conecte-se conosco


Política MT

Fabinho elogia gestão de Lucimar, vê quadro sucessório indefinido e sinaliza desejo em disputar a prefeitura em VG

Publicado


Presidente da Câmara ainda não definiu se buscará a reeleição ou tentará a majoritária [F- reprodução TV Cuiabá]

O presidente da Câmara de Vereadores de Várzea Grande, Fábio Tardin (DEM), vê atualmente um quadro nivelado entre os pretensos candidatos a prefeito da cidade nas eleições de 2020. Segundo ele, se pudesse disputar a reeleição, a prefeita Lucimar Sacre de Campos garantiria mais um mandato no município.

“O quadro está nivelado e a prefeita não pode ser reeleita. Se pudesse ser candidata, com a aprovação que tem, seria reeleita, com certeza, até por conta do excelente trabalho que vem fazendo na cidade”, disse. Tardin foi o entrevistado do programa Comando Geral, da TV Cuiabá, 47.1, ancorado pelo jornalista Maksuês Leite.

Conforme Tardin, vários pré-candidatos já demonstraram interesse na disputa, entre eles, o vereador Chico Curvo, o vice-prefeito José Aderson Hazama, Kalil Baracat, o secretário Silvio Fidelis, empresário Flávio Vargas e o coronel Zilmar. “O quadro está se desenhando em Várzea Grande, mas ainda é cedo para falar em nomes”, disse.

O presidente da Câmara de Vereadores também falou na possibilidade de uma candidatura, pela oposição, do ex-vereador Wallace Guimarães. “Uma pesquisa recente colocou o ex-prefeito em boa situação, por conta disso, qualquer um fica assanhado. Não vi a pesquisa, escutei na rádio peão. Mas não podemos desprezar o dr. Wallace, já foi deputado, vereador, presidente da Câmara e prefeito. Está habilitado para a disputa. Eu entendo que qualquer um que pode votar, pode ser votado”, opinou.

Segundo Fábio Tardin, Várzea Grande tem atualmente um legislativo diferente. “A Câmara é totalmente diferente hoje. Várzea Grande avançou muito. A prefeita avançou, a cidade hoje é outra, claro que ainda tem muito para se fazer, mas está avançando. Hoje o servidor e o fornecedor recebem em dia. Inclusive, é uma guerra para pegar obra no município porque o empresário quer fazer e receber, o que é justo”.

Sobre sua pretensão para 2020, Tardin disse que pretende buscar a reeleição de vereador. “Naturalmente eu sou candidato a vereador, à reeleição. Também posso não ser candidato a nada. Se o povo entender que eu devo sair para prefeito, não vou fugir da luta. Estamos mudando a imagem negativa da Câmara. Eu vou deixar uma Câmara equilibrada, totalmente diferente para o meu sucessor.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Justiça Eleitoral de MT estende horário de atendimento para regularização de títulos durante esta semana

Publicado


Mudança vai facilitar que o eleitor faça a revisão biométrica. Unidades irão funcionar das 9h às 18h

A Justiça Eleitoral de Mato Grosso estendeu o horário de atendimento nas centrais e nos cartórios eleitorais. Atualmente, o período é entre 7h30 e 13h30, mas desta segunda-feira (17) até sexta-feira (21), as unidades irão funcionar das 8h à 18h.

Porém, a mudança de horário não vale para os postos eleitorais instalados nas unidades do Ganha Tempo ou em outra instituição parceira. Nestes locais o expediente segue o horário normal.

Até dezembro de 2019, quase 600 mil eleitores estavam com o título cancelado no estado, por não fazerem a revisão biométrica. Em Cuiabá são 145.509 cancelamentos e em Várzea Grande, na região metropolitana, 65.380.

A inscrição cancelada pertence ao eleitor que não atendeu a convocação da Justiça Eleitoral para fazer a revisão de dados com cadastro biométrico ou não votou em três eleições consecutivas, as quais não tiveram a ausência devidamente justificada.

O eleitor é obrigado a comparecer na revisão com cadastro biométrico. Quem não atendeu a convocação teve o título cancelado e tem até o dia 5 de maio deste ano para regularizar. Caso não faça a biometria, o eleitor não poderá votar.

Até dezembro, dos 2,1 milhões de eleitores aptos em Mato Grosso, haviam 503.718 eleitores com os títulos cancelados e 25.564 suspensos.

 

Continue lendo

Política MT

Mauro Mendes sinaliza que poderá fazer nova reforma administrativa e compara Estado a iniciativa privada

Publicado


Mendes disse que o governo precisa simplificar o atendimento ao cidadão e desburocratizar o acesso aos serviços

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), deixou subentendido que pode promover outra reforma administrativa este ano para melhorar a eficiência do serviço prestado ao cidadão. Apesar de deixar claro que a prioridade imediata é concluir a reforma da previdência e aprovar o projeto de lei Cota Zero, o democrata disse que pretende desburocratizar o serviço público no Estado e equipará-lo com o setor privado.

“A administração pública, como qualquer administração, precisa, constantemente, fazer uma reflexão interna da sua eficiência e da sua competitividade. Isso é muito comum na iniciativa privada. Empresas que não fazem isso sucumbem durante o tempo porque vêm outras mais eficientes, que se atualizam melhor e que acabam ofuscando a atuação em mercado destas empresas”, durante visita que fez à Assembleia Legislativa.

Mauro Mendes disse que o governo precisa simplificar o atendimento ao cidadão e desburocratizar o acesso aos serviços para que estes custem menos aos bolsos dos contribuintes, a exemplo do que é feito na iniciativa privada.

“O governo precisa entrar neste jogo. O governo brasileiro, os governos dos Estados e dos Municípios precisam buscar a eficiência para custar menos e produzir um resultado melhor para a sociedade e para o cidadão. Este é o esforço, que neste ano, será uma das grandes prioridades da nossa administração”, completou.

Em janeiro do ano passado, logo no primeiro mês de administração, o governo fez um reforma administrativa e reduziu o número de secretarias estaduais para extinguir cerca de 3 mil cargos comissionados. Também mexeu na Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual e em alguns impostos. Ao longo do ano, aprovou uma minirreforma fiscal.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana