conecte-se conosco


Esportes

Federação suspende Mbappé e investiga Neymar por agressão contra torcedor

Publicado


Neymar desce arquibancada
L’Equipe / Reprodução

Neymar agrediu torcedor ao subir nas arquibancadas para pegar medalha de vice-campeão

A Federação de Futebol da França (FFF) anunciou nesta sexta-feira (03) a decisão de punir o atacante Kylian Mbappé, do PSG, com três jogos de suspensão, além de confirmar a investigação contra Neymar pelo ocorrido na final da Copa da França.

Mbappé foi punido por conta de uma forte entrada em um jogador do Rennes , que custou sua expulsão na partida do último sábado (27). Já o caso de Neymar envolve o soco dado pelo brasileiro em um torcedor após o apito final, e sua punição será de três a oito jogos.

O PSG já conquistou o título do Campeonato Francês, mas ainda tem quatro jogos para disputar, contra Nice, Angers, Dijon e Reims. Nos três primeiros, a equipe terá o desfalque do atacante francês.

Leia também: Neymar avisou Marcelo que deseja jogar pelo Real Madrid, diz TV

Enquanto aguarda uma decisão da Comissão Disciplinar, Neymar tem o clube ao seu lado. O diretor de comunicação da equipe, Jean-Martial Ribes, afirmou que o clube não compreendeu a proporção que o gesto do atacante ganhou no Brasil, e colocou a culpa do ocorrido no torcedor agredido e na organização da final da Copa da França .

Leia Também:  Dunga revela que se arrependeu de ter feito as pazes com Alex Escobar

“O tipo de demonstração dessa pessoa não deveria ter sido permitido nessa área restrita. É um espaço dedicado a premiações, para celebrar os atletas das duas equipes finalistas pela Copa da França, não por ações verbais tão fortes contra nossos jogadores. Houve uma clara falta de segurança da organização. Essa pessoa passou dos limites. Vamos conversar com a FFF (Federação de Futebol Francesa) para bani-lo de todos os estádios na França”, disse o diretor sobre o caso de Neymar .

Fonte: IG Esportes
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

São Paulo goleia Chape e reencontra caminho das vitórias no Brasileirão

Publicado

Lance

Depois de mais de dois meses, o São Paulo reencontrou o caminho das vitórias no Brasileiro. Nesta segunda-feira, o Tricolor goleou a Chapecoense por 4 a 0, no Morumbi, pela 11ª rodada da competição. Um dos destaques foi o garoto Toró, que entrou no segundo tempo e deixou o dele. Antony, Raniel e Vitor Bueno ampliaram o marcador. Para relembrar, o último triunfo aconteceu contra o Fortaleza, no dia 12 de maio, ou seja, oito jogos sem vencer.

Torcedores do São Paulo arrow-options
Rubens Chiri/saopaulofc.net

Torcedores do São Paulo

Com o resultado, o Tricolor pega o elevador na tabela e vai para quinta posição, com 18 pontos. Por sua vez, o Índio Condá amargou a derrota e segue na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com oito pontos. Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo enfrenta o Fluminense, no sábado, às 19h, no Maracanã. No dia seguinte, a Chapecoense encara o Bahia, às 11h, na Arena Condá.

Faltou tranquilidade

Demorou a entrar no jogo, porém o São Paulo foi mais incisivo nos ataques. Um ponto interessante foi a boa movimentação de Antony e Igor Vinícius. Apesar disso, Alexandre Pato e Raniel desperdiçaram duas chances claras de gol e faltou cautela no último passe. Do outro lado, a Chapecoense teve apenas um oportunidade, com o artilheiro Everaldo, que parou no goleiro Volpi.

Leia Também:  Dunga revela que se arrependeu de ter feito as pazes com Alex Escobar

Meninos resolvem

O Tricolor começou a etapa final acelerado. Com isso, a coroação não demorou a vir. Aos três minutos, Everton, que entrou lugar de Pato, cruzou na área, e Antony aproveitou para apenas escorar e estufar as redes. Foi o primeiro gol do novato no Morumbi , terceiro como profissional. Logo em seguida, o atacante Toró, que também entrou na segunda etapa, avançou e arriscou de longe para balançar a rede.

Com pé direito!

Os donos da casa não tiveram pena do Índio Condá. Depois dos dois gols, o time catarinense sentiu, e isso refletiu na falha do zagueiro Gum. Com isso, o atacante Raniel roubou a bola, saiu na cara de Tiepo e empurrou para o gol. Foi o primeiro jogo do atleta como titular e o terceiro desde que chegou ao clube paulista.

Chave de ouro

Após sacramentar a vitória aos 10 do segundo tempo, a equipe paulista apenas administrou o resultado. Tímida, a Chape teve um gol anulado em cabeçada de Gum. Fora isso, não assustou. O Tricolor ainda teve tempo de marcar mais um, aos 45. Em bom cruzamento de Igor Vinícius, Vitor Bueno empurrou para o fundo da rede e selar a goleada.

Leia Também:  Mulher do goleiro Bruno desabafa após saída da prisão: “Parem de encher o saco”

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 4 x 0 CHAPECOENSE

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 22/07/2019, às 20h
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF) – Nota LANCE!: 6,5 – fez marcações corretas e não comprometeu o rendimento em campo.
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
VAR: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistente de VAR: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Gramado: Bom
Público / Renda: 35.558 / R$ 842.238,00
Cartões amarelos: Igor Vinícius (SAO), Alan Ruschel, Everaldo, Douglas (CHA)

Gols: Antony (3’/2°T), Toró (7’/2ºT), Raniel (10’/2ºT), Vitor Bueno (45’/2ºT).

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan (Everton; intervalo), Tchê Tchê e Hernanes; Antony, Alexandre Pato (Toró; intervalo) e Raniel (Vitor Bueno; 37’/2ºT).
Técnico: Cuca.

CHAPECOENSE
Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco (Régis; 40’/2ºT); Amaral e Márcio Araújo; Arthur Gomes, Camilo (Gustavo Campanharo; intervalo) e Renato Kayser (Alan Ruschel; 15’/2ºT); Everaldo.
Técnico: Ney Franco.

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Esportes

Justiça norte-americana não acusará Cristiano Ronaldo por estupro

Publicado

Cristiano Ronaldo arrow-options
Reprodução / Getty Images

Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo não será acusado criminalmente pela procuradoria do condado de Clark, no estado de Nevada, nos EUA, no caso do suposto estupro contra a americana Katrhyn Mayorga. Um comunicado feito pela procuradoria nesta segunda-feira (22) confirma a decisão.

Leia mais: Polícia perde provas de ex-modelo contra Cristiano Ronaldo, diz revista

“Com base na análise da informação atualmente disponível, as acusações contra Cristiano Ronaldo não podem ser provadas para além de dúvida razoável. Portanto, não será apresentada acusação”, diz o documento da procuradoria de Clark.

O comunicado também destaca que “provas em vídeo que mostravam a interação entre a vítima e o agressor, antes e depois do alegado crime, se perderam”.

Além disso, o documento também faz referência ao fato de Mayorga ter se recusado a identificar, em 2009 (ano do suposto estupro ), o agressor ou o lugar em que teria havido o crime: “Sem saber a identidade do agressor ou o local do crime, os detetives não puderam procurar provas forenses vitais”.

Leia Também:  Confira curiosidades sobre o Maracanã, estádio que já foi o “maior do mundo”

Leia mais: Técnico de Portugal defende CR7 em caso de estupro: “Acredito no que ele diz”

O caso

O suposto estupro teria acontecido no hotel Palms , na cidade de Las Vegas , em 12 de junho de 2009. No ano passado, Mayorga  entrou com processo contra Cristiano Ronaldo na Justiça do Condado de Clark. Também em 2018, a revista alemã “Der Spiegel” publicou uma entrevista com a suposta vítima, na qual ela argumentava que teria ficado em silêncio sobre o caso em função de um documento que teria assinado, prometendo não divulgar a história.

No processo, Mayorga conta que estava no local do suposto crime com Cristiano Ronaldo e outras amigas. Em dado momento, quando a americana trocava de roupa para entrar em uma jacuzzi, Cristiano Ronaldo a teria atacado e a estuprado.

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana