conecte-se conosco


Geral

MT entrega selos Carbono Neutro e certifica adesões ao programa; meta é de emissão zero até 2035

Publicado

Documentos foram emitidos pelo sistema digital de adesão e concessão dos selos; certificado tem validade nacional e internacional [Foto –Marcos Vergueiro]

No Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado neste domingo (5), oito selos do Programa Carbono Neutro MT foram concedidos, nas modalidades Compromissário,  Financiador e Apoiador. A entrega ocorreu durante a abertura da Semana do Meio Ambiente da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), no Parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá.

“Abrimos a plataforma digital, para a adesão e concessão dos selos aos interessados, e fizemos as entregas dos primeiros selos concedidos. Esta etapa é importante para integrar todos aqueles que fizerem a adesão, no planejamento do Estado, para o alcance da meta de redução de 80% das emissões até 2030 e carbono neutro até 2035”, explica a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti.

A gestora destaca que esta entrega inaugura uma nova etapa da implantação do Programa, uma iniciativa do Governo de Mato Grosso para o enfrentamento às mudanças climáticas. O documento é reconhecido, em âmbito nacional e internacional, e atesta o compromisso de quem aderiu a contribuir com as metas de descarbonização de Mato Grosso.

Conforme o Zildo Donatello, segundo-diretor Administrativo e Coordenador da Comissão de Sustentabilidade da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja-MT), o recebimento deste selo mostra que os produtores de soja e milho fazem o papel de casa.  Ele cita que, em média, um hectare plantado fixa 1,3 tonelada de carbono, já descontadas todas as nossas emissões.

“É com muito orgulho, que recebemos esse selo. Isso vem a certificar a produção mato-grossense e mostrar ao mundo a credibilidade, e a preocupação do produtor rural com a preservação ambiental”, afirma.

A Minerva Foods, líder na produção e comercialização de carne na América Latina, aderiu neste domingo, no ano em que a empresa completa 30 anos, ao compromisso de neutralizar as emissões de carbono até 2035. Outra empresa a se comprometer com a pecuária sustentável, e recebeu a certificação, é a Agropecuária Água Viva.

O IDH Brazil Sustainable Trade Initiative aderiu ao selo Carbono Neutro como financiador de ações de descarbonização. “É um enorme prazer, ter esse reconhecimento e participar do projeto desde o início. Esta é uma agenda que a gente acredita”, destaca o gerente de implementação de Políticas Públicas, Alex Schimidt.

Além da Aprosoja, receberam o selo, que atesta o apoio e a divulgação do Programa entre os associados: Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem), Instituto Mato-Grossense da Carne (Imac) e Instituto Ação Verde.

Carbono Neutro MT 

O selo Carbono Neutro MT reconhece as iniciativas de pessoas físicas e jurídicas, que contribuem com a meta de Mato Grosso para neutralizar as emissões de carbono até 2035, por meio da promoção do desenvolvimento sustentável. O sistema de adesão está disponível no site da Sema (www.sema.mt.gov.br).

Semana do Meio Ambiente 

Na ocasião, também foi entregue à sociedade a Concha Acústica do Parque Mãe Bonifácia, revitalizada. A Unidade de Conservação passa a contar com este espaço para eventos ao ar livre.

Também está disponível para a população uma exposição a céu aberto, de 60 pinturas de animais de Mato Grosso, distribuídas nas trilhas do Parque. As obras são do pintor cuiabano Victor Hugo, idealizador do projeto.

Foi lançado ainda um Programa de Monitoramento da Fauna Silvestre da Estrada Transpantaneira. A observação das espécies é por meio de câmeras trap e registra indicadores importantes visuais dos animais, para auxiliar na elaboração de ações de proteção das espécies no Pantanal.

No domingo, fez-se o plantio de mudas de espécies do Cerrado no Parque Mãe Bonifácia. Nesta semana, foram distribuídas cerca de 600 mudas de árvores, em um projeto promovido pelo Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) e o Juizado Volante Ambiental (Juvam).

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Mato Grosso aguarda regulamentação e pesca do pintado continua permitida

Publicado

A espécie foi incluída na Portaria 148/2022 como vulnerável (VU) e permite o uso de forma sustentável

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e o Conselho Estadual da Pesca (Cepesca) esclarecem que a pesca do pintado não está proibida em Mato Grosso e o Estado aguarda a regulamentação do Governo Federal. O assunto, que entrou em pauta após a Portaria nº 148/2022 do Ministério do Meio Ambiente (MMA), foi tema da reunião do Conselho Estadual da Pesta realizada nesta quinta-feira (23).

“A portaria não proíbe a pesca do pintado, mas estabelece que o peixe deve ser usado de forma sustentável. Vai depender de uma regulamentação federal esclarecendo quais as regras e procedimentos para o uso desta espécie e outras que possam ter sido acrescentadas dentro desta lista de animais ameaçados”, explica o secretário em exercício da Sema-MT e presidente do Cepesca, Alex Marega.

No dia 7 de junho, o MMA publicou a portaria com a “Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçada de Extinção”, na qual consta a ‘Pseudoplatystoma corruscans’, que é popularmente conhecida como surubim ou pintado. A portaria também alterou o anexo da publicação nº 445/2014 com a inclusão de peixes e invertebrados aquáticos que entraram na lista de animais vulneráveis e em perigo de extinção, mas grande parte das normas estabelecidas na portaria anterior continuam válidas.

Conforme Marega, o pintado foi agora categorizado como espécie vulnerável (VU), e, segundo o artigo 3º da Portaria 445/2014, poderá ser permitido seu uso sustentável, desde que regulamentado e autorizado pelos órgãos federais competentes e atendendo, minimamente, critérios especificados no documento.

A nova portaria entra em vigor a partir do dia 6 de setembro, conforme retificação publicada no Diário Oficial da União no dia 13 de junho. Até a data, a Sema fará uma consulta ao Ministério do Meio Ambiente sobre a regulamentação do uso sustentável das espécies incluídas na lista e classificadas como vulneráveis.

A Sema também solicitou à Coordenadoria de Fauna e Recursos Pesqueiros do órgão um parecer técnico sobre a nova Portaria, verificando quais espécies foram acrescentadas à listagem para detectar outros animais importantes para a fauna mato-grossense. Também foi solicitada análise sobre quais medidas de gestão devem ser implementadas até a regulamentação por parte do MMA.

Continue lendo

Geral

Com aumento de casos, município admite retomar medidas restritivas para conter avanço da covid

Publicado

Com mais de 80 casos confirmados em aproximadamente 30 dias, órgãos municipais se reúnem para viabilizarem novas medidas para serem implantadas no município localizado a 104 km da capital Cuiabá.

Com 97 óbitos, 82 casos confirmados e 15 suspeitos, a Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem estudando a possibilidade de decretar novas medidas para combater o avanço da COVID-19 em Poconé. Na manhã da última quinta-feira (23), em reunião via vídeo conferencia com o Promotor de Justiça da Comarca de Poconé, Mário Anthero Silveira de Souza, o Prefeito Municipal, Tata Amaral, juntamente com a Secretária Municipal de Saúde, Ilma Regina e a Dra. Viviane, analisaram a atual situação do município em meio a pandemia, na qual, vem constatando um aumento repentino dos casos de infectados pela covid no município.

Com isso, possivelmente nos próximos dias, a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção facial em ambientes fechados, seja uma das medidas a serem implantadas novamente em todo o âmbito municipal. A Secretaria de Saúde, pontuou todo o trabalho que vem sendo realizado pelas equipes, tanto nas unidades de saúde dos bairros, como também, no laboratório municipal e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na qual diariamente, vem disponibilizando e atendendo os pacientes, com testes para COVID-19 e doses do imunizante, de forma gratuita. Atualmente, o município já aplicou aproximadamente 68.683 (sessenta e oito mil, seiscentos e oitenta e três) doses da vacina.

Além do trabalho frequente das equipes de saúde, diariamente a Prefeitura por meio das redes sociais, vem divulgando o cronograma semanal de vacinação, com os horários, locais e grupos que poderão estar recebendo a dose do imunizante, de acordo com o intervalo recomendado entre uma dose e outra, de modo que a população possa se deslocar até o local e tomar a vacina. Mas segundo levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, a procura pela imunizante estava em declínio até o início do mês de junho.

Após a reunião, o gestor municipal destacou que a colaboração da população é de suma importância neste momento, tendo em vista que as equipes estarão estudando quais as melhores medidas a serem adotadas neste primeiro momento, porém, se o aumento dos casos persistir, possivelmente, medidas mais severas deverão ser decretas no município.

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana