conecte-se conosco


Economia

Estrada de Ferro Paraná Oeste é qualificada em programa de concessões

Publicado


.

O governo federal editou decreto que qualifica a Estrada de Ferro Paraná Oeste (Ferroeste) no Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) e cria o comitê de governança do projeto.

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, o objetivo da parceria com a iniciativa privada é aumentar a extensão da ferrovia, formando um corredor de 1.370 quilômetros e chegando a Maracaju, em Mato Grosso do Sul.

A ferrovia passa por vários municípios do Paraná e de Mato Grosso do Sul, além de alcançar o Paraguai e a Argentina, ligados ao agronegócio. Além disso, há o objetivo de interligar esse novo trecho à Ferrovia Norte-Sul.

A Ferroeste é uma empresa ferroviária estatal brasileira, criada em 1988, que tem como principal acionista o governo do estado do Paraná.

Atualmente, sua malha, de cerca de 250 quilômetros de extensão, liga os municípios de Guarapuava a Cascavel, no Paraná, com interligação até o Porto de Paranaguá, no litoral paranaense. Em 1996, a empresa privada Ferrovia Paraná S/A (Ferropar) adquiriu a subconcessão daquela malha por 30 anos, mas, em 2006, o estado retomou o controle da ferrovia, devido à falência da concessionária.

Edição: Nádia Franco

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Cliente do Atacadão encontra cobra em saco de laranjas

Publicado


source

Brasil Econômico

cobra na laranja
Arquivo Pessoal/Lorene Lourenço

Consumidora teve medo ao perceber a cobra quando chegou em casa; zoonoses municipal disse que espécie não é venenosa

Uma cliente do Atacadão  comprou um saco de laranjas e levou um susto ao perceber uma cobra no produto, quando já estava em casa. O caso aconteceu em Mogi das Cruzes (SP). “Eu gritei muito ao ver e meu filho ficou assustado”, disse a consumidora Lorene Lourenço ao portal G1. O filho dela tem 10 anos.

Em nota ao G1, a rede Atacadão  disse que “lamenta o ocorrido com a consumidora e informa que, prontamente ao tomar conhecimento do caso, iniciou uma rigorosa apuração em sua unidade Mogi das Cruzes”.

Lorene afirma que fez compras no último sábado (19) e viu a cobra sair do saco de laranjas quando já estava em casa. Um familiar da consumidora cortou uma garrafa PET e capturou a cobra.

O Cento de Controle de Zoonoses de Mogi da Cruzes foi acionado e retirou a cobra da residência de Lorene. De acordo com a apuração da zoonoses, ela é de uma espécie conhecida como “falsa coral”, que não é venenosa, e foi solta na natureza.

Lorene afirma ter contratado um advogado para processar o atacadista. “O supermercado tem responsabilidade, independentemente da cobra ser venenosa ou não”, disse ela o G1. 

O advogado deve entrar com uma ação de danos morais contra o Atacadão, por conta do medo e desespero que Lorene passou ao descobrir o animal peçonhento no produto. O pedido de  indenização deve ser de 40 salários mínimos.

Segundo o advogado, o mercado deve cuidar do armazenamento dos produtos. E no caso do saco de laranjas, por ser um produto aberto, a atenção deve ser especial.

O Atacadão também afirmou na nota enviada ao portal que tem compromisso com um rígido protocolo de segurança alimentar em todas as unidades. “Também estamos comprometidos a prestar todo suporte necessário à cliente, mas até o momento não fomos procurados”, afirmou em nota.

Continue lendo

Economia

Febraban prevê que carteira de crédito deve subir 11,6% em agosto

Publicado


.

O saldo consolidado do crédito em agosto no país deverá apresentar alta mensal de 1,5%, e de 11,6% na variação de 12 meses, segundo dados da Pesquisa Especial de Crédito da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), divulgada hoje (25). O levantamento, feito com os principais bancos do país, é uma prévia do resultado das operações de crédito que será publicado pelo Banco Central (Bacen) na próxima segunda-feira (28).

Caso a estimativa do levantamento seja confirmada pelo BC, a variação anual registrada em agosto será a maior desde novembro de 2014, de 11,7%. Em julho, a expansão foi de 11,3%. 

“As estimativas de nossa pesquisa, se confirmadas, mostrarão uma retomada mais consistente da atividade econômica e do consumo das famílias”, disse o presidente da Febraban, Isaac Sidney.

O levantamento mostra ainda que, em volume, a carteira de crédito deve subir, em agosto, para R$ 3,72 trilhões, equivalente a cerca de 52% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país), maior resultado desde o primeiro semestre de 2016.

Edição: Fernando Fraga

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana