conecte-se conosco


Economia

FAA emite alerta sobre risco de descompressão em aviões Boeing 737 NG e MAX

Publicado


source
FAA emite alerta sobre risco de descompressão em aviões Boeing 737 NG e MAX
Calebe Murilo

FAA emite alerta sobre risco de descompressão em aviões Boeing 737 NG e MAX

A Federal Aviation Administration (FAA), autoridade estadunidense de aviação civil, emitiu uma nova diretriz de aeronavegabilidade, dessa vez voltada para as aeronaves da família Boeing 737 NG e MAX.

Após relatos, de rachaduras no encaixe do batente da porta de entrada dianteira, depois de investigar vários relatórios, a FAA identificou que “a espessura da parede subdimensionada da alça tornou-a passível a rachaduras por fadiga”.

Em consequência ao que foi averiguado, poderia se resultar na porta dianteira da aeronave ser incapaz de sustentar a carga limite, podendo provocar uma descompressão rápida da cabine.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Você viu?

Com isso, a FAA solicitou aos operadores do modelo que identificassem o conjunto de encaixe de parada instalado em suas aeronaves e, se caso as peças apresentassem defeito, imediatamente sejam substituídas. Um conjunto de encaixe recém-projetado, melhorou a espessura e a resistência da parede da peça.

Ademais, a nova diretriz de aeronavegabilidade, efetiva em 29 de março de 2021, afeta 1075 aviões Boeing 737 NG e MAX registrados nos Estados Unidos, em diversas companhias aéreas.

O post FAA emite alerta sobre risco de descompressão em aviões Boeing 737 NG e MAX apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Publicado


O consumidor, afetado pelo preço da gasolina, também está tendo dificuldades para recorrer ao substituto imediato nos veículos com motor flex. Motivado por uma combinação de entressafra e aumento de demanda, o preço do etanol hidratado acumula aumento de 21,1% desde janeiro, segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

O preço médio do litro do combustível saltou de R$ 3,221 para R$ 3,901, conforme o levantamento semanal da ANP. Apesar de ser mais cara que o etanol, a gasolina comum subiu menos: 14,6% de janeiro a março. O preço médio do litro da gasolina no país passou de R$ 4,622 para R$ 5,299.

No atacado, o aumento é ainda maior. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o etanol acumula alta de 35% nas usinas do Centro-Sul, a principal região produtora do país.

Dependendo do modelo do veículo, o etanol torna-se vantajoso quando custa até ou menos que 75% do valor da gasolina. Segundo o levantamento da ANP, somente seis estados atingiram essa proporção na primeira semana de março: Goiás (68,9%), Mato Grosso (69,3%), Minas Gerais (72,8%), Amazonas (74,4%), Mato Grosso do Sul (74,7%) e Sergipe (74,9%).

Em alguns estados, o preço do etanol quase se iguala ao da gasolina. As maiores proporções foram registradas no Amapá (93,9%), Rio Grande do Sul (91%), em Santa Catarina (85,9%) e no Pará (83%).

Demanda e oferta

Mesmo com o etanol sendo desvantajoso na maioria dos estados, a demanda pelo substituto da gasolina está aumentando. De acordo com a edição mais recente do Boletim de Monitoramento Covid-19, do Ministério de Minas e Energia, o consumo de gasolina em 2021, até 23 de fevereiro, tinha caído 4,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Em contrapartida, o consumo de etanol hidratado subiu 6,1% na mesma comparação.

À demanda maior do etanol, somam-se fatores ligados à safra de cana-de-açúcar. A tradicional entressafra, no início do ano, encarece o etanol no primeiro quadrimestre. Neste ano, porém, a oferta continuará baixa por mais tempo.

Segundo a União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Única), a safra deste ano deve atrasar por causa da estiagem no segundo semestre do ano passado no Centro-Sul. Com menos chuva na primavera, as plantações de cana estão levando mais tempo para se desenvolver, fazendo parte das usinas adiar a colheita que costuma ocorrer no início de abril.

Durante a entressafra, a produção de etanol de milho costuma substituir o combustível proveniente da cana-de-açúcar. O ritmo, no entanto, é insuficiente para repor a oferta. Até a metade de fevereiro, conforme o levantamento mais recente da Única, a produção de etanol acumulava 29,68 bilhões de litros, queda de 8,54% sobre os 32,45 bilhões de litros obtidos no mesmo período na safra 2019/2020.

Edição: Graça Adjuto

Continue lendo

Economia

Nova rodada do auxílio de R$ 150 a R$ 375 é “melhor do que nada”, diz Bolsonaro

Publicado


source
Bolsonaro diz que nova rodada do auxílio será de R$ 150 a
Reprodução

Bolsonaro diz que nova rodada do auxílio será de R$ 150 a “R$ 300 e pouco”, o que é “melhor do que nada”

Em conversa com apoiadores, o presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta sexta-feira (5) que a nova rodada do  auxílio emergencial deve contemplar quatro parcelas mensais entre “R$ 150 e R$ 300 e poucos”. Bolsonaro afirmou que a quantia pode ser considerada baixa, mas é melhor do que nada.

“Agora fizemos um acordo de, se não me engano, R$ 42 bilhões para mais quatro parcelas de média de R$ 250 . Por que média? Porque tem a história de mãe solteira, não sei o quê, então varia. Vai variar de R$ 150 a R$ 300 e poucos. É pouco? Eu preferia ter isso aí do que não ter nada. Quantos de nós temos emprego e fazemos um bico, ganhamos R$ 300 a mais e ajuda?”, disse  Bolsonaro .

Conforme o GLOBO revelou, o governo vai considerar a composição familiar na hora de conceder o novo auxílio emergencial. Segundo fontes envolvidas nas discussões, o valor do auxílio será de R$ 250, mas mulheres com filhos terão direito a uma cota maior, de R$ 375. Famílias compostas apenas por uma pessoa, receberão R$ 150.

Em nova crítica ao isolamento social , Bolsonaro contou que mandou preparar um projeto que sugere a ampliação da lista de atividades essenciais liberadas a funcionar durante a pandemia.

“Essa história do ‘ficar em casa’ para quem tem dinheiro tudo bem. Agora tem um pessoal que muitas vezes trabalha hoje para comer amanhã ou à noite. Eu falei ontem o que é atividade essencial. Mandei preparar um projeto nesse sentido, a Câmara que vai decidir. Atividade essencial é toda aquela necessária para um chefe de família levar um pão para casa porque o cara, por exemplo, que é encanador e não é essencial? Ele vai levar o que para casa?”, questionou o presidente.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana