conecte-se conosco


Mato Grosso

Especialistas participarão do 1º Fórum Mato-grossense em Promoção da Saúde

Publicado

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), realiza o 1º Fórum Mato-grossense em Promoção da Saúde, durante os dias 6, 7 e 8 de novembro, no Hotel Fazenda Mato Grosso. O evento reunirá teóricos de referência na área da Promoção da Saúde e englobará assuntos que dialogam com o cotidiano da população.

Os debates percorrerão temas diversos, como a sustentabilidade, a cultura da paz e as políticas efetivas em Promoção da Saúde e serão conduzidos por especialistas de cada área. Dentre os convidados, o professor e doutor pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Ricardo Ceccim, que dará início à primeira conferência magna do evento e discorrerá sobre a “Educação Permanente e as perspectivas para o fortalecimento das ações em Promoção da Saúde”.

De acordo com ele, o Fórum é uma oportunidade para a construção plural e multifacetada da Política Estadual de Promoção da Saúde, que reunirá diretrizes e estipulará objetivos para o Estado.

“Durante sua construção, é positivo que a política seja conversada, compartilhada. Eu defendo que quando temos uma proposta de política, que a gente abra esse espaço de conversa. Dá para dizer que o Sistema Único de Saúde (SUS) inventou isso desde as conferências temáticas, como a da saúde da mulher, saúde do trabalhador, saúde mental. É uma maneira de dizer que cada temática merece uma conversa com a sociedade”, avaliou.

Para Ceccim, a iniciativa da gestão estadual reflete o entendimento que o Governo tem sobre a importância da saúde que reside no cotidiano, nos hábitos, e que vai muito além da gestão hospitalar.

“Neste momento, a SES-MT está se dispondo a mediar uma conversa com o tema da Promoção da Saúde. Também acho que [a secretaria] está dizendo: ‘esse outro componente, que não é o tratamento, vamos falar sobre isso?’. Falamos das modalidades de tratamento, mas precisamos falar de Promoção e Educação em Saúde”, destacou o especialista.

Doutor em psicologia clínica e com pós-doutorado em antropologia médica, o professor explicou que a educação permanente atua no aprimoramento da prática profissional e atenta os trabalhadores para outros eixos que também estão relacionados à saúde e ao bem-estar da população.

“A Escola de Saúde Pública, por exemplo, é um equipamento específico do SUS e da educação dos profissionais; é um lugar em que formamos profissionais, podendo capacitá-los, inclusive, para fazer as práticas integrativas e de promoção na rede de serviços. Tudo isso é um processo educativo. Mudar práticas é um processo educativo”, pontuou.

Mato Grosso

De acordo com a coordenadora de Promoção e Humanização da Saúde da SES-MT, Rosiene Pires, o Estado de Mato Grosso registra excelentes índices em programas voltados para o Enfrentamento do Tabaco, o Bolsa Família, a Saúde na Escola, a Academia da Saúde e o Aleitamento Materno.

Para que este cenário seja aprimorado, o 1º Fórum Mato-grossense debaterá a Política Estadual de Promoção da Saúde, que tem o objetivo de fortalecer uma atuação que já é substancialmente positiva. Por meio do Encontro Mato-grossense de Experiências Bem-sucedidas em Promoção da Saúde, que acontecerá durante o Fórum, também haverá a troca de saberes e experiências para o fortalecimento das ações de Promoção da Saúde.

“Quando pensamos neste primeiro Fórum, pensamos em fazer um encontro de saberes e diálogo. Desejamos que a Política Estadual seja construída por várias mãos e, neste contexto, os congressistas também poderão contribuir com as suas experiências científicas e auxiliarão na relação entre a teoria e a prática”, explicou a gestora.

O saldo deste Fórum será compilado na “Carta Mato Grosso para a Promoção da Saúde”, documento que reunirá as diretrizes para o avanço das políticas de promoção da Saúde no estado. “Essa carta englobará todos os tópicos e temas que a política traz”, concluiu a coordenadora.

Serviço

Realizado pela SES-MT, o 1º Fórum Mato-grossense em Promoção da Saúde ocorrerá durante os dias 6, 7 e 8 de novembro, no Hotel Fazenda Mato Grosso. Além de Ricardo Ceccim, participarão do primeiro dia de evento Dais Gonçalves Rocha, da Universidade de Brasília (UNB); Laura Cury, representante da ACT Promoção da Saúde; Andréa Cardoso, do Programa Nacional de Controle do Tabagismo; Eliane Jeronimo, Coordenadora de Ensino, Pesquisa e Extensão da SES-MT; o reitor da Unipaz de Brasília e escritor, Roberto Crema; e o professor e doutor Marcos Aurélio da Silva, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Para acessar a programação completa do evento, clique aqui

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Bombeiros realizam desinfecção no Aeroporto Marechal Rondon

Publicado

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso realizou nesta sexta (27.03) a terceira parte da Operação de Desinfecção Biológica em prevenção à disseminação do novo coronavírus. Desta vez, o local desinfectado foi o Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. A operação é realizada em locais de de grande circulação e entradas da capital de Mato Grosso.

A operação teve início na quarta-feira (25), na Rodoviária Central de Cuiabá e continuou na quinta-feira (27), na rodoviária de Várzea Grande. Uma equipe de 15 bombeiros atuou na desinfecção com uma solução de hipoclorito de sódio, que é obtido a partir da reação do cloro com soda-cáustica. O desinfetante é utilizado em escala industrial na assepsia de instalações de beneficiamento de alimentos.

Os militares qualificados em Operações com Produtos Perigosos utilizaram a vestimenta para ações com elementos biológicos, um macacão descartável. Para aplicação do produto os bombeiros usaram bombas costais de pulverização com a solução desinfectante.

O capitão BM Felipe Sabóia, da Companhia de Atendimento a Emergências com Produtos Perigosos, afirmou que “as instalações do aeroporto já estão sendo higienizadas pela gestão local, o reforço visa dar mais segurança para passageiros e trabalhadores”. 

O coronel BM Ricardo Bezerra Costa, diretor operacional do Corpo de Bombeiros Militar, conta que “a iniciativa da corporação reforça as ações de prevenção que estão sendo tomadas pelos órgãos de saúde e segurança pública. Avaliamos que estrategicamente esses lugares são prioritários, mas não descartamos a possibilidade de outras operações similares”.

Nas Companhias e Batalhões do interior o Corpo de Bombeiros têm atuado de forma integrada com órgãos estaduais e municipais na conscientização e fiscalização.

Foto:Darlan E Silva

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Mato Grossos continua com 11 casos confirmados de coronavírus; número de suspeitos sobe para 556

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) continua, até a tarde desta sexta-feira (27.03), com 11 casos confirmados de coronavírus em Mato Grosso. Já os casos suspeitos subiram para 556.

Os casos confirmados da Covid-19 são em Cuiabá (8), Nova Monte Verde (1) e Várzea Grande (2). As ocorrências que levantam a suspeita do vírus estão detalhadas por municípios em Nota Informativa divulgada pela SES. Os casos são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios.

O aumento no número de casos suspeitos também é consequência da atualização do protocolo de definição de caso, conforme direcionamento do Ministério da Saúde; a medida impactou no aumento de casos suspeitos e confirmados em todo o país.

A Nota Informativa com dados atualizados é divulgada neste link de segunda-feira a sexta-feira a partir das 17h – horário em que também ocorre a coletiva de imprensa virtual com o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, transmitida pelo Instagram e FaceBook do Governo do Estado.

Casos confirmados em Rondonópolis

Os laboratórios privados de Rondonópolis que emitiram resultado positivo para três casos de Covid-19 entregaram às 17h desta sexta-feira (27) a documentação que valida as análises desses locais para constatação do coronaviurs, conforme prevê a portaria 099/2020.

Diante disso, os três resultados positivos emitidos por estes laboratórios serão incluídos na lista de confirmados na próxima nota informativa, que será divulgada na segunda-feira (30.03).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana