conecte-se conosco


Nacional

“Estou indo te buscar”, diz filha de Queiroz, que deve deixar prisão hoje

Publicado


source
Queiroz e a filha Nathália
Reprodução/Instagram / Imagem de arquivo

Queiroz e a filha Nathália, em uma imagem registrada antes das investigações

O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) , Fabrício Queiroz, deve ir para a prisão domiciliar na manhã desta sexta-feira (10). A decisão foi ajuizada pelo ministro João Otávio Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) na quinta-feira (9). Emocionada, Nathália Queiroz, filha de Fabrício, disse que iria buscá-lo no Complexo Penitenciário de Gericinó, no Rio de Janeiro.

“Estou indo te buscar, meu pai! E você vai ter o abraço de todos os seus filhos que estão cheios de saudades e tanto te amam e sabem o homem incrível que você é!”, disse a filha na mensagem. Queiroz é investigado por um suposto esquema de “rachadinhas” no gabinete do então deputado Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro ( Alerj ).

O benefício da prisão domiciliar contempla também a esposa de Queiroz, Márcia Aguiar, considerada como foragida. Segundo a defesa, ela irá se apresentar. Queiroz está preso desde o dia 18 de junho, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Anjo e o encontrou na casa de Frederick Wassef, amigo pessoal e ex-advogado da família do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) .

O argumento usado para tirar Queiroz da cadeia foi o “atual estágio da pandemia do coronavírus”. Os advogados justificaram ainda que Queiroz “é portador de câncer no cólon e recentemente se submeteu a cirurgia de próstata”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Tempo ensolarado e seco nesta sexta em São Paulo

Publicado


source
Sol com nuvens
Reprodução/CreativeCommons/Spraf

Não há previsão de chuva para esta sexta-feira.

Tempo seco e ensolarado marca a previsão do tempo desta sexta-feira (14), na capital paulista. Ao longo do dia, as temperaturas entram em elevação. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas ( CGE ) divulgou que a mínima será de 16ºC e a máxima de 29ºC.

O predomínio deve ser de sol com algumas nuvens. No fim do dia a nebulosidade aumenta, mas não há previsão de chuva. A umidade do ar em São Paulo oscila entre 30% e 85%.

Continue lendo

Nacional

Onde não tem atuação do garimpo não tem Covid-19, diz líder Yanomami

Publicado


source
série
Reprodução

Líder indígena faz denúncias em série documental


As tentativas de controle da pandemia têm sido comprometidas , principalmente, pelo cabo de guerra político travado entre prefeitos, governadores e governo federal. E, para jogar luz nesse debate , o capítulo IX da série documental “A tirania da minúscula coroa: Covid-19” traz uma composição de importantes visões acerca do tema.


Um dos participantes é o líder da tribo indígena Yanomami , Maurício Ye’kwana. No episódio 9º episódio, “A (des)politização da panemia”, Ye’kwana afirma que o garimpo está destruindo a comunidade Yanomami e pede ações do governo federal. “O número de garimpeiros está, cada vez mais, aumentando nas terras indígenas. Os garimpeiros entram, poluem, trazem a violência e levam o que não tem que ser levado”, diz.

O líder – que também é diretor da Hutukara Associação Yanomami -, acredita que a quantidade de pessoas vindas de fora das terras indígenas é responsável pelo aumento no número de casos de Covid-19 entre os membros da tribo. “São 94% de infectados, principalmente crianças e idosos. Esses são os maiores problemas que enfrentamos hoje”, aponta. “Onde não tem atuação do garimpo, não tem essa doença, aonde tem atuação dos garimpeiros tem essa doença. E mais de 200 (indígenas) estão infectados. Os yanomamis estão sofrendo”, afirma.

Ye’kwana aproveita a oportunidade e faz um apelo ao governo federal . “Que o governo cumpra o seu papel de tirar os invasores das nossas terras, dando autonomia para que a FUNAI (Fundação Nacional do Índio) faça uma operação.”

Além do líder dos Yanomami, o documentário ainda conta com nomes como o escritor Pablo Ortellado, Fernando Abrucio, Marco Aurélio Nogueira, Carlos Melo, o professor André Singer e a ex-secretária adjunta do Bolsa Família Letícia Bartholo.

Entendimento

O jornalista Gustavo Girotto, diretor da série, destaca que o episódio ouviu cientistas políticos, antropólogos e lideranças indígenas para traçar uma linha de compreensão .

“Tentamos entender os efeitos e os impactos dessas medidas na vida das pessoas, mais que isso, as possíveis consequências dessa politização. As ruas se tornaram virtuais e, diariamente, popularidades estão sendo testadas. Qual o efeito prático dessas ações?”, questionou Girotto, mencionando que partiu dessa premissa.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana