conecte-se conosco


Geral

Festa de São Pedro terá procissão e concurso de maior comedor de peixe nesta quarta-feira em VG

Publicado

Tradicional festa acontece a partir das 8hs no distrito de Bonsucesso [Foto –Secom-VG]

Depois de três anos de espera devido à pandemia de covid-19, a tradicional Festa de São Pedro, no Distrito de Bonsucesso, será retomada nesta quarta-feira (29), em sua 41ª edição. A festa de santo começará às 8 horas com a procissão partindo da residência do Rei da Festa, seguida de café da manhã, missa na Igreja Divino Espírito Santo. No salão paroquial, ocorrerá o café da manhã e o almoço gratuito com mais de duas toneladas de peixe, apresentações culturais e feira de artesanato regional, como as redes de Limpo Grande. A expectativa é de que, em média, 10 mil pessoas prestigiem as comemorações em honra ao santo padroeiro dos pescadores.

As duas toneladas de peixes foram obtidas graças à parceria da comissão organizadora junto à Prefeitura de Várzea Grande, empresários, pescadores, entre outros. No local da peixada, haverá premiação de R$ 500 para a pessoa que comer a maior quantidade de peixe. Haverá ainda concurso de lambadão, com prêmio de R$ 300. A festa será animada com as apresentações do Corpo Musical da Polícia Militar, Sandrinho dos Teclados e bandas Signus, BigSom, Novo Som e ScortSom. A entrada é franca e, no dia do evento, haverá linhas especiais de ônibus partindo do Terminal de Integração André Maggi.

Programação

8h – Procissão saindo da residência do Rei da Festa, na Rua Joaquim leite de Magalhães, s/n, Bonsucesso

9h – Café da manhã no salão paroquial

10h – Missa na Igreja Divino Espírito Santo

12h às 14h – Almoço e apresentações culturais no salão paroquial

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Idoso é ‘fechado’ e capota Honda Civic na Avenida da FEB, em VG

Publicado

A Guarda Municipal interditou o local e controlou o fluxo de veículos na Av da FEB, local do acidente

Um idoso de 65 anos foi encaminhado às pressas para o Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande (PSM) após capotar o seu veculo, um Honda Civic, na Avenida da FEB, em Várzea Grande, na manhã deste sábdo, 11.

Segundo informações iniciais, ele seguia no sentido Várzea Grande – Cuiabá, quando foi fechado por um caminhão baú. Sem controle, o seu veículo, saiu da pista, bateu em um “gelo baiano” e capotou, ficando atravessado na pista.

A Guarda Municipal de Várzea Grande fez o atendimento imediato, bloqueou a pista e solicitou presença do Serviço de Atedimento Médico de Urgência (Samu), cujos paramédicos constataram que ele sofre do Mal de Parkinson, embora esse detalhe nada tenha a ver com o acidente. A Delegacia de Delitos de Trânsito esteve no local fazendo as perícias de praxe e o automóvel, até o momento desta reportagem, aguardava o guincho para a sua retirada.

Continue lendo

Geral

MP vai investigar fala sobre crime ambiental e homofobia em rodeio de MT; veja vídeo

Publicado

O Ministério Público informou que investigará a incitação a crime ambiental e homofobia durante um rodeio realizado pelo Circuito Nortão de Rodeio Bulls, em Marcelândia (700 km de Cuiabá), em uma apresentação de um palhaço conhecido como Estrelinha. A organização do evento diz que a fala do humorista não representa a opinião e os valores da empresa.

No vídeo, disponibilizado nas redes sociais para a transmissão do evento ao vivo pela internet, é possível ver o palhaço entrando na arena vestido de caçador, com uma espingarda de brinquedo em mãos. Nesse momento, ele pergunta para o locutor Pena Branca se ele sabia qual era a “maior alegria e a maior tristeza de um caçador”.

O apresentador responde que não. Então o palhaço diz: “A maior alegria do caçador é matar uma onça, tirar o couro e estender na sala da sua casa. E a maior tristeza é ter um filho ‘viado’ em casa e não poder matar’.

Depois disso, enquanto um trecho de música com letra homofóbica toca na arena, o palhaço “mata” uma pessoa vestida de onça.

Em nota à imprensa, o Circuito Nortão de Rodeio Bulls disse que a fala do profissional contratado para o evento não representa a opinião e os valores da empresa. “Para que episódios como esse não se repitam, comunicamos tanto com o profissional como todos os demais prestadores de serviço no evento nossa repulsa às falas, repreendendo-os que atitudes ou opiniões como essa não serão toleradas”.

A empresa pediu desculpas “a todos que tenham se sentiram ofendidos” e disse que “falas preconceituosas não têm mais lugar na nossa sociedade”.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana