conecte-se conosco


Internacional

Facebook quer auditoria externa sobre relatório de revisão de conteúdo

Publicado


.

O Facebook convidará especialistas externos para auditar de forma independente seu relatório trimestral sobre as métricas usadas para remover conteúdo de sua plataforma, afirmou a rede social nesta terça-feira (11), ao divulgar o sexto relatório.

Introduzido em 2018, o Relatório de Aplicação dos Padrões da Comunidade do Facebook fornece detalhes sobre o conteúdo removido em seus aplicativos por violações de políticas, incluindo violência, suicídio e discurso de ódio.

A empresa disse que dependeu mais da tecnologia de automação para revisar o conteúdo entre abril e junho, já que tinha menos moderadores nos escritórios devido à pandemia da covid-19.

Isso resultou na empresa tomando menos medidas em relação a conteúdo sobre suicídio, automutilação, nudez infantil e exploração sexual em suas plataformas, disse o Facebook em publicação em seu blog.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Três são presos por vender carne de leopardo prometendo curar a asma

Publicado


source
leopardo
Pixabay/Creative Commons

Caçadores cortaram a cabeça do leopardo


No Sri Lanka, três pessoas foram presas nesta sexta-feira (25) acusadas de criarem armadilhas e matarem um  leopardo para vender a sua carne como promessa de curar a asma. Os leopardos estão em extinção e a caça dessa espécie é punida com cinco anos de prisão no país.


Segundo a polícia local, existe uma crença popular de que a carne do animal tem propriedades que curam a asma . Os criminosos chegaram a matar um animal cortando a sua cabeça. O corpo foi levado para vender a sua carne e a pele. 

A quadrilha foi presa pela polícia de Udubumbara, foram apreendidos 17 kg de carne de leopardo com os três suspeitos. 

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Kim Jong-un pede desculpas e diz que assassinato de sul-coreano foi “vergonhoso”

Publicado


source
Kim Jong-un (à esquerda) e Moon Jae-in (à direita).
Reprodução/NDTV

Kim Jong-un (à esquerda) e Moon Jae-in (à direita).

Nesta sexta-feira (25), o gabinete da presidência da Coreia do Sul informou que o líder norte-coreano Kim Jong-un pediu desculpas pelo assassinato de um cidadão do Sul pelos militares do Norte .

O pedido de desculpas por parte da Coreia do Norte não é uma atitude comum e veio um dia após a Coreia do Sul pedir esclarecimentos ao país vizinho sobre o assassinato de um sul-coreano que havia desaparecido na segunda-feira (21).

O cidadão estava a bordo de um barco de patrulha perto da ilha de Yeonpyeong, que fica a 1,5 km da fronteira marítima com a Coreia do Norte . Ele foi morto a tiros e teve o corpo incendiado.

Segundo a agência de notícias Yonhap, Kim Jong-un disse que o ocorrido foi “vergonhoso” e que sente muito por “decepcionar o presidente Moon Jae-in e os sul-coreanos”.

O líder norte-coreano também informou que os soldados atiraram quase dez vezes contra o homem que tentou entrar de forma ilegal nas águas da Coreia do Norte e não quis se identificar.

Depois dos disparos, os militares encontraram somente o barco com sangue, mas sem o cidadão baleado . Seguindo orientações para evitar o contágio do novo coronavírus (Sars-Cov-2), o objeto foi queimado.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana