conecte-se conosco


Política MT

EXCLUSIVO: Kalil pega “carona” e contrata sem licitação empresa de desinfecção ao valor de R$ 6,2 milhões

Publicado

Prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), autoriza contratação de empresa de biossegurança pelo valor de R$ 6,2 milhões sem a realização de licitação pública

Com o valor contratado, Várzea Grande poderia construir 100 novos leitos clínicos e 40 Unidades de Terapia Intensiva (UTI)

Enquanto a população de Várzea Grande padece com a falta de leitos hospitalares e Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento contra a Covid-19, o prefeito Kalil Baracat (MDB) assinou no último dia 26 de maio, contrato no valor de R$ 6,2 milhões com a empresa Conceitos Medical LTDA para execução de serviços de desinfecção de ambientes, ônibus, carros e vans da municipalidade.

Para correr contra o tempo e evitar licitação pública, a prefeitura optou pela modalidade de simples adesão a ata de preço registrada em pregão do Consórcio Intermunicipal “Vale do Paraibuna”, que engloba algumas cidades mineiras como São João Del Rei e Juiz de Fora.

Apesar do aporte financeiro volumoso, o quadro descritivo dos serviços registrados pelo Paço Couto Magalhães é bem enxuto e com poucas ofertas de serviços. No entanto, dois itens chamaram bastante a atenção da reportagem do portal ODOCUMENTO e a TV Cuiabá.

Limpeza total

No item 1, por exemplo, a Conceitos Medical oferece ao município a desinfecção de 255 mil metros quadrados de ambientes ao preço de R$ 5,8 milhões, o que se equivale a R$ 22,75 por cada metro quadrado do poder público local.

Já no item 5, o registro de preço garante solução em biossegurança a uma super frota de 561 veículos de pequeno porte ao valor total de R$ 314 mil. Para garantir higienização aos servidores públicos várzea-grandenses, o “contrato-carona” ainda prevê eventual compra de álcool em gel e termômetros corporal ao custo de R$ 30 mil e R$ 23 mil, respectivamente.

Com sede em Belo Horizonte, a Medical Conceitos é administrada pelo empresário, Emerson de Oliveira Abade, que é o sócio da firma especializada em comércio atacadista de máquinas e aparelhos para uso odonto-hospitalar. Aberto em 2006, o empreendimento apresenta Capital Social de R$ 2,5 milhões.

Novas UTIS

Em consulta a especialistas em saúde pública, a reportagem apurou que o valor registrado pela prefeitura de Várzea Grande para solução em biossegurança, R$ 6,2 milhões, poderia custear a construção de 100 novos leitos clínicos e mais 40 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no Pronto Socorro Municipal (PSM).

Outro lato

Procurado pelo departamento de jornalismo (ODOCUMENTO e TV Cuiabá), até o fechamento desta edição, às 17h, Kalil Baracat não foi localizado para comentar o assunto. O espaço está aberto para todo e qualquer esclarecimento acerca do material jornalístico, por este eletrônico publicado.

Com exclusividade, portal ODOCUMENTO revela contratação milionária para desinfecção de ambientes em Várzea Grande, sem a devida licitação pública

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Assembleia Social leva serviços de saúde e jurídicos a comunidade ribeirinha de Barão de Melgaço

Publicado


Mulheres com suspeita de câncer de mama receberam encaminhamento para mamografia em Cuiabá

Foto: LUIZ GERALDO MARCHETTI

Atendimento ocorreu por meio de senhas previamente entregues

Foto: LUIZ GERALDO MARCHETTI

A Assembleia Social deu início a uma nova modalidade de atendimento: a prestação de serviços comunitários por agendamento, uma adaptação dos mutirões – suspensos em função da pandemia – atendendo aos protocolos de biossegurança. A primeira edição da ‘Ação Assembleia Social’ foi realizada na última sexta-feira (18), na Colônia Z5 dos Pescadores, em Barão de Melgaço.

Na ‘Ação’, foram prestados serviços de ‘atendimento de saúde da mulher e da família’, ‘acolhimento psicológico’ e ‘orientações jurídicas’. A iniciativa foi promovida por solicitação dos representantes da Colônia Z5 dos Pescadores, que ficaram responsáveis por fazer os agendamentos prévios dos atendimentos e distribuir senhas.

“Essas ações são para levar às comunidades alguns serviços que oferecíamos nos mutirões, mas a pandemia chegou e precisamos restringir. Neste formato, pretendemos levar para vários municípios de nosso Estado, objetivando acolher cada dia mais a população”, contextualizou a diretora da Assembleia Social, Daniella Paula Oliveira.

O médico Miguel Angel Claros prestou atendimentos de saúde da mulher, como prevenção ao câncer de mama, e de saúde da família, como controle de hipertensão. As mulheres em que foi identificado risco de câncer de mama receberam agendamento para mamografia em Cuiabá. 

“A importância deste programa está em atender as necessidades dos munícipes do ponto de vista de saúde. Nós sabemos que a prevenção das doenças é o alicerce do bem estar de todo cidadão”, pontuou Dr. Miguel.

O pedido da comunidade ribeirinha de Barão de Melgaço foi atendido prontamente, em função do pouco acesso de serviços. Uma das usuárias da ‘Ação Assembleia Social’, Sueli Dias, levou os exames médicos da mãe idosa, para avaliação, destacando a dificuldade de deslocamento para atendimento na capital.

“Trazer esses trabalhos aqui para nós é muito bom, porque a gente tem uma comunidade muito carente e não é todo mundo que tem recursos para se deslocar a Cuiabá”, comenta Sueli. “A Colônia [de pescadores] está de parabéns pela parceria com a Assembleia [Legislativa de Mato Grosso] e espero que continue tendo [ações como esta], porque a nossa comunidade precisa desse apoio, precisa ser lembrada”, requereu.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Jaime lembra desistência da reeleição à prefeitura, mas diz que “sensação” é que Mauro disputará novo mandato

Publicado


Senador afirma que o governador deve decidir sobre reeleição somente em abril

O senador Jaime Campos (DEM), em conversa com jornalistas nesta segunda-feira (21), depois de audiência com o governador Mauro Mendes (DEM), no Palácio Paiaguás, para tratar de emendas, questionado sobre a disputa sucessória de 2022, apesar da recusa de Mendes em tratar do assunto neste momento, disse que tem a ‘sensação’ de que o democrata correligionário vai disputar a reeleição.

“Só quem pode afirmar se há o risco de não disputar a reeleição é o próprio Mauro. Política tudo é possível. Política é como nuvem, muda toda hora, daqui para ali, questão de segundos. Agora, tudo indica, a sensação que eu tenho, é de que possivelmente, ele será candidato à reeleição”, disse Campos.

Conforme o senador, “a questão política tem que ser tratada de forma institucional. O governador me disse, de ele vai, de fato e de direito, tratar dessa possibilidade de reeleição a partir do dia 5 de abril do ano que vem. Ele disse que não falou para ninguém que é candidato, e que o seu trabalho está focado em cima da gestão”, adiantou.

“Não posso afirmar se ele vai ser candidato, isso quem pode falar é só o próprio Mendes. Mas ele já provou, lá na eleição de prefeito, num determinado momento, em que o seu coração não queria, não foi candidato. Ele não vive de política, e cidadão que não vive de política, não é profissional de política, ele não tem nenhuma dificuldade”, recordou.

Para ilustrar, o senador também lembrou que já desistiu de disputar uma eleição. “Eu era candidato a senador, aprovado em convenção, quando senti que não era isso que eu queria, meu coração, fui lá e agradeci, deixei de ser candidato, fizemos muito bem. Voltei candidato quatro anos depois e fui eleito. Se eu fosse profissional, vivesse de política, não abriria mão dessa chance, até porque no dia em que deixei de ser candidato eu tinha 43% das intenções de voto, contra 21% do segundo colocado”.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana