conecte-se conosco


Internacional

Esfaqueamento no interior de uma igreja deixa três mortos, em Nice

Publicado


Pelo menos três pessoas morreram e várias ficaram feridas, em um esfaqueamento, ocorrido na cidade francesa de Nice. O ataque aconteceu na manhã de hoje (29), em uma igreja. O autor do ataque foi detido. O departamento francês anti-terrorismo foi já chamado para investigar o caso tratado como assassinato e tentativa de assassinato.

O prefeito de Nice, Christian Estrosi, anunciou que o suspeito foi detido e que tudo aponta para um ataque terrorista. Enquanto era detido, o homem gritou “Deus é Grande”. Ele foi levado para um hospital com ferimentos de bala, decorrentes do momento da detenção.

Já o ministro do Interior informou que haverá uma reunião de crise devido ao acontecimento. O prefeito de Nice disse ainda que o Presidente Emmanuel Macron irá à cidade, ainda nesta quinta-feira.

Duas das vítimas teriam falecido na Igreja. Uma delas teria sido degolada. Uma pessoa ferida fugiu para um bar nas proximidades, mas também morreu, de acordo com uma fonte policial citada pela Agência France Press. O ataque ocorreu por volta das 9h (5h em Brasília) perto da igreja Notre-Dame, quando começava a missa da manhã.

Não há ainda informação sobre os motivos deste ataque em Nice, mas a polícia fala de uma situação grave, com explosões conduzidas pela polícia, durante a operação.

Relatado ataque de faca na cidade francesa de NiceRelatado ataque de faca na cidade francesa de Nice

Ataque a faca deixa três mortos na cidade francesa de Nice – Reuters/Eric Gaillard/Direitos Reservados

Professor morto

O ataque ocorre no momento em que a França ainda tem presente na memória a morte de um professor, Samuel Paty, alegadamente decapitado por ter mostrado, em sala de aula, caricaturas de Maomé que tinham sido publicadas pelo Charlie Hebdo e que motivaram à época ataques terroristas.

O prefeito de Nice considera que “13 dias depois do ataque a Samuel Paty, o nosso país não pode mais se contentar com as leis de paz para destruir o fascismo islâmico”.

Relatado ataque de faca na cidade francesa de NiceRelatado ataque de faca na cidade francesa de Nice

Policiais nas ruas de Nice, após ataque a faca em uma igreja da cidade – Reuters/Eric Gaillard/Direitos Reservados

Pandemia

O ataque ocorreu enquanto a Assembleia Nacional discutia o confinamento para combater a pandemia do novo coronavírus. A Assembleia fez um minuto de silêncio em solidariedade às vítimas e seus parentes.

O primeiro-ministro francês, Jean Castex, saiu às pressas da Assembleia Nacional para se dirigir à unidade de crise. O Presidente francês, Emmanuel Macron, também marcou presença na reunião, anunciou o palácio do Eliseu.

Nice esteve foi palco, em 2016, de um ataque que deixou 86 mortos na famosa avenida Promenade des Anglais, em 14 de julho, em pleno feriado nacional.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

EUA: Idosa deposita U$ 20, tira extrato bancário e encontra U$ 1 bilhão

Publicado


source
 Ao tirar o extráto bancário esperando encontrar apenas U$ 20, a senhora encontrou a quantia de U$ 999.985.855,94.
Reprodução

Ao tirar o extráto bancário esperando encontrar apenas U$ 20, a senhora encontrou a quantia de U$ 999.985.855,94.

Uma idosa  norte-americana chamada Julia Yonkowski se tornou bilionária de um dia para o outro. Ao tirar o extrato bancário esperando encontrar apenas U$ 20, a senhora encontrou a quantia de U$ 999.985.855,94. As informações são do jornal Daily Mail.

Por enquanto, a idosa é a 615ª pessoa mais rica dos Estados Unidos. Julia relatou que ficou desesperada e que, imediatamente, busca devolver o dinheiro ao verdadeiro dono. Ela entrou em contato com o Banco Chase, mas não houve retorno das ligações.

“Meu Deus, fiquei horrorizada. Sei que a maioria das pessoas pensaria que ganhou na loteria, mas fiquei horrorizada”, conta Julia. Ao tentar depositar U$ 20, o caixa eletronico rejeitou a ação e ela imaginou que havia algo de errado com a sua conta. Com isso, tirou o extrato bancário e encontrou a quantia bilionária.

“Eu sei que li histórias sobre pessoas que pegaram o dinheiro ou tiraram dinheiro, e então eles tiveram que reembolsar e eu não faria isso de qualquer maneira porque não é meu dinheiro. Isso me assusta porque você sabe das ameaças cibernéticas”, relata a idosa.


Julia, porém, disse que o banco ainda não lhe retornou, mas que continuará sua saga na devolução dos U$ 999.985.855,94. “Simplesmente não consigo falar com o banco. Fico presa ao sistema automatizado deles e não consigo encontrar uma pessoa para ajudar.”

Questionado, o banco Chase não comentou sobre o assunto.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Prisão australiana deve ser evacuada após invasão de ratos

Publicado


source
Ratos invadem presídios, hospitais, casas e empresas na Austrália
AP Photo / Rick Rycroft

Ratos invadem presídios, hospitais, casas e empresas na Austrália


Uma infestação de ratos devastou o leste da Austrália forçando a evacuação de um presídio, enquanto as autoridades consertam os fios roídos e retiravam os ratos mortos e em decomposição das paredes e tetos. As informações são da AP News.

Cerca de 200 funcionários e 420 detentos do Centro Correcional de Wellington na zona rural do estado de New South Wales serão transferidos para outras prisões na região, enquanto a limpeza e reparos são feitos, segundo o Comissário de Serviços Corretivos Peter Severin afirmou nesta terça-feira (22).

“A saúde, a segurança e o bem-estar dos funcionários e presidiários são nossa prioridade número 1, por isso é importante agirmos agora para realizar o trabalho de remediação vital”, declarou Severin.

Você viu?

Os ratos também afetaram as zonas de cultivo de grãos do estado mais populoso da Austrália, destruindo plantações, montes de feno e invadindo casas, escolas, hospitais e empresas.

A reclamação mais comum sobre a peste é o cheiro da urina e da decomposição dos ratos. Algumas pessoas afirmam terem sido mordidas enquanto dormiam, carcaças dos ratos são encontradas em calhas, poluindo tanques de água das fazendas, causando doenças.


A infestação de ratos costuma acontecer após a chuva, depois de um longo período de secas. O pesquisador de ratos do governo Steve Henry disse que o número de ratos começou a dimunuir, pois a espécie sempre para de reproduzir durante o inverno do hemisfério sul. Mas se as condições forem favoráveis ​​na primavera, eles podem voltar em grande número.


Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana