conecte-se conosco


Policial

Estufa com plantação de maconha é apreendida dentro de guarda-roupa de estudante em Cuiabá

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Várias mudas de maconha, de diferentes tamanhos, foram apreendidas pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (27.08), durante diligências investigativas da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). As plantas eram cultivadas em uma estufa dentro do guarda-roupas de um estudante, de 19 anos.

A plantação foi descoberta após a equipe de investigadores da DRE receber denúncia anônima de que o jovem, I.V.C.P., 19, estava cultivando substâncias ilícitas em sua residência, no bairro Jardim Industriário, em Cuiabá. Em diligências no endereço, os policiais foram recebidos pela mãe do suspeito, que confirmou que o filho mantinha uma estufa, com várias plantas, dentro do guarda-roupas do seu quarto.

No cômodo, os policiais encontraram uma planta de maconha com aproximadamente 1 metro de altura, quatro mudas pequenas, cinco copos descartáveis com terra, possivelmente com sementes em fase de germinação e uma sacola plástica com várias sementes da substância.

O local era equipado com manta térmica isolante para revestir as paredes internas do guarda-roupas, coolers para manter a refrigeração do ambiente, e sensor de temperatura, luzes violetas para simular luz solar, com dispositivo eletrônico que controlava a radiação da luz.

Segundo o delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, apesar do espaço pequeno, o sistema montado pelo estudante era bem arquitetado, possuindo todos os cuidados para o plantio do entorpecente no interior da estufa. “As plantas seguiam o processo de sementes, germinação no vasilhame plástico, depois para o copo descartável com terra e posteriormente para vasos maiores”, disse o delegado.

O estudante não estava na casa no momento da ação, porém posteriormente o advogado da família entrou em contato com a delegacia para agendamento da sua apresentação. O caso será apurado em inquérito policial instaurado na DRE.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil capacita equipes de plantão especializado e de Delegacias da Mulher

Publicado


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil iniciou nesta segunda-feira (03.08) a capacitação das equipes que vão atuar no Plantão Especializado 24 horas para atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual em Cuiabá. Além dos plantonistas da Capital, também participam da capacitação as equipes que atuam nas Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher do interior do estado.

A capacitação foi organizada pela Diretoria da Polícia Civil e é toda ministrada por meio de videoconferência. São instrutores, delegados da instituição e equipe técnica de delegacias especializadas, membros do Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e da Universidade Federal de Mato Grosso.

A diretora Metropolitana da Polícia Civil, delegada Ana Paula de Faria Campos, explica que o curso, que segue até o dia 7 de agosto, aborda temas como Lei Maria da Penha, avaliação de risco, rede de enfrentamento à violência doméstica; diretrizes e fluxo de atendimento no plantão especializado; crimes de liberdade sexual conforme as mudanças trazidas pelas leis 13718 e 13772, ambas publicadas em 2018 e o funcionamento do módulo criminal do Processo Judicial eletrônico (PJe).

“Além disso, preparamos nessa capacitação orientações de como deve ser o fluxo de atendimento às mulheres vítimas de violência, sobre o Sistema de Garantias dos Direitos da Criança e do Adolescente, as redes de acolhimento e proteção para essas vítimas, sobre como observar os sinais e tipos de violência e os reflexos nas vítimas e familiares”, explica a diretora.

No primeiro dia da capacitação, os participantes se reuniram com os diretores Ana Paula Campos, Daniela Maidel (de Execução Estratégica) e Walfrido Nascimento (Interior). Em seguida, o coordenador de Plantões Metropolitanos, delegado Walter de Melo Fonseca falou sobre o fluxo de atendimento no plantão. Também nesta segunda-feira, as equipes puderam interagir com a professora da UFMT, Vera Bertoline, que abordou sobre gênero e violência doméstica.

 

Plantão para vítimas de violência 

A unidade de plantão que começará a funcionar a partir do próximo sábado, 8 de agosto, vai atender vítimas de violência doméstica e sexual em Cuiabá. O plantão está instalado no prédio da 2ª Delegacia da Capital, no bairro Planalto, e é uma das medidas adotadas pela Polícia Civil e Secretaria de Estado de Segurança Pública, com apoio da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, para ampliar o acolhimento, de forma ininterrupta na Capital.

 

Serão atendidas no Plantão 24h ocorrências envolvendo mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, conforme a Lei 11.340/2016 (Maria da Penha), além de vítimas de crimes contra a dignidade sexual conforme a Lei 12.015/2009 e as mudanças trazidas com as leis 3718/2018 e 3772/2018 (importunação sexual e violação da intimidade da mulher).  Também serão realizados procedimentos de prisão em flagrante, além de requerimento de medida protetivas, entre outras providências de urgência necessárias, conforme os casos.

A equipe do plantão será formada por cinco delegadas: Nubya Beatriz Gomes dos Reis, Juliana Rado, Vanessa Cunha Garcez, Lizzia Kelly Ferraro Noya e Jannira Laranjeira e mais as equipes de escrivães,  investigadores, assistentes sociais e psicólogas no total de 50 servidores da Polícia Civil.  

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

PRF SEMPRE EM ALERTA NO COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS EM PONTES E LACERDA – MT

Publicado


.

Na madrugada do dia 03 de agosto de 2020, a Polícia Rodoviária Federal abordou o veículo volvo/mpolo paradiso, linha Cascavel-PR x Rio Branco-AC, para verificação. Após conversa com os passageiros, a equipe policial percebeu que uma passageira apresentou nervosismo ao ser indagada de onde viria e quantas bagagens transportava, informando, logo após, que havia duas bagagens.

Ato contínuo a equipe ao abrir uma de suas bagagens, identificou cerca de 2,750 Kg de substância análoga a SKUNK e cerca de 7,700 Kg de substância análoga à maconha prensada, totalizando cerca de 10,450 Kg de peso total de droga.

A passageira relatou a equipe que receberia uma quantia em dinheiro pelo transporte.

Diante das informações obtidas, foi constatada, em princípio, ocorrência de Tráfico de drogas.

Após a realização da documentação necessária, passageira e ilícito foram encaminhados à polícia civil de Pontes e Lacerda.

SECOM PRF-MT
e-mail: [email protected]
Instagram: @prf_mt

 

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana