conecte-se conosco


Política MT

Espetáculo à capela homenageará Cuiabá neste domingo (31) no Teatro Zulmira

Publicado

Grupo vocal Mesa pra 6 é uma das atrações da noite

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

No próximo domingo (31/03), às 20 horas, diversas vozes se unirão no palco do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, em Cuiabá, para homenagear os 300 anos da capital mato-grossense. Idealizado pelos integrantes do grupo Mesa pra 6, “Cuiabá Acappella” é o espetáculo que reunirá cantores dos grupos vocais Alma de Gato, Coro Experimental MT e do próprio Mesa pra 6. O ingresso custa R$ 10 mais um quilo de alimento não perecível.

A apresentação é uma forma de todos expressarem seu amor por Cuiabá, como parte das festividades do tricentenário da cidade. É também uma oportunidade para que o público aprecie a riqueza da música cuiabana por meio de um repertório, que será apresentado à capela – apenas com acompanhamento de instrumentos de percussão em alguns números – e espelha a diversidade da capital de Mato Grosso.

“O espetáculo ‘Cuiabá Acappella’ trará o universo da música vocal para esse tipo de homenagem. O Coro Experimental MT apresentará o rasqueado e canções mais tradicionais; o Mesa pra 6 ficará com o lambadão e caberá ao Alma de Gato a parte mais cômica, resgatando o universo do Liu Arruda e as canções que fizeram sucesso com esse grande artista cuiabano”, afirma Jefferson Neves.

Cuiabano de tchapa e cruz, Jefferson é um dos elos dos três grupos: é cantor e arranjador do Mesa Pra 6 e do Alma de Gato e regente do Coro Experimental MT. Tuanny Godoi também faz parte dos três grupos; Gilberto e Kael Nasser, assim como Ariane Martins, integram a atual formação do Alma de Gato e do Coro Experimental MT.

Além de canções bem tradicionais do cancioneiro cuiabano, como “Eu sou de Cuiabá” e “Cuiabá, Cuiabá”, o espetáculo trará um arranjo especial de Jefferson Neves para outros hits da música regional reunidos sob o título “Sabores cuiabanos” e uma fusão de “Pixé/Cachimbocó”, levando ao palco um mix da cultura cuiabana.

Artistas mato-grossenses como Pescuma, Henrique e Claudinho, Roberto Lucialdo, Vera & Zuleika e Moisés Martins serão lembrados no palco do Teatro do Cerrado, onde também haverá lugar para o lambadão da banda Stillus Pop Som e para a poesia em forma de canção de “Remanso”, de autoria de Beto Seror e Adriângelo com arranjo de Habel Dy Anjos. A homenagem à capital mato-grossense será feita ainda através de artistas plásticos cuiabanos, que marcarão presença no cenário e figurinos do show.

“Nosso espetáculo terá canções que retratam a irreverência dos cuiabanos, e também vai reverenciar nossa capital com o ‘Hino a Cuiabá’. Queremos festejar com muito bom humor e poesia os 300 anos da cidade onde nasceu a maioria dos integrantes dos grupos e que foi adotada pelos demais”, afirma Neves.

Os alimentos serão destinados às entidades filantrópicas atendidas pela Sala da Mulher, braço social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Mais informações, pelos telefones (65) 9 9649-0727 (Jefferson Neves) e 9 9218-7282 (Tuanny Godoi).

SERVIÇO

Espetáculo “Cuiabá Acappella” com Coro Experimental MT, Alma de Gato e Mesa pra 6
Data: Domingo (31), às 20h
Local: Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros (anexo da Assembleia Legislativa de Mato Grosso)
Ingresso: R$ 10 + 1 kg de alimento não perecível
Informações: (65) 9 9649-0727 e 9 9218-7282

*Com assessoria

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Colegiado define na quinta o novo presidente do TCE; Maluf e Novelli são cotados e decisão será consensual

Publicado

Respeitadíssimo entre os integrantes dos poderes constituídos, o conselheiro, José Carlos Novelli, deve ser reconduzido a presidência do Tribunal de Contas do Estado, em reunião do colegiado que acontece na próxima quinta-feira (23)

A eleição para escolha da nova Mesa Diretora do Tribunal de Contas do Estado (TCE) deve ser definida na próxima quinta-feira (23), quando o presidente da Corte, Guilherme Maluf, colocará o tema em debate durante reunião do colegiado, composto por cinco conselheiros vitalícios.

Segundo fonte da coluna, dois nomes, José Carlos Novelli, e o próprio Maluf podem presidir o TCE no biênio 22/23. Mas independente do escolhido, a eleição não terá disputa e o novo gestor será apresentado ao final do encontro, em comum acordo, seguindo a tradição da Casa.

A princípio, Maluf tem interesse em se reeleger, mas não descarta também a possibilidade de recuar em favor de Novelli. Aliás, o ex-presidente do TCE é muito respeitado não apenas no meio político, mas também pela maioria dos servidores do órgão fiscalizador.

“O Maluf fez um excelente trabalho e está credenciado para seguir na presidência do TCE. No entanto, até por uma questão de justiça, o Novelli, pela sua história de vida, merece este voto de confiança. Uma coisa é certa, a decisão da próxima quinta-feira será unânime e harmônica”, finalizou a fonte.

Continue lendo

Política MT

Gisela diz que fez bem em rejeitar Emanuel, que teria que escolher um lado e que pode disputar Câmara Federal pelo Pros

Publicado

A presidente do Pros de Mato Grosso, advogada Gisela Simona, em entrevista ao Portal ODocumento, afirmou que a sua pré-candidatura à Câmara Federal, nas eleições de 2022, significa o fechamento de um ciclo que começou ainda em 2018, quando a advogada concorreu à mesma vaga e conquistou mais de 50 mil votos.

Segundo Simona, que disputou a eleição para a prefeitura de Cuiabá, em 2020, ficando em terceira colocada na disputa, sua postura no segundo turno da eleição que reelegeu o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), de apoiar o candidato Abílio Júnior (Podemos), não prejudica o seu projeto de disputar a Câmara Federal.

“Não vejo que houve em nenhum momento um erro ou que haja prejuízo. Pelo contrário, até pelos desfechos que estão acontecendo hoje dentro da gestão municipal fica notório que não tinha como apoiar o atual prefeito”, afirmou.

Conforme a líder partidária, “aqueles que acompanham nossa trajetória sabem que nós temos que ser coerentes com aquilo que achamos que é correto. E ser contra a corrupção é algo que sempre foi muito claro, não só nas nossas vidas como também nas nossas propostas”, declarou.

A líder partidária fez questão de destacar que a intenção do Pros é lançar chapas completas para a Assembleia Legislativa e Câmara Federal nas eleições de 2022, com 16 pré-candidatos a deputado federal e 48 estadual. “Esse é o nosso propósito, estamos aguardando para ver se haverá mudança na legislação ou não. Nós estamos querendo sair com chapa cheia, com 16 candidatos a federal e 48 a estadual. Fizemos uma divisão do Estado por número de eleitores e vamos querer fazer um grupo bem heterogêneo com pessoas de todo Mato Grosso”, argumentou.

Questionada sobre nomes que estariam compondo as chapas de pré-candidatos, Gisela Simona desconversou. “Estamos mantendo tudo sobre sigilo, até mesmo para evitar o assédio de outros partidos. Mas estamos com um bom andamento. Terá muitos representantes da sociedade, diversos segmentos, ex-candidatos a prefeito no interior do Estado e algumas figuras conhecidas aqui em Cuiabá também”, completou

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana