conecte-se conosco


Curiosidades

EUA: Pescador encontra peixe-lua de 45 quilos em praia de Oregon

Publicado


source
Espécie de peixe-lua encontrado pesava 45 quilos medindo pouco mais de um metro
Reprodução

Espécie de peixe-lua encontrado pesava 45 quilos medindo pouco mais de um metro

Um peixe-lua de 45 quilos e pouco mais de um metro foi encontrado, na última quarta-feira, na praia de Sunset Beach, em Seaside, noroeste do estado norte-americano de Oregon, nos Estados Unidos . Colorido em um tom alaranjado, mas com marcas brancas e cores próximas à cabeça, o animal marinho foi considerado uma ocorrência rara na costa, já que vive nas profundezas do oceano.

Com um corpo redondo e achatado, o peixe-lua ainda é pouco conhecido pelos biólogos, segundo a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), dos Estados Unidos. Em uma publicação nas redes sociais, o Aquário de Seaside explicou que a espécie habita o oceano aberto em águas tropicais e temperadas, se alimentando de lulas, por exemplo.

— São peixes muito legais e normalmente não os vemos na costa. Foi muito emocionante para os habitantes locais — afirmou à CNN Keith Chandler, o gerente geral do Aquário de Seaside.

Você viu?

A instituição foi chamada assim que a espécie foi vista na praia, ainda pela manhã da última quarta-feira. Quando as equipes do aquário chegaram, o animal estava há menos de uma hora fora da água, diz a CNN. Mais tarde, segundo publicação do Aquário de Seaside, a agitação era grande para dar uma olhada no peixe-lua.

“Infelizmente, ele não apareceu vivo, mas chegamos antes dos pássaros”, completou Chandler.


Depois de capturado, o peixe-lua segue armazenado em um grande freezer com o Aquário de Seaside. A ideia é aproveitar o achado para entender um pouco mais sobre a espécie, dissecando o peixe com a ajuda de um grupo escolar. Segundo Chandler, o plano é obter todos os dados e aprender mais sobre o animal marinho.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curiosidades

VÍDEO: cobra de duas cabeças devora dois animais em poucos minutos

Publicado


source
Cobra de duas cabeças criada na Alemanha
Reprodução

Cobra de duas cabeças criada na Alemanha

Uma jibóia de duas cabeças originária da América do Sul e criada na Alemanha por um especialista em répteis devorou dois ratos em um laboratório em poucos minutos. Os animais são oferecidos pelo criador e as cobras logo dão botes para matar e se alimentar. O momento foi registrado em vídeo. Confira abaixo.

Conhecida na Alemanha como “cobra ídolo”, o animal de duas cabeças é um macho, tem apenas três meses de idade e vive em Baden-Württemberg com criador de répteis Stefan Broghammer. A cobra é saudável e come e bebe sempre com as duas cabeças.

“Existem dois cérebros, então dois personagens também”, disse Broghammer. Segundo o especialista, uma das cabeças, a que aparece comendo primeiro no vídeo, é um pouco mais dominante, mas, aos poucos, isso vem se equilibrando.

Criador de répteis Baden-Württemberg e sua cobra de duas cabeças
Reprodução

Criador de répteis Baden-Württemberg e sua cobra de duas cabeças

A cobra já é uma estrela no YouTube, com um vídeo em que Broghammer a apresenta com mais de 55.000 visualizações.

– Com informações do portal de notícias alemão Bild.

Continue lendo

Curiosidades

Homens pescam atum gigante de mais de 300 kg na Espanha; veja foto

Publicado


source
Pescadores fisgaram atum gigante
Reprodução/Facebook

Pescadores fisgaram atum gigante

Na Espanha, três pescadores britânicos fisgaram um atum-rabilho de 323 kg no mar de Gibraltar. O peixe foi pescado em julho e pode ter sido o mais já capturado na região.

Kyle Cavilla, Gareth Valarino e Shawn Desoisa estavam no barco quando perceberam algo fisgando a vara de pesca. De acordo com o portal Euroweekly , os três homens precisaram se juntar para tentar puxar o peixe.

“Foi realmente uma luta. Foram necessários três caras para trazê-lo para o barco.”, disse Kyle. Segundo ele, os três usaram 950 metros dos 1000 que tinham de linha no carretel. “O moliente precisou ser resfriado na água por causa da potência do monstro”.


Depois de finalmente conseguir capturar o atum e colocá-lo na embarcação, os pescadores ainda navegaram por cerca de 3 km até chegar na marina de Gibraltar. No local, eles conseguiram fazer o registro do animal e se desfizeram de pelo menos metade do peixe.

Segundo a publicação, o trio retirou uma parte para vender e ficou com a outra para consumo próprio. O valor da venda não foi divulgado.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana