conecte-se conosco


Internacional

Estados Unidos e Coreia do Sul iniciam exercícios conjuntos

Publicado

Militares dos Estados Unidos (EUA) e da Coreia do Sul iniciam, nesta segunda-feira (5), exercícios militares conjuntos na Coreia do Sul, em preparação a  possíveis emergências na Península Coreana. Os exercícios devem continuar até 20 de agosto.

Esses treinamentos de verão, denominados Ulchi Freedom Guardian, são realizados anualmente. Em sua maioria, consistem de uma série de atividades simuladas por computador. Esse tipo de exercício foi cancelado no ano passado, após o primeiro encontro de cúpula dos Estados Unidos com a Coreia do Norte, realizado em Singapura, em junho de 2018.

O exercício de verão deste ano também deverá se concentrar em simulações. Contudo, poderá ser menor em sua escala e receber utro nome.

A Coreia do Norte vem se opondo fortemente aos exercícios conjuntos dos Estados Unidos com a Coreia do Sul.

Edição:

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  Uruguai vai ter segundo turno das eleições
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Internacional

Hong Kong fez mais de seis mil detenções em meio ano de protestos

Publicado

A polícia de Hong Kong disse hoje (9) que fez 6.022 detenções e disparou 16 mil granadas de gás lacrimogêneo durante os protestos que se prolongam há seis meses nesta região administrativa chinesa.

Segundo autoridades locais, o número total de detidos incluiu as 11 pessoas que foram interceptadas pela polícia durante o último fim de semana e que portavam armas.

Manifestantes participam de uma marcha do Dia dos Direitos Humanos no distrito de Causeway Bay, em Hong Kong   REUTERS / Laurel Chor

Manifestantes participam de uma marcha do Dia dos Direitos Humanos no distrito de Causeway Bay, em Hong Kong –  REUTERS / Laurel Chor

A polícia suspeita que as armas seriam usadas nas manifestações de domingo (8), que reuniram milhares de pessoas de forma pacífica na ilha de Hong Kong. Hoje, 12 pessoas foram detidas por suspeita de  preparar bombas incendiárias.

O mesmo relatório indica que a polícia disparou 10 mil balas de borracha e que, desde o início dos protestos, 493 agentes ficaram feridos durante confrontos com manifestantes.

Hong Kong é há seis meses palco de manifestações iniciadas em protesto contra uma proposta de alteração à lei da extradição, que permitiria extraditar criminosos para países sem acordos prévios, como é o caso da China continental.

O governo de Hong Kong retirou a proposta, cedendo a uma das exigências dos manifestantes. Mas a decisão não foi suficiente para travar os protestos antigovernamentais em prol de democracia.

Edição:

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  Iraque tem dezenas de mortos em 48 horas de manifestações e violência
Continue lendo

Internacional

Quinto dia de greve deixa Paris sem transporte público e congestionada

Publicado

Os acessos a Paris estão hoje (9) muito complicados devido ao quinto dia de greve contra a reforma das aposentadorias e que afeta, sobretudo, a rede de transportes.

De acordo com as autoridades, há 620 quilômetros de filas de automóveis nos acessos a Paris, um volume que já não se registrava há cinco anos.

Passageiros andam em uma plataforma na estação de trem Gare Saint-Lazare, em Paris   REUTERS/Christian Hartmann

Passageiros andam em uma plataforma na estação de trem Gare Saint-Lazare, em Paris, em mais um dia de greve REUTERS/Christian Hartmann

Dezenas de milhares de pessoas que habitualmente utilizam os ônibus e metrô optaram por usar o carro particular para ir trabalhar. A chuva que atinge a capital francesa agrava a situação.

Hoje, a nível nacional, estão circulando apenas 20% dos trens de alta velocidade (TGV), assim como as ligações ferroviárias nos arredores de Paris. As ligações regionais estão limitadas a 30% e são muito poucos os trens que fazem percursos internacionais.

Estão suspensas as ligações entre França e Itália. A ligação Paris/Londres está afetada.

É possível que a greve prossiga por conta das tensões entre os sindicatos e o governo do presidente Emmanuel Macron, que se reúne hoje à tarde para analisar os efeitos da paralisação.

Edição:
Tags: greve Paris

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  Londres aconselha navios britânicos a evitar estreito de Ormuz
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana