conecte-se conosco


Curiosidades

Famosa por acertos sobre atentado nos EUA e Brexit, vidente “previu” coronavírus

Publicado

Vidente arrow-options
Reprodução

Vanga, que morreu em 1996, era considerada a “Nostradamus dos Bálcãs”

Morta em 1996, aos 84 anos, a vidente búlgara Baba Vanga ficou conhecida no mundo como a “Nostradamus dos Bálcãs” após fazer previsões corretas sobre os atentados terroristas de 11 de setembro nos EUA e em relação ao Brexit. Agora, quase 15 anos após sua morte, uma previsão foi revelada por uma de suas seguidoras e tem relação com o novo coronavírus.

Leia também: Coronavírus: comitiva de Bolsonaro que foi aos EUA tem mais quatro confirmações

Segundo informações do jornal britânico Daily Star, foi Neshka Stefanova Robeva, de 73 anos, ex-treinadora da equipe de ginástica rítmica da Bulgária, quem divulgou maiores detalhes sobre a previsão da vidente . Em conversa com Vanga ainda em 1996, ela foi alertada: “o Corona estará sobre todos nós”.

Em postagem nas redes sociais, Robeva lembrou: “Tia Vanga previu isso quando estive com ela e não consegui entender exatamente o que essas palavras queriam dizer naquele momento. Só agora eu percebi que ela falava da gripe vinda da China . Espero que ela vá embora sem maiores problemas”.

Ainda de acordo com a publicação, a dúvida pode ter acontecido porque a palavra ” Corona “, em búlgaro, quer dizer tutela e é comumente associada com a influência da Rússia no país. Assim, ela inicialmente imaginou que a previsão tratava de um possível aumento deste poderio russo sobre os búlgaros, e não a uma doença.

Leia também: Doria critica Bolsonaro por manifestações: “atitude imprópria e inoportuna”

Além da fala sobre o coronavírus, a vidente também fez duas previsões sobre os líderes Vladimir Putin e Donald Trump. Segundo ela, 2020 será um ano complicado para os dois: enquanto o russo pode sofrer um atentado dentro do Kremlin, o norte-americano terá um tumor cerebral que poderá matá-lo.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Curiosidades

Enfermeira de 21 anos faz testamento caso morra por coronavírus

Publicado


source
enfermeira arrow-options
Kate O’Flaherty/Instagram

Kate O’Flaherty, de Dublin, Irlanda, escondeu o testamento no quarto e disse ao namorado onde encontrar, caso ela contraia a Covid-19 enquanto ajuda pacientes


Uma jovem enfermeira, de 21 anos, e que atua na linha de frente à Covid-19 , contou porque escreveu seu testamento: ela teme que possa morrer pela doença. Além disso, a irlandesa Kate O’Flaherty disse ao namorado onde encontrar o documento, caso fique doente.

Em uma carta aberta numa rede social, a jovem disse: “Se você está achando difícil se colocar no lugar dos profissionais de saúde agora, vou tentar o meu melhor para ilustrá-lo: escrevi meu testamento outro dia.” 

“Na mesma época, no ano passado, as enfermeiras estavam em greve, sem sucesso. Este ano, estamos sendo considerados heróis .”

Ansiosa, Kate acrescentou: “Não queremos que você nos chame de seus heróis. Não queremos que você bata palmas para nós. Queremos que você lute conosco, para garantir que enfermeiros, estudantes de enfermagem e qualquer outra pessoa em uma profissão de enfermagem receba o tratamento e o pagamento que eles merecem”, afirmou. 

Para validar o documento, a enfermeira vai precisar esperar o fim da quarentena, quando duas testemunhas vão poder assinar o testamento. 

Os usuários da rede social compartilharam seu apoio à enfermeira. O gesto de empatia aconteceu apenas alguns dias depois que duas jovens enfermeiras morreram após contrair o vírus, enquanto cuidavam de pessoas contaminadas.

Atualmente, na Irlanda, existem 51.608 casos confirmados de coronavírus e o total de óbitos ultrapassou 5.000.


Continue lendo

Curiosidades

Covid-19: Jacarés passeiam em ruas vazias nos EUA, veja o vídeo

Publicado


source

Ver essa foto no Instagram

Nature reclaiming Myrtle Beach…

Uma publicação compartilhada por Clifford Sosis (@whatisitliketobeaphilosopher) em 1 de Abr, 2020 às 1:04 PDT


Era para as ruas das cidades costeiras da Carolina do Sul (EUA) estarem lotadas, principalmente por quem desfruta das férias de primavera (período de férias escolares mais curtas que ocorre no final do inverno nos EUA). Mas, devido ao isolamento social causado pela pandemia de coronavírus, os resorts estão desertos: sem visitantes e com as pessoas dentro de casa.

No entanto, um grupo bem peculiar está se aproveitando da situação: 
os jacarés , ou alligators, como são conhecidos os jacarés americanos.

Um morador de Myrtle Beach, identificado como Clifford Sosis, postou um vídeo mostrando um jacaré passeando silenciosamente por uma área da cidade na semana passada.

jacaré arrow-options
Reprodução/Instagram

Jacaré passeia tranquilamente em rua esvaziada pelo isolamento social


“Parece que a natureza já está começando a recuperar aquele pedacinho de Myrtle Beach”, escreveu Clifford na postagem. “Este jacaré está andando por um shopping que deveria estar lotado”, acrescentou.

De acordo com o site do jornal local “The State”, répteis também foram vistos por moradores de outras partes de Myrtle Beach e de outras cidades do estado.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana