conecte-se conosco


Agro News

Exportações de carne de frango crescem 6% nos sete primeiros meses de 2022

Publicado

Conforme informado pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), as exportações de carne de frango, tanto in natura quanto processadas, totalizaram 2,825 milhões de toneladas nos sete primeiros meses de 2022. O número supera em 6% as 2,668 toneladas embarcadas pelo país no mesmo período do ano passado. 

No mês de julho, as exportações de carne de frango apresentaram um volume de 4,5% menor que o total comercializado internacionalmente no sétimo mês de 2021, com 405,3 mil toneladas contra 424,4 mil toneladas. Na receita, houve um aumento de 20,7% com US$ 892 milhões frente aos US$ 739,2 milhões em 2021.

Em dólares, esse resultado apresenta um número 33,3% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, com US$ 5,620 bilhões  frente a US$ 4,216 bilhões.

Entre os destinos da carne de frango do Brasil, os Emirados Árabes Unidos assumiram, novamente, a liderança, com 37,8 mil toneladas exportadas em julho. Em segundo lugar, está a China com 37,5 mil toneladas importadas e em terceiro lugar, a Arábia Saudita que importou 37,2 mil toneladas. Além desses, outros destaques do mês foram Filipinas, com 21,8 mil toneladas, Coreia do Sul, com 18,8 mil toneladas e Singapura, com 15,4 mil toneladas importadas.

Fonte: AgroPlus

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agro News

Preços dos ovos registram alta na primeira semana de agosto

Publicado

Com a oferta mais controlada somada à demanda aquecida, devido ao recebimento dos salários, as vendas e os preços dos ovos comerciais estão em alta neste início de agosto. Diante desse cenário, o preço da caixa com 30 dúzias de ovos brancos tipo extra, para retirar, em Bastos (SP), registrou um aumento de 2,7% frente à quinta anterior, 28 de julho, fechando a R$ 146,47, maior patamar nominal da série histórica em mais de três meses. 

Já para os ovos vermelhos, a valorização foi de 2,8% no mesmo período, para R$ 165,62/cx no dia 4.  

Fonte: AgroPlus

Continue lendo

Agro News

Para evitar falta de nutrientes, produtores de banana apostam em fertilizante mineral de sulfato de cálcio granulado

Publicado

Sendo a fruta mais consumida no Brasil – conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção nacional em 2021 foi de 7 milhões de toneladas em uma área de 465,9 mil hectares – após ser implantada no campo, a banana deve ser conduzida com a adoção de um manejo adequado, que atenda às exigências de água, luz, nutrientes e o controle de pragas. As condições do solo também são um aspecto determinante para a produtividade de um bananal. 

Diante disso é fundamental que os produtores se atentem a nutrição e adubação do solo, a fim de evitar falta de nutrientes, como cálcio e enxofre, ou a presença de alumínio tóxico, por exemplo. Principalmente, visto que a banana, independente da variedade, exige uma demanda muito alta de nutrientes, sendo o cálcio o terceiro mais importante e indispensável para o crescimento de raízes e folhas. 

Posto isso, produtores de banana apostam no uso do fertilizante mineral, SulfaCal, uma vez que o mesmo é fonte de cálcio e enxofre solúvel e que, se aplicado corretamente, tende a reduzir a toxidez por alumínio no perfil do solo. Sendo, então, uma  solução multifuncional.

Com alta tecnologia no grânulo, com liberação ajustada no tempo da necessidade da cultura, o SulfaCal é um fertilizante que permite que a planta absorva os nutrientes necessários ao longo de todo o ciclo da cultura. Além disso, o produto ainda ajuda na arquitetura e volume do sistema radicular, fazendo com que as raízes das plantas se aprofundem no perfil do solo auxiliando em momentos de estiagem, já que a planta atinge uma área maior para buscar nutrientes e água.

Fonte: AgroPlus

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana