conecte-se conosco


Mato Grosso

Estado investe em 600 bolsas de iniciação científica e governador pede foco em resultados

Publicado

O Governo do Estado firmou parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) para investimento em 600 bolsas de iniciação científica. Um termo de cooperação técnica entre o Executivo e instituições de ensino foi assinado nesta terça-feira (17.09) pelo governador Mauro Mendes.

Do total de bolsas concedidas, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), 500 serão destinadas para cursos de graduação e 100 para alunos do ensino médio. O valor do investimento é de R$ 3 milhões, aproximadamente, sendo R$ 450 destinados para graduação e R$ 150 para as bolsas de ensino médio, que serão pagos no período de um ano.

“Temos que estabelecer pilares para o desenvolvimento e o investimento em pesquisa é o caminho mais certo para se chegar ao futuro em condições melhores que o presente. Mato Grosso é especialmente ligado ao agronegócio, setor que ainda carece de caminhar muito para obter uma melhor competitividade”, disse Mendes.

Leia Também:  Rumos Itaú Cultural 2019/2020 será apresentado no Cine Teatro Cuiabá

O governador apontou para a necessidade de que os investimentos sejam aplicados em áreas de pesquisa que de fato atendam demandas de Mato Grosso, utilizando os recursos públicos de forma aprimorada e com foco nos resultados que beneficiem o Estado.

Ele pontuou que irá analisar os resultados das pesquisas desenvolvidas com a parceria ao final do prazo de desenvolvimento dos trabalhos.

 “A pesquisa deve ser cada vez mais focada naquilo que importa à nossa sociedade e que possa efetivamente produzir resultados. Com esse objetivo, vou contribuir avaliando os resultados dos investimentos, porque se forem positivos, os recursos serão novamente aportados. Caso contrário, poderão ser reduzidos ou até mesmo cortados”, asseverou o chefe do Executivo estadual.

O presidente da Fapemat, Adriano Silva, explicou que as bolsas serão divididas entre as instituições de ensino, sendo destinadas 200 para cursos de graduação da UFMT, 200 para a Unemat e 100 para o IFMT. Já as bolsas para o ensino médio foram divididas em 10 para UFMT, 30 para Unemat e 50 para o IFMT.

Leia Também:  Importância do autocuidado é abordada em imersão de líderes

“Essas bolsas têm como objetivo despertar a vocação científica e incentivar talentos potenciais entre nossos estudantes, mediante a participação em projetos de pesquisa, orientados por pesquisadores qualificados. Vamos trabalhar para que sejam destinadas às áreas que realmente promovam avanços e o crescimento do Estado, trazendo resultados tanto para o setor público, como também para o setor produtivo”, afirmou Silva.

O vice-reitor da UFMT, Evandro Soares, ratificou o pedido do governador para que as pesquisas atendam as demandas de Mato Grosso e considerou que os editais de chamamento tragam o objetivo de que os trabalhos promovam soluções de curto e médio prazo.

“Junto com o Governo, devemos identificar quais as demandas que o Estado carece e trabalhar juntos essas necessidades, agregando valor às pesquisas desenvolvidas por nossos alunos”, comentou.

Também estiveram presentes no ato de assinatura do termo de cooperação os deputados estaduais Thiago Silva e Dilmar Dal Bosco, o secretário adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação, Stéphano do Carmo, a pró-reitora da Unemat, Leonarda Neves, e o reitor do IFMT, Willian de Paula.

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Polícia Civil promove mudanças em diretoria e regional do interior

Publicado

A Diretoria da Polícia Judiciária Civil promoveu mudanças nesta semana em cargos de gestão da instituição. A pedido, o delegado Douglas Turíbio Schutze, deixa a Diretoria Metropolitana e assume a Delegacia Regional de Sinop, unidade onde já atuou por duas vezes.

Assumirá a diretoria Metropolitana a delegada Ana Paula de Faria Campos, que estava na regional de Várzea Grande, onde já exerceu também a titularidade da Delegacia Especializada da Mulher, Criança e Idoso, entre outras unidades da capital. 

Em reunião da diretoria nesta terça-feira (16.10), o delegado Douglas Turíbio se despediu emocionado dos colegas de gestão e destacou as conquistas, principalmente as amizades feitas ao longo de 31 anos na instituição. “Conquistei muitos amigos, a Polícia trouxe pra mim um aprendizado muito grande. Como gestor busquei fazer o correto dentro da legalidade e não há nada mais significativo quando sabemos das amizades conquistadas, do respeito. Vou para Sinop feliz por esse legado que trago para minha vida, pessoal e profissional”.

Aos 72 anos de vida e com 31 anos na PJC-MT, Douglas Turíbio Schutze assume o desafio de promover mudanças estruturais nas unidades da regional de Sinop, principalmente, na sede, conforme destaca o delegado-geral, Mário Dermeval Aravechia de Resende. “Ele sai daqui por um pedido pessoal, mas é um profissional que deixa muitos ensinamentos, pois pela experiência de vida e sempre transmitiu muita segurança à equipe da diretoria, nos aconselhando  e nos guiando”, assegurou.

Leia Também:  Importância do autocuidado é abordada em imersão de líderes

O diretor de Interior, Walfrido Nascimento, reforça que a experiência do delegado Douglas auxiliou na condução das ações da diretoria, da área tática à gestão. “Ele foi gestor de vários diretores que hoje compõem a direção e conhece profundamente nossa instituição”.

Com a mudança na diretoria Metropolitana, o delegado regional de Cuiabá, Rodrigo Bastos da Silva vai acumular também a regional de Várzea Grande.

Currículos

Ana Paula de Faria Campos: é delegada Classe Especial. Natural de Cuiabá, formou-se em Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso em 1999. Tem especialização em Políticas de Segurança Pública e Direitos Humanos e Curso Superior de Polícia, ambos pela UFMT. Antes de ingressar na Polícia Judiciária Civil, em maio de 2003, foi conciliadora do Procon-MT por dois anos. Já atuou nas seguintes unidades como adjunta: Delegacias Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa; Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc Oeste); Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande. Foi delegada titular da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande e depois Delegada Regional de Várzea Grande.

Douglas Turíbio Schutze: é natural de Marília, São Paulo, casado e pai de um casal de filhos. Formado em Direito pela Faculdade de Alta Paulista, Tupã (SP). Ingressou na Polícia Judiciária Civil em maio de 1988, na 3ª turma de delegados de polícia de Mato Grosso. Com 31 anos na Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, atuou em diversas unidades como Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), Delegacia de Roubos e Furtos de Cáceres e foi delegado regional de Pontes e Lacerda, com pouco menos de dois anos de polícia. Depois foi para a Delegacia Municipal de Várzea Grande, Delegacia de Paranaíta e Municipal de Alta Floresta, ambas no norte do estado. Também atuou na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá e foi coordenador do antigo Cisc Verdão. Em seguida, assumiu as regionais de Sinop, Cáceres, Cuiabá, Regional de Peixoto Azevedo e depois como titular da 1ª DP de Várzea Grande, 2ª DP de Cuiabá e novamente retornou à Regional de Sinop, de onde saiu para assumir a Diretoria Metropolitana na gestão 2019/2020.

Leia Também:  Operação integrada cumpre 20 mandados de prisão por tráfico de drogas

Tem especialização em Gestão de Segurança Pública, Curso de Atualização Jurídica para Delegados, Curso de Gestão de Políticas de Segurança Pública (2012), entre outros.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Civil e parceiros promovem ação de cidadania em Cuiabá

Publicado

Uma ação social de saúde, bem-estar e cidadania promovida pela Polícia Judiciária Civil será realizada no próximo sábado (19.10), em Cuiabá. Toda a comunidade do bairro São João Del Rey e região pode participar e usufruir de diversos serviços como emissão de documentos, exames de saúde, estética, orientação ao consumo, entre outros.

O evento integra o projeto “Polícia Civil em Cidadania”, desenvolvido pela Coordenadoria de Polícia Comunitária da instituição e tem como corealizaores a Assembleia Legislativa, por meio do Assembleia Social, e a Delegacia Regional de Cuiabá. O trabalho é voltado para a população carente e será realizado em parceria com diversas instituições e  empresas colaboradoras.

A ação social será realizada durante toda a manhã de sábado, das 08h às 12h, na Academia de Polícia Judiciária Civil (Acadepol), localizada na avenida Doutor Meirelles, bairro São João Del Rey, na Capital.

Com profissionais de diferentes áreas, os serviços ofertados são: psicóloga; exame de vista; nutricionista; aferição de pressão arterial e glicose; massagem; terapia holística; SPA para pé; escova de cabelo; penteados; depilação e limpeza de pele.

Leia Também:  Importância do autocuidado é abordada em imersão de líderes

Também terão outros atendimentos como: registro de boletim de ocorrência; orientação jurídica; contador; Procon; Justiça Comunitária; Delegacia Especializada de Defesa da Mulher; emissão de primeira via de RG; de segunda via de Certidão de Nascimento e de Óbito; entre outros.

São parceiros na realização do projeto a Politec, Prefeitura de Cuiabá, Procon-MT, Tribunal de Justiça, Sesc Pantanal, projeto VG em Ação, projeto Verde de Novo, Sine e os Conselhos Comunitários de Segurança dos bairros Pedra 90 e São João Del Rey.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana