com restrições)

Fase 5 – Verde

Espaços públicos
Teatros e Cinemas
Eventos que promovam aglomerações
Construção Civil
Indústria não essencial
Atividades imobiliárias
Concessionárias
Escritórios
Shopping Center
Salão de beleza
Bares, restaurantes e similares
Comércio
Academias

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Latam Brasil entra com pedido de recuperação judicial nos EUA

Publicado


source
avião latam
Reprodução

Latam Brasil entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos

A Latam Brasil entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos na madrugada desta quinta-feira (9). Companhia é a primeira a recorrer ao “Chapter 11”, mecanismo da legislação norte-americana que garante proteção temporária contra credores para possibilitar a reestruturação após os fortes impactos causados pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Em maio, o grupo Latam já havia pedido recuperação judicial por proteção em outros países da América Latina , que eram Chile, Colômbia, Peru e Equador, mas o pedido excluía o Brasil.

A empresa brasileira representa 50% das operações e 14% do passivo total do grupo, e a decisão de excluir o Brasil do pedido de recuperação judicial , em maio, tinha como argumento facilitar as negociações de socorro  com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Após as negociações com o BNDES não avançarem, a pandemia se alastrar e ainda mais voos serem cancelados, com o setor sendo um dos mais afetados pela crise, a Latam decidiu incluir sua empresa que atua no Brasil no pedido de proteção à legislação norte-americana.

Por que recorrer à justiça dos EUA e não pedir recuperação no Brasil?

Além de já ter o pedido de recuperação judicial aberto nos Estados Unidos, pesou a favor da justiça norte-americana o fato de o mecanismo de proteção adotado ser mais completo e vantajoso para a empresa e eventuais novos investidores. O  histórico de falências aéreas no Brasil também contribui para buscar outra solução, que não a Justiça brasileira.

O chapter 11, mecanismo de proteção pedido pela Latam Brasil nos EUA, inclui dívidas com empresas de leasing de avião, o que não acontece no Brasil. Eventuais novos investidores da companhia aérea também são beneficiados, já que quem dá crédito à empresa neste momento tem prioridade no recebimento em caso de falência. A lei norte-americana é, portanto, considerada mais flexível por facilitar a negociação entre a empresa e seus credores.

A Latam Brasil incluiu um pedido para honrar pagamento de rescisões trabalhistas e obrigações passadas e futuras com consumidores ao apresentar sua solicitação para se juntar ao processo de recuperação judicial do grupo. O pedido de proteção ainda terá de ser aprovado pelo juiz da recuperação, que já aprovou requisição parecida para as subsidiárias da empresa em outros países latinos.

O pedido de recuperação judicial da companhia aérea não deve interferir em voos nem tampouco nas regras de programas de fidelidade ou de remarcação de bilhetes já comprados. A Latam Brasil têm dívida de cerca de R$ 7 bilhões, principalmente com empresas de leasing e com bancos. Considerando o crédito em passagens que já foram pagas, mas não voadas, sobretudo por conta da pandemia, além de outros gastos, a conta sobe para R$ 13 bilhões. Todo o grupo Latam tem dívida de cerca de US$ 10 bilhões, cifra que sobe a US$ 17,9 bilhões com provisões.

O processo de recuperação judicial está previsto para durar cerca de 12 meses. A companhia deve sair 40% menor se o pedido for aprovado e bem-sucedido. A Latam tem a partir desta quinta-feira 120 dias para apresentar seu plano de recuperação à corte de Nova York, mas o prazo pode ser prorrogado. O sucesso depende da aprovação da nova linha de financiamento, atrativa para eventuais novos investidores.

Continue lendo

Economia

Nascidos em abril podem sacar primeira parcela de auxílio hoje

Publicado


.

Cerca de 400 mil beneficiários do auxílio emergencial, contemplados no terceiro lote do benefício, podem sacar hoje (9) os recursos da primeira parcela. O saque está liberado para os nascidos em abril.

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19. A liberação do saque e a transferência da poupança social da Caixa para outros bancos estão sendo feitas de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas.

O calendário de saque segue o seguinte cronograma: segunda-feira (6) foi a vez dos nascidos em janeiro; terça-feira (7), nascidos em fevereiro, quarta-feira (8), nascidos em março; na quinta-feira (9), nascidos em abril; na sexta-feira (10), nascidos em maio; no sábado (11), nascidos em junho; na segunda (13), nascidos em julho; na terça-feira (14), nascidos em agosto; na quarta-feira (15), nascidos em setembro; na quinta-feira (16), nascidos em outubro; na sexta-feira (17), nascidos em novembro; e no sábado (18), nascidos em dezembro. No total, o saque será liberado para cerca de 4,8 milhões de pessoas.

Edição: Graça Adjuto

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana