conecte-se conosco


Entretenimento

Fábio Porchat não quer lacração em seu novo programa no GNT

Publicado

source

Fábio Porchat está de casa e programa novo. Após migrar da Record para a GNT , o humorista estreia nesta terça-feira (6), às 22h30, o “Que História é Essa, Porchat?”, sua mais nova atração. Porém, quem pensa que ele fará novamente um talk show, o próprio explica melhor como será em entrevista exclusiva ao iG

Leia também: Após deixar a Record, Fábio Porchat assume talk show interativo no GNT

Fábio Porchat arrow-options
Divulgação/GNT

Fábio Porchat ganha novo programa no GNT com formato diferenciado

“É um talk show? É um game show? Não. Sabe, estamos com bastante talk shows no momento, o que é ótimo, mas o formato satura um pouco”, diz o apresentador. “Será um programa onde anônimos e famosos contam as suas melhores histórias. Todo mundo tem uma boa história pra contar para impressionar as pessoas, ou para colocar em uma mesa de bar ou no almoço de família”, explica Fábio Porchat .

“Nos talk shows está todo mundo dando opinião sobre tudo. Todo mundo lacrando. Lacra na rede social. Lacra nos programas de TV, em tudo quanto é canto e eu queria um programa que não tivesse lacração”, define o apresentador em conversa por telefone. “Não quero saber como o convidado começou ou o que está fazendo. Eu só quero ouvir a sua melhor história”, conta ele.

Leia também: “Meu maior medo é ficar um velho sem graça”, revela Fábio Porchat

Leia Também:  Nicki Minaj cancela show na Arábia Saudita em apoio a minorias discriminadas

Com produção do Porta dos Fundos e exibição semanal às terças, o programa apresentará um cenário de 360º e terá três convidados por vez. “Enquanto os rostos conhecidos ficam em cadeiras no centro, os anônimos eu busco na plateia. Depois de ouvir os famosos, eu vou para o meio do público para ouvi-los”, fala o apresentador que diz não sentir diferença entre fazer TV e internet: “É a mesma coisa. São apenas plataformas diferentes”.

Dos convidados que estarão na primeira temporada, ele adianta os que renderam as melhores risadas: “Tem muita gente que eu já era amigo e fiz questão de ter no programa, como a Dani Calabresa que é uma das pessoas mais engraçadas do mundo. Ela foi um exigência minha. O Lúcio Mauro Filho também, é um contador de história brilhante”.

Fábio Porchat arrow-options
Divulgação/GNT

Fábio Porchat quer ouvir história interessantes em novo programa


E, não foram só os “chegados” de Porchat que deram as caras no programa. “Teve pessoas que eu não tinha nenhuma intimidade como a Cláudia Raia e a Regina Casé, por exemplo, e arrasaram”, revela antes de responder qual seria o convidado dos sonhos: “Amaria ter o Faustão. Imagine as histórias que ele iria contar?”.

Segundo o apresentador, outro ponto positivo do programa é a liberdade de poder falar o que quiser, sem restrições. Em 2018, Porchat encerrou contrato com a Record um ano antes do previsto. “A GNT é bem cabeça aberta nesse sentido, então terá de tudo um pouco. Posso falar de sexo, palavrão, o que quiser”, conta.

Leia Também:  Spike Lee, volta de “Lucifer” e série do criador de “Revenge” em maio na Netflix

Humor que preocupa

Quando o assunto é política , o humorista muda o tom: “O Brasil sempre foi o país da piada pronta, como diria José Simão. Mas, o humor é sempre do contra. Contra tudo isso o que está acontecendo ai [no governo]”, diz ele. “É lógico que algumas piadas que surgem ultimamente na política são piadas de mau gosto e a gente acaba fazendo piada com tudo, como sempre fiz. Eu fazia piada com o Lula e com a Dilma, assim como faço com o Bolsonaro”.

Porém, para Porchat essas piadas representam preocupações: “A gente passa por um momento político turbulento. O país está dividido e temos um governo ideológico no poder que acredita que tudo o que é contra eles é de esquerda ou comunista. Também cria notícias, vai contra dados, não tem muita lógica. Então, temos que estar sempre atentos para impedir que coisas como a democracia seja ameaçada”.

Leia também: Fabio Porchat na Globo? Humorista faz graça com boatos: “Que história é essa?”

Falando em divisão por causa de política, o apresentador é questionado se coleciona inimigos ideológicos. “Olha, não tenho nenhum inimigo. Me dou bem com todo mundo. No Porta [dos Fundos] temos gente de esquerda e de direita. Então, por enquanto ainda não fiz inimizade nenhuma”, finaliza.

Fonte: IG Gente
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Entretenimento

Cara de uma focinho da outra? Gillian Anderson surge como Thatcher em The Crown

Publicado

source

Os fãs de “ The Crown ” aguardam ansiosos a estreia da terceira temporada da série, que chega em 19 de novembro na Netflix . Enquanto isso, a produção do quarto ano já está a todo vapor, e contará com Gillian Anderson no papel da primeira-ministra Margaret Thatcher. A atriz foi fotografada filmando cenas como a personagem e impressionou pela semelhança com a política.

Leia também: Netflix escolhe atriz que viverá a Princesa Diana em “The Crown”

gillian anderson arrow-options
Reprodução

Gillian Anderson como Thatcher em “The Crown”

Nas fotos, divulgadas pelo The Mirror , ela aparece de peruca em um iate, com um vestido azul, o favorito de Tatcher. Gillian Anderson , porém, não estará nos episódios lançados em novembro. Esse ano, porém, mostra a mudança de atrizes no papel da Rainha Elizabeth.

Leia também: Atriz fala sobre interpretar Rainha Elizabeth II: “Pior trabalho do mundo”

the crown arrow-options
Reprodução

Olivia Colman como Rainha Elizabeth em “The Crown”

Interpretada por Claire Foy nos dois primeiros anos, a monarca agora será vivida por Olivia Colman, vencedora do Oscar 2019 por “A Favorita”. Já Matt Smith dará lugar a Tobia Menzies e a personagem de Vanessa Kirby será feita por helena Bonham Carter.

Leia Também:  Anitta e Pedro Scooby estão “dando um tempo”

Leia também: Novo teaser do 3º ano de “The Crown” introduz Olivia Colman como Elizabeth II

arquivo x arrow-options
Reprodução

Gillian Anderson é conhecida por seu papel em “Arquivo X”

Enquanto não aparece na produção sobre a Família Real britânica, Gillian Anderson deve voltar ao papel de Jean na série “Sex Education”, também na Netflix.

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Entretenimento

RuPaul’s Drag Race mal estreou no Reino Unido e já tem polêmicas no 1º episódio

Publicado

source

Senhoras e senhores, liguem seus motores, porque o reality mais glamuroso da TV estreou sua primeira temporada no Reino Unido e já de cara surpreendeu seus fãs. Com 10 rainhas incríveis lutando pelo título de primeira Drag Superstar do Reino Unido, a ganhadora de RuPaul’s Drag Race UK não levará para casa os 100 mil dólares, como de costume.

Ru Paul's Drag Race arrow-options
Divulgação/BBC

Ru Paul’s Drag Race UK


Leia também: Revolucionário, Rupaul colocou a cultura queer no streaming

Por mais que tenha sido dito muitas vezes que drag “nunca será mainstream”, o programa se tornou um fenômeno internacional, recebendo 23 indicações ao Emmy Award com três vitórias consecutivas para Rupaul como “Melhor Apresentador” e fez história quando se tornou o primeiro programa a ganhar o Emmy de Melhor Reality de Competição e Melhor Apresentador no mesmo ano. Histórico, pois é!

Desde 2009, quando o programa lançou, mais de 100 rainhas icônicas já lutaram pelo título e nos encantaram com seu carisma, originalidade, coragem e talento.


Leia também: Pabllo Vittar é capa de revista LGBT britânica: “uma anomalia maravilhosa’

Na versão americana, que conta com 11 temporadas até agora, a vencedora leva um prêmio em dinheiro (atualmente 100 mil dólares), uma coroa e um cetro, provimento de maquiagens por um ano, além de oportunidades de trabalho com grandes nomes. A novidade é que, a vencedora do Reino Unido não ganhará a quantia em dinheiro, apenas a coroa e gravará uma série pela World Of Wonder em Hollywood.

Os prêmios para as vencedoras dos desafios semanais, também estão diferentes, nessas 11 temporadas vimos nossas musas ganharem viagens luxuosas, jóias, vestidos de alta costura sob medida e tantos outros luxos, porém, no Reino Unido , a cada vitória as competidoras recebem apenas um broche.

Leia também: Drag queen viraliza ao assumir visual de Lady Gaga em “Nasce Uma Estrela”

Ru Paul's Drag Race arrow-options
Reprodução/Instagram

Ru Paul’s Drag Race


Esse corte de gastos não significa que Mama Ru passe por dificuldades, muito pelo contrário, a celebridade vive dias de glória. O motivo da falta de prêmios é que o Drag Race será transmitido pela BBC, que é uma estatal, e pelas legislação britânica, é vedado o fechamento de patrocínios ou prêmios em dinheiro em qualquer programa, o que não é um problema para nossas rainhas, que continuam batalhando com determinação pela coroa.

Leia Também:  Com fama de “mal-humorada”, Princesa Charlotte ganha apelido na escola

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana