conecte-se conosco


Mato Grosso

Famílias carentes da Associação Boas Novas são atendidas com doações

Publicado


.

Cerca de 300 famílias carentes atendidas pela Associação de Promoção Humana e Social “Grupo Boas Novas”, do Residencial Ilza Therezinha Picoli Pagot, receberam doações de cestas básicas e cobertores nesta sexta-feira (07.08). 

A iniciativa faz parte da campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus” e do programa “Aconchego”, ações lideradas voluntariamente pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, e executadas pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

Representando a titular da pasta, Rosamaria Carvalho, a secretária-adjunta de Cidadania da Setasc, Rosi Porcionato, foi responsável pelas distribuições dos mantimentos. Ela enfatizou a importância da ação social para as famílias em situação de vulnerabilidade, consideradas as mais atingidas pela pandemia.

“Estamos realizando doações para que não falte comida na mesa das famílias que passam adversidades. Buscamos ajuda e solidariedade de todos para garantir dignidade humana e segurança alimentar dessas pessoas”, pontuou.

De acordo com o presidente da Associação, Celso Marcos, a iniciativa contempla moradores dos bairros Jonas Pinheiro, Jamil Nadaf, Terra Prometida e Jardim Diamante. 

“O momento é extremamente delicado, principalmente, para os que trabalham de maneira informal, como é o caso dos que estão aqui. Agradeço ao governador, à primeira-dama e à Setasc, que são parceiros já de longa data e sempre estão prontos para nos ajudar”, afirmou.

A venezuelana Oscari Rodrigues, 22 anos, recebeu cesta básica e cobertor. Ela relatou que ficou desempregada com a chegada da pandemia e devido a isso tem passado dificuldades. “Agradeço pelo alimento. As coisas não estão fáceis. Essa cesta vai ajudar na alimentação da minha família”, disse.

A haitiana Alcine Vierginie, 35 anos, moradora do assentamento Terra Prometida, também comemorou no momento das entregas. “Há seis meses estou sem trabalhar. Agradeço muito por essa ajuda que vocês estão nos dando, é muito bem-vinda”.

Mais entregas

Os moradores do bairro São João Del Rei e do Novo Paraíso II, em Cuiabá, também foram beneficiados com 150 cestas básicas da campanha “Vem Ser Mais Solidário” e cobertores do programa “Aconchego”. As entregas foram realizadas pelo secretário-adjunto de Assuntos Comunitários da Setasc, Édio Martins, e o assessor especial da Setasc, Thiago Campelo.

O presidente do bairro São João Del Rei, Silvano Cruz, elogiou o compromisso do Estado com os moradores da região.  “O Governo sempre está atuando de uma forma especial com a nossa região, é a segunda vez que nos atende com doações. Agradeço muito por essa parceria”, manifestou.

Lucinda da Luz, 55 anos, uma das beneficiadas do bairro Novo Paraíso II, disse ser agraciada por receber a cesta e cobertor. “Essa ajuda que vocês trouxeram é muita boa. Nem sei como agradecer”, comentou.

A representante da “Casa de Oração para Todos os Povos” do bairro Novo Paraíso II, Geny Solange da Luz, e responsável pela articulação das entregas com o Governo, agradeceu as doações. “Aqui existe muita carência de alimento, principalmente neste momento. Agradeço a primeira-dama e a Setasc por essa vontade de ajudar quem realmente precisa”.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Escola Estadual realiza concursos de cartazes e distribui mudas de ipê para alunos

Publicado


O dia da árvore não passou em branco na Escola Estadual Filogônio Correa, no Distrito de Nossa Senhora da Guia, em Cuiabá. Alunos e professores realizaram o 1º Concurso de Cartazes com o tema: preservar o meio ambiente é preservar a vida. Em parceria com a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), foram distribuídas 80 mudas de ipês, árvore nativa do cerrado, aos alunos que realizaram os trabalhos – bastava fazer a inscrição de seus cartazes para levar a planta. A ação ocorreu neste sábado de manhã e contou com o distanciamento social.

Conforme a diretora Joelma Adriana Teixeira, houve respeito às normas de segurança com os alunos passando na escola para a entrega dos cartazes e recebendo a muda de ipê. “Foi marcado o horário das 7h30 as 11h30 para entrega dos trabalhos. O resultado foi divulgado pelo Facebook da escola ao vivo. Com isso, evitamos aglomeração”, salienta. Foram premiadas oito categorias, com aluno e professor ganhando um prêmio surpresa além de muda de Ipê.

A avaliação dos trabalhos foi realizada por três convidados especiais -, a assessora pedagógica Rosangela Roquete, a professora de artes Sonia Cristina de Jesus Gama e o engenheiro agrônomo, extencionista rural do escritório metropolitano da Empaer, Lucas Stevão da Silva Freire. Foram premiados dois trabalhos por categoria, com alunos e seus professores conselheiros.

A diretora destaca que a proposta do concurso é fazer com que os alunos e seus familiares identifiquem quais os problemas ambientais estão destruindo a natureza. Para reverter, é preciso mudar o comportamento e ter conscientização da população sobre o papel de cada um para termos um ambiente saudável e justo para todos.

“O resultado foi excelente, pois superou nossas expectativas, por se tratar de trabalho não presencial. Usamos a tecnologia para a divulgação e, com isso, evitamos aglomeração”, comemora.

A ação ambiental fez parte das comemorações ao dia da árvore, celebrado no 21 de setembro, valeu como sábado letivo do calendário escolar de setembro e também como atividades complementares das aulas não presenciais planejadas no Plano Pedagógico Estratégico de Atendimento Escolar (PPEAE) da unidade escolar.

Confira os alunos e professores premiados

Aluna do 4° A: Bianca Eduarda Leal.

Professora: Sirlene Angela da Silva

Aluna do 6° ano A: Hillary Silva.

Professor:

Gildo Rodrigues Teixeira

Aluno do 8° ano C. Davi Wasmiiller.

Professor: Edinei Valentim Neves Santos

Aluna do 9°ano B. Alessandra Rosinha.

Professor: Gildo Rodrigues Teixeira

Aluna do 3° ano B. E.M Regular: Jéssica Anunciação.

Professora: Paula Valéria de Carvalho Brito;

Aluna do 1°ano A E.M Regular: Geovana Cristina M. Fernandes.

Professor: Adnilson Augusto Da Silva Pinto;

Aluna do 1° ano E.M Campo: Kamile da Silva Santiago.

Professora: Shirley Marques de Souza.

Aluna do 3° ano E.M Campo: Ana Beatriz da Silva Costa.

Professor: José Pedro da Costa.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Ministro destaca que produção de alimentos em MT é a mais ecológica do mundo

Publicado


O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que a produção de alimentos de Mato Grosso é muito mais ecológica e sustentável se comparada com a produção desenvolvida em outros países.   

A afirmação foi dada na manhã desta segunda-feira (28.09), durante o evento que oficializou a adesão de Mato Grosso ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Governo Federal.

“Nosso país tem a maior cobertura vegetal do mundo. Nosso país tem a maior cobertura florestal do mundo. A produção de Mato Grosso é a produção que, comparada com os nossos competidores internacionais, usa o menor volume de substâncias químicas”, destacou Lorenzoni.

Mato Grosso é um dos principais produtores de alimentos do mundo e, apesar disso, mantém pelo menos 62% de seu território totalmente preservado. No Brasil, é o Estado com a maior produção de soja, milho, algodão e também de carne bovina, contando com o maior rebanho bovino do país.

O estado também despontou no ranking dos principais exportadores do país. Subiu da 6ª posição em 2019 para a 4ª em 2020 (janeiro a maio), com U$$ 7,7 bilhões exportados, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A exportação mato-grossense representa no momento 9,1% das exportações totais do Brasil.

“Nós temos o boi mais ‘verde’ do mundo. O boi criado em outras áreas do mundo compete com a alimentação humana. Aqui o boi se alimenta de pasto, ele é completamente ecológico”, ressaltou o ministro.

Lorenzoni ainda destacou que o Governo Federal tem auxiliado o Governo de Mato Grosso a combater os incêndios florestais no Pantanal. O fato foi reforçado pelo governador Mauro Mendes.

“Começamos as operações no Pantanal em julho. Desde o primeiro momento que entramos, a Marinha e o Exército sempre estiveram presentes ao nosso lado. Em março, quando lançamos o Plano de Ação Contra o Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais, as forças armadas estiveram juntas na Operação Verde Brasil 2”, disse o governador, pontuando que a união de esforços ajudou o Governo do Estado a manter 80% do pantanal preservado.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana