conecte-se conosco


Entretenimento

Filme de terror aborda masculinidade impermeável pelo olhar de uma menina

Publicado

É difícil dizer que o segundo filme de alguém é o mais pessoal. Até porque se supõe que, em um universo de dois filmes, essa honra caiba ao primeiro. Não é bem assim e Gabriela Amaral Almeida pode provar.

Leia também: Com deferência a Stephen King, “A Sombra do Pai” faz terror melancólico e social


Cena do filme A Sombra do Pai
Divulgação

A atriz Nina Medeiros em cena de A Sombra do Pai

“A Sombra do Pai” é um filme que a acompanha desde a escola de cinema. “Esse roteiro está em um lugar de experimentação e aprendizado”, informa a cineasta. “Desenvolvendo a ideia tive a oportunidade de escrever para outros diretores (Walter Salles, Cao Hamburger e Marco Dutra, entre eles) e fazer ‘O Animal Cordial’”.

A diretora conta que decidiu que era o momento de filmar o projeto, “com essência ‘Stephen kingiana’” porque um artista não pode deixar que um projeto amadureça demais. Foram dez anos até que “A Sombra do Pai” começasse a ser rodado. O longa começou a circular por festivais de cinema no momento em que o primeiro filme de Almeida chegava ao circuito comercial.

Leia Também:  Atriz negou fazer cenas de estupro em “The Affair”, diz site

Leia também: Kleber Mendonça Filho tem 30 dias para devolver R$ 2,2 milhões ao Governo

No longa, Julio Machado vive um homem que vai sendo dominado pela amargura e que se abala ainda mais após a morte de um colega na construção em que trabalha como pedreiro. Sua filha, papel de Nina Medeiros, é fã de filmes de terror e vendo o sofrimento e distanciamento do pai começa a acreditar que pode trazer a mãe de volta à vida.


Gabriela Amaral Almeida
Divulgação

A diretora Gabriela Amaral Almeida

“Nina era uma criança muito disposta ao jogo e muito resistente e isso era algo importante porque a personagem é o esteio do filme”, diz Almeida, que elogia a fisicalidade da menina. Fisicalidade é outra palavra que importa e foi algo que Machado buscou detidamente para seu personagem. “Que corpo exaurido era aquele? Que corpo oprimido pela mecânica do trabalho é esse? Ele não se afeta muitos pelos encontros. A gente se voltou para essa investigação”, relata o ator.

Machado observa que o que mais o atraiu em seu personagem foi justamente exercitar essa “questão para nós homens que é não se permitir sensível, não se deixar afetar por determinados encontros”. Investigar essa “masculinidade impermeável” dentro de um exercício de gênero foi sedutor para o ator, que atualmente está no ar em “Malhação: Toda Forma de Amar”.

Leia Também:  Glória Pires rebate seguidora que criticou Cleo: “Inveja mata”

Leia também: Keanu Reeves explica franquia “John Wick” em 60 segundos em vídeo bem-humorado

Almeida admite que “A Sombra do Pai” busca o contraponto entre essa feminilidade sensitiva e essa masculinidade refratária. A diretora acrescenta que o potencial alegórico do gênero é ideal para traduzir todo tipo de ansiedade.

Fonte: IG Gente
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Entretenimento

Rainha Elizabeth falta a reunião por causa da saúde e preocupa súditos

Publicado

source

Parece que as coisas não estão fáceis para a família real. Isso porque, de acordo com o canal de TV britânico BBC , a monarca não compareceu, pela primeira vez em 77 anos, a uma reunião anual com mulheres do condado de Norfolk.

Leia também: Rainha Elizabeth II sanciona Brexit e recebe aplausos dos conservadores

Rainha Elizabeth II arrow-options
Divulgação / Família Real / Twitter

Rainha Elizabeth II


Ainda de acordo com a imprensa local, o cancelamento da Rainha Elizabeth aconteceu apenas meia hora antes do compromisso e alegou problemas de saúde .

Aos 93 anos, a avó do Príncipe William e do Príncipe Harry se encontra, todos os anos, com mulheres filiadas à organização Women’s Institute de Norfolk desde 1943, quando ainda tinha 17 anos e não havia chegado ao trono.

Leia também: Príncipe Harry lamenta perda dos títulos: “Esperava ainda servir à Rainha”

Ainda de acordo com a BBC , 30 minutos antes da reunião começar, os assessores da famílai real avisaram que a Rainha não estaria presente por conta de sua saúde, justificando que ela não estava se sentindo bem, o que fez com que seus súditos ficassem procupados.

Leia Também:  Príncipe Harry cancela compromisso oficial e infla boatos sobre chegada do bebê

Leia também: Escândalos podem fazer príncipe Andrew perder proteção policial

Vale lembrar que os problemas da Rainha Elizabeth acontecem em meio à polêmica da abdicação do Príncipe Harry e da Duquesa Meghan Markle, que desistiram de suas funções e títulos reais.

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Entretenimento

Regina Duarte tem dívida de R$ 319 mil com a Lei Rouanet

Publicado

source

Prestes a decidir se ingressa no governo de Jair Bolsonaro como secretária de Cultura, Regina Duarte tem pendências que podem atrapalhar sua carreira política. Nesta sexta-feira (24), a Veja noticiou que a atriz da Globo deve R$ 319,6 mil por irregularidades com a Lei Rouanet, ponto em que o presidente sempre foi crítico, antes mesmo de assumir o cargo.

Leia também: Regina Duarte aceita “fase de teste” na Secretaria de Cultura

Regina Duarte arrow-options
Reprodução Instagram

Regina Duarte

Há algum tempo, uma empresa de Regina Duarte , chamada A Vida É Sonho Produções Artísticas, conseguiu três financiamentos com base na Lei Rouanet , que somaram 1,4 milhão de reais. 

Leia também: Regina Duarte ganhará bem menos como secretária da Cultura do que como atriz

A dívida de Regina tem a ver com um episódio de março de 2018, quando o Ministério da Cultura negou a prestação de contas de um dos projetos dela, a peça “Coração Bazar”, para qual a mesma captou R$ 321 mil com base na legislação.

Leia Também:  Após golpe de falsa babá, esposa de Erick Jacquin comenta sobre trauma

Com a decisão, cujo os detalhes são mantidos em sigilo, a atriz da Globo deve restituir R$ 319, 6 mil ao FNC – Fundo Nacional da Cultura.  De acordo com a revista, a dívida apenas não foi cobrada porque houve apresentação de um recurso. O filho da atriz André Duarte, sócio-administrador de A Vida É Sonho, informou que a prestação de contas foi reprovada porque houve um descuido: a falta de comprovantes de que o monólogo, em cartaz de 2004 a 2005, foi exibido sem a cobrança de ingressos, contrapartida do contrato.

Leia também: Zé de Abreu chama Bolsonaro de “mentecapto” e provoca Regina Duarte

Quanto aos outros dois projetos custeados pela Rouanet, um teve contas aprovadas e o outro ainda não foi analisado. Ao veículo, Regina Duarte alegou que fará “o que a Justiça determinar”.  

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana