conecte-se conosco


Geral

Falso médico que atuou em MT é denunciado pelo MPF por exercício ilegal da profissão

Publicado

Denunciado apresentou diploma falso de universidade boliviana para revalidação no Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou Aldione Souza Cordovil pelo exercício ilegal da medicina, além da falsificação de documentos públicos, uso de documentos falsos e fraude processual. Ele apresentou diploma de medicina e certificações falsos, supostamente emitidos por instituição da Bolívia, para obter a revalidação no Brasil, junto à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Universidades brasileiras e inquéritos policiais têm identificado fraudes semelhantes envolvendo diplomas de medicina falsos de universidades bolivianas.

Com a revalidação do suposto diploma, Aldione Cordovil inscreveu-se como médico nos Conselhos Regionais de Medicina do Amazonas e do Mato Grosso (CRM/AM e CRM/MT). Ele praticou a profissão ilegalmente por quase nove anos, de abril de 2009 a fevereiro de 2018, em cidades do AM e MT, inclusive integrando o Programa de Saúde da Família (PSF) e em prefeituras municipais e outros órgãos públicos.

De acordo com a denúncia do MPF, sem a devida comprovação de preparação acadêmica, “ele colocou em risco a saúde, a integridade física e até mesmo a vida de quem, incauto, com ele se consultou desde então”. O MPF destaca também que, diante de questionamento quanto à equivalência do suposto diploma estrangeiro com o curso de medicina da UFRN, o falso médico prestou prova cognitiva em que foi reprovado. Ele acertou, de um total de 40 questões em cada área, apenas nove perguntas de Clínica Médica; sete de Clínica Cirúrgica; 15 de Saúde Coletiva; oito de Pediatria/Puericultura e 12 de Ginecologia/Obstetrícia.

Após o procedimento de sindicância na UFRN reconhecer a fraude, em 2019, o denunciado apresentou novos documentos falsos à universidade e à apuração criminal em andamento na Polícia Federal, supostamente emitidos pela Universidad Tecnica Privada Cosmos (UNITEPC), da Bolívia, que atestariam a validade de seu diploma. A instituição boliviana, porém, confirmou que o denunciado nunca esteve matriculado no seu quadro de alunos e que não emitiu diploma de graduação em medicina no seu nome.

Assim, o MPF afirma que “mesmo após descoberta a sua fraude e suspensas suas inscrições nos referidos Conselhos Regionais de Medicina, o denunciado insistiu na tentativa de exercício irregular da profissão, enganando a população”.

O MPF também requereu medida cautelar para que o denunciado seja proibido de exercer a medicina enquanto durar o processo. A Ação Penal tramita na 14a Vara da Justiça Federal no RN sob o nº 0804397-44.2022.4.05.8400.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Mauro Mendes constrói sexta ponte entre Cuiabá e Várzea Grande e inicia via de acesso para nova obra

Publicado

As obras serão realizadas em uma extensão de 3,29 km e não foram projetadas em gestões anteriores [Foto – Christiano Antonucci]

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) iniciou as obras de implantação do acesso à nova ponte sobre o Rio Cuiabá, construída entre os bairros Parque Atalaia, em Cuiabá, e Parque do Lago, em Várzea Grande.

As obras serão realizadas em uma extensão de 3,29 quilômetros, ligando o final da Avenida P, a principal do Bairro Atalaia, até a ponte sobre o Rio Cuiabá. Do lado de Várzea Grande, será criada uma alça para dar acesso tanto à Alameda Júlio Muller, quanto à Avenida São Gonçalo, no bairro Parque do Lago.

O secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, lembra que o acesso até a ponte não foi previsto pelas gestões anteriores, que iniciaram o projeto de construção da estrutura.

“As obras viárias para chegar até a ponte não foram projetadas. Sem o acesso, essa ponte ficaria suspensa no ar, sem utilidade nenhuma. Isso é um desrespeito com o dinheiro público, projetar, licitar e começar a construir uma ponte sem o sistema viário de acesso”, afirmou.

A implantação do acesso à nova ponte está orçada em R$ 22,3 milhões e começou após a conclusão do processo de desapropriação, também não previsto anteriormente. No momento, estão sendo finalizados os serviços de limpeza do trajeto e iniciadas as obras de drenagem.

A nova ponte sobre o Rio Cuiabá foi licitada em 2013 e lançada em 2018, mas efetivamente construída a partir de 2019. Com 390 metros de extensão, a ponte no Parque Atalaia está praticamente concluída, restando apenas a execução de serviços de acabamento.

Esta nova estrutura vai criar um sexto acesso entre as duas maiores cidades de Mato Grosso. A obra irá beneficiar toda a região do Parque Cuiabá e também do Grande Cristo Rei, além de ajudar a desafogar o trânsito nas outras pontes sobre o Rio Cuiabá.

 

Continue lendo

Geral

Cuiabá convoca aprovados em seletivo para os cargos de professor, TNE e TMIE-ASG

Publicado

Os convocados devem comparecer na Secretaria Municipal de Educação nesta quinta-feira, às 14h, para apresentação de documento e atribuição

A Prefeitura de Cuiabá publica, nesta quarta-feira (29) os editais de convocação de 10 candidatos aprovados no Processo Seletivo Simplificado Emergencial para os cargos de Professor Pedagogo, Técnico em Nutrição Escolar (TNE) e Técnico em Manutenção e Infraestrutura – Auxiliar de Serviços Gerais (TMIE-ASG).

Os convocados devem comparecer na Secretaria Municipal de Educação quinta-feira (30), às 14h, conforme especificado nos Editais, para apresentação de documentos e atribuição.

Os candidatos convocados que não comparecerem no dia e horário previstos ou não entregarem toda a documentação exigida serão eliminados, pois não haverá segunda chamada. Nesse caso, será convocado o classificado na sequência.

Os documentos que devem ser apresentados e entregues (originais e/ou cópias), de acordo com os Editais são: RG, CPF, Título de Eleitor, PIS ou PASEP, Certificado de Reservista, Conta Corrente no Banco do Brasil (caso houver), comprovante de residência, diploma ou certificado de conclusão de curso, acompanhado do Histórico Escolar (do Ensino Médio), exame admissional e certidões negativas.

Os candidatos aprovados atuarão em unidades educacionais da rede pública municipal de ensino em substituição de servidores efetivos, a fim de atender à necessidade temporária de excepcional interesse público.

Os editais de convocação se referem ao Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária imediata e formação de cadastro de reserva, Nº 002/2022/GS/SME, publicado na Gazeta Municipal Suplementar 329, de 25/02/2022.

O certame foi realizado este ano, por meio de avaliação de títulos, de forma emergencial, para preencher 665 vagas nas funções de Instrutor de Libras, Intérprete de Libras, Técnico em Desenvolvimento Infantil (TDI), Técnico em Nutrição Escolar (TNE), Técnico em Manutenção e Infraestrutura – Auxiliar de Serviços Gerais (TMIE-ASG), Professor de Ensino Fundamental, Professor com Especialização em Atendimento Educacional Especializado e/ou Educação Especial.

Em 13 convocações a Secretaria Municipal de Educação já chamou 509 candidatos aprovados.

Confira os Editais de Convocação em www.cuiaba.mt.gov.br

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana