conecte-se conosco


Entretenimento

Ester se recusa a entregar filhos para Alberto em “Flor do Caribe”

Publicado


source
Reprodução

Ester, personagem de Grazi Massafera em “Flor do Caribe”

No capítulo desta quarta-feira (28) da edição especial da novela das 18h da Globo, Ester (Grazi Massafera), que decidiu sair de casa com os filhos, terá mais um embate com Alberto (Igor Rickli).

vilão foi até a casa de Samuel (Juca de Oliveira) em busca de Ester e das crianças em cena exibida na terça-feira. Agora, Ester segue firme em sua posição e se recusa a entregar os filhos para o vilão. 

Enquanto isso, Duque (Jean Pierre Noher) e os pilotos tentam resgatar Cassiano (Henri Castelli), mas sabem que a missão não será nada fácil. Nesta quarta, Cassiano vai acabar voltando para a masmorra de Dom Rafael. 

Em outro núcleo de “Flor do Caribe”, quem possa por apuros é Juliano (Bruno Gissoni) e Natália (Daniela Escobar). O barco dele entra em pane e os dois acabam presos em uma praia deserta. Em terra firme, Carol (Maria Joana) e Mila (Tainá Muller) ficam preocupadas com a demora de Natália. De volta à praia, o casal tenta fazer um jangada para ver se conseguem voltar para casa.

Fonte: IG GENTE

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

CCXP Worlds entrevista ator de O Poderoso Chefão sobre reedição de último filme

Publicado


source
poster do filme O Poderoso Chefão: A Morte de Michael Corleone
Divulgação

Ator de O Poderoso Chefão: A Morte de Michael Corleone fala sobre nova versão do clássico


No próximo dia 8 de dezembro, o  filme que encerra a franquia ‘O Poderoso Chefão’ ganhará para seu aniversário de 30 anos uma versão remasterizada, com novo nome e montagem. Trata-se de ‘ O Poderoso Chefão – Desfecho: A Morte de Michael Corleone’, que promete dar um novo tom ao encerramento da jornada vivida no cinema pelo personagem de Al Pacino.


“Você verá um novo filme, com um novo começo e com um fim diferente. Muitas cenas foram reposicionadas. O filme ganhou uma nova vida”, afirma o próprio diretor, Francis Ford Coppola, no painel da CCXP Worlds sobre o relançamento.

Para falar sobre a releitura feita pelo diretor, o evento recebeu nesta sexta-feira (04) o ator Andy Garcia, que vive Vincent Mancini-Corleone, para falar sobre a experiência de reviver o longa e participar de uma das séries cinematográficas mais famosas e importantes da sétima arte.

Garcia afirmou que não sabia o que Coppola planejava com o terceiro filme da franquia, mas era sabido que o diretor não estava satisfeito com a edição. “O filme estrearia no dia de Natal e Francis sentiu que nunca tinha tido tempo para organizar o filme da maneira como queria. Algumas decisões foram tomadas e, com o tempo, ele queria revisitar e entregar o filme que ele realmente queria ter feito”, contou o ator na CCXP Worlds.

A mudança do título também foi um diferencial, já que era um desejo do autor que sempre se chamasse “The Godfather Coda”, mas a ideia foi proibida pela Paramount, que esperava pela continuação da franquia.

Perguntado sobre o que deve mudar para seu personagem no filme, Garcia afirma que Francis conseguiu traçar uma narrativa mais clara e coesa sobre a história. Na versão original, algumas cenas foram cortadas e tiraram certos eventos de contexto, o que agora foi reparado.


Sobre a direção de Coppola, Garcia afirma que a experiência como um diretor de teatro o ajudou a causar o impacto que gostaria com seus filmes. “Ele é muito bom em se aproximar aos atores, seja para criar cenários ou improvisações, e ajustar o tom da cena. Não são muitos filmes ou diretores que têm o privilégio de ensaiar seus próprios filmes”, reflete o ator.

Por fim, perguntado sobre como foi trabalhar com Al Pacino , Andy afirma que o ator foi uma inspiração para uma geração de atores, incluindo ele mesmo. “O trabalho dele mudou minha vida. Tive a grande sorte de conhecê-lo socialmente. Al é um homem muito generoso, é um privilégio ter trabalhado com ele”, afirma.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Luciano revela tristeza por não ter ido a enterro do pai: ‘Não pude me despedir’

Publicado


source
Luciano e Carolina Ferraz no 'Domingo Espetacular'
Divulgação/RecordTV

Luciano e Carolina Ferraz no ‘Domingo Espetacular’


Ao ‘Domingo Espetacular’ do próximo domingo (06), Luciano, da dupla com Zezé,  revelou que não pôde ir ao enterro de Francisco Camargo, que  morreu no último dia 23 de novembro. O cantor disse que bem quando ia visitar o pai no hospital, foi diagnosticado com a Covid-19. 

Apesar de abalado com a morte do pai, Luciano ficou feliz pois ele conseguiu ouvir seu álbum gospel ‘A Ti Entrego’. “Já fazia um tempo que ele estava hospitalizado. E nós colocamos uma TV no quarto dele. Então, quando eu levei a música, ele ouviu. Então, eu tive essa satisfação, esse prazer, vamos dizer assim. E foi duas semanas antes do meu pai falecer”, revela.

Também na entrevista dada à apresentadora Carolina Ferraz,  o cantor lamentou não poder ter ido ao enterro de Francisco. “Quando ia voltar de novo pra ficar com ele, eu peguei Covid-19 e não pude ir me despedir do meu pai”, disse.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana