conecte-se conosco


Mato Grosso

Escolas de Rondonópolis e Guiratinga são contempladas com kits

Publicado

A secretaria de Estado de Educação (Seduc) entregou, esta semana, kits de materiais esportivos para escolas dos municípios de Rondonópolis (a 212 quilômetros de Cuiabá) e Guiratinga (a 328 quilômetros de Cuiabá). Os kits foram adquirimos com recursos do Plano de Ações Articuladas (PAR), do Ministério da Educação (MEC), e vão beneficiar 29 mil alunos nos dois municípios.

Ao todo, a Seduc entregará aproximadamente 24 mil itens esportivos, entre bolas de voleibol, basquete, futsal, handebol, borracha e redes de voleibol, de basquete e futsal, para 755 escolas da rede estadual distribuídas nos 145 municípios do Estado.

Na semana passada, os kits foram entregues para as escolas de Cuiabá e Várzea Grande.

Segundo a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, que participou das entregas, os materiais serão utilizados pelos professores no segundo semestre do ano letivo, dando melhores condições de trabalho. “É um incentivo para os professores, para que possam trabalhar a prática esportiva com seus alunos com mais qualidade”.

Rondonópolis

Nessa primeira etapa, foram entregues kits para sete escolas de Rondonópolis. As demais unidades escolares receberão os materiais via assessoria pedagógica.

Na EE Plena Adolfo Augusto de Moraes os materiais vão beneficiar 130 alunos. Para a diretora da escola, Elizangela dos Santos Lima, os kits serão de grande valor para a unidade, pois vão dar um gás a mais, não só para os alunos, mas, principalmente, para os professores. “Além disso, é um incentivo maior para os alunos continuarem a perseverar na escola e não desistir dos estudos”.

Leia Também:  Governo paga primeira parcela dos servidores nesta sexta-feira (09.08)

A diretora explica que a escola tem o projeto qualidade de vida, que visa estimular nos alunos e profissionais da educação a prática esportiva. O projeto é desenvolvido de duas a três vezes por semana, com atividades de vôlei, handebol, basquete ou atividades livres e esses materiais vão contribuir para a melhoria de sua prática.

O diretor da EE Plena André Maggi, José Bosco dos Santos, também ficou animado com o recebimento dos kits. “A escola estava precisando muito, principalmente da rede de vôlei. Além disso, no início do ano compramos bolas novas, mas, como as atividades são intensas, elas já acabaram. Agora vamos ter bolas para trabalhar com os alunos até o final do ano”.

Na EE São José Operário os kits vão beneficiar os 780 alunos do ensino fundamental, ajudando os professores de educação física nas aulas de recreação e nas atividades esportivas, é o que garante a diretora da escola, Regiane da Silva Bastos. “A atividade física contribui para o desenvolvimento motor e também a aprendizagem. Hoje em dia, nós temos cada vez mais a necessidade de desenvolvimento das atividades físicas. Com uma sociedade cada vez mais obesa, precisamos trabalhar isso e desenvolver e estimular o esporte nas escolas”.

Leia Também:  Jogos Abertos voltam a ser realizados em Mato Grosso

A assessora pedagógica de Rondonópolis, Isabel Gonçalves, também destacou a importância da entrega dos materiais esportivos para o município. “Esses kits chegaram em momento oportuno. Os itens já estão disponíveis aos professores e alunos dinamizando as atividades esportivas e fomentando as aulas de educação física nas escolas”.

Guiratinga

Em Guiratinga, cinco escolas foram beneficiadas com os kits.

Segundo a Diretora da EE Estevão de Mendonça, Isabela Bonilha, os kits vão contribuir muito na questão pedagógica, principalmente na área de educação física. “Alguns desses materiais são caros e às vezes a escola não tem como investir o quanto gostaria. Receber bolas e redes novas é um incentivo aos alunos e aos professores para trabalhar todas as modalidades esportivas”, disse a diretora.

“É de grande importância a entrega desse material esportivo para as escolas, considerando que a prática esportiva incentiva a melhoria do processo ensino aprendizagem”, completou o assessor pedagógico de Guiratinga Carlos Renato Sentinello.

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Secel garante participação de Mato Grosso em Paralimpíadas Escolares

Publicado

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) garantiu a participação de Mato Grosso nas 13ª edição das Paralimpíadas Escolares, providenciando a mobilização, organização e viagem para São Paulo dos atletas com deficiência, técnicos e dirigentes. A delegação mato-grossense conta com 17 alunos-atletas que irão disputar as modalidades de atletismo, bocha, natação, tênis de mesa e tênis em cadeira de rodas na competição escolar que vai de 19 a 23 de novembro. 

Classificados para a fase nacional por alcançarem índices necessários para suas respectivas modalidades, os estudantes que representam Mato Grosso são de escolas regulares e de instituições para deficientes dos municípios de Alta Floresta, Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sorriso e Paranatinga.

As modalidades esportivas em disputa são divididas de acordo com o tipo  deficiência. De Mato Grosso, participam alunos-atletas com deficiência física, visual, e intelectual, além de paralisia cerebral. 

“A participação nas Paralimpíadas Escolares é uma forma de incentivarmos a prática de esportes aos estudantes com deficiência no Estado. E isso é muito importante, pois a atividade física diminui malefícios da deficiência, da falta de mobilidade até o uso de remédios, e contribui muito na questão social, pois integra os deficientes e faz uma verdadeira inclusão social”, explica o coordenador de coordenador de Esportes de Inclusão da Secel, Luiz Benedito Pinto Filho, mais conhecido como Tamba.

Leia Também:  Primeira-dama recebe Associação dos Amigos dos Autistas e abraça a causa

As Paralimpíadas Escolares são consideradas o maior do mundo para pessoas com deficiência em idade escolar e, nesta edição, envolve 12 modalidades: atletismo, basquete em cadeira de rodas (formato 3×3), bocha, futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (para paralisados cerebrais), goalball, judô, natação, parabadminton, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado. A faixa etária contemplada para as disputas é de 12 a 17 anos e todas as unidades da federação estarão representadas na competição.

A Secel também providenciou a logística e organização das viagens das delegações mato-grossenses que participam da etapa Brasileira dos Jogos Escolares da Juventude, em Blumenau/SC, de 16 a 29 de novembro.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Estudantes de graduação de Rondônia visitam a diretoria de Criminalística da Politec

Publicado

Estudantes do curso de graduação em Sistemas de Informação do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Rondônia realizaram uma visita acadêmica às gerências que compõem a Diretoria Metropolitana de Criminalística da Politec de Mato Grosso, nesta segunda-feira (18.11).

O objetivo é mostrar na prática quais as possibilidades de atuação da profissão, com a visualização in loco dos conteúdos e teorias vistas em sala de aula.

Em um dos setores os alunos acompanharam a rotina de trabalhos dos peritos da Gerência de Perícias em Computação Forense, que é responsável pela realização perícias em computadores, dispositivos eletrônicos, e meios digitais, como celulares.

“A parte mais interessante para mim foram as perícias de computação em que mesmo sem ter acesso à pessoa que era a dona do celular os peritos conseguem rastrear as informações. Foi bem interessante pois é uma linguagem que tínhamos acabado de aprender na faculdade. Depois dessa visita aumentou ainda mais o meu interesse em seguir a carreira da área  forense depois que me formar”, disse o estudante Mateus Luiz de Jesus.

Leia Também:  Programação esportiva tem Festival de Natação e Brasileirão da Série B

O gerente de perícias de computação forense, Max Martins, apresentou as ferramentas tecnológicas e softwares empregados no desbloqueio de aparelhos, na extração e análise de dados recuperação de imagens, mensagens e vídeos relacionados a todos os tipos de crimes investigados pela polícia.

“Estas visitas técnicas fazem parte do projeto pedagógico do curso onde buscamos utilizar situações do dia a dia para a assimilação dos conteúdos, eles estão vendo na prática, para que eles tenham a sensação de que o que eles estão aprendendo não é à toa. A impressão foi muito boa, a visita foi ótima, a gente ficou deslumbrado”, afirmou o coordenador do curso, Juliano Fischer Naves.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana