conecte-se conosco


Mato Grosso

Escola Estadual Ramon Sanches arrecada alimentos para o Hospital de Câncer

Publicado

Alunos da Escola Estadual de Tempo Integral Ramon Sanches Marques, do município de Tangará da Serra (localizada a 239 quilômetros de Cuiabá), participaram de uma campanha de arrecadação de leite condensado e gelatina em prol do Hospital de Câncer de Mato Grosso. Os alunos, acompanhados dos professores responsáveis pela iniciativa, estiveram em Cuiabá nesta quinta-feira (28.11) para fazer a doação dos alimentos ao hospital. Foram arrecadados em torno de 5.200 produtos.

A iniciada da campanha foi do professor de história e da disciplina eletiva “Cidade Cidadã” Cleber Junior Ferreira, em parceria com a professora de química e prática experimental Daiane Aparecida Souza.

Segundo Daiane Souza, a ideia inicial era arrecadar esses produtos alimentícios para que os alunos, da disciplina eletiva, desenvolvessem o sentimento de solidariedade e cooperação.

“Mas a ideia foi além, a partir disso foi criado uma gincana em que a sala que mais arrecadasse esses produtos ganharia como prêmio um passeio a Cuiabá e ainda entregaria os alimentos ao hospital”, explica a professora.

A campanha teve duração de dois meses, com início no mês de agosto e encerramento em novembro. Participaram da gincana 10 turmas da escola, tendo como meta inicial a arrecadação de 2.200 produtos. A turma ganhadora foi a do 1º Ano C, que arrecadou o maior número de alimentos.

“Com o projeto ‘Doce Vida’ conseguimos desenvolver nos alunos a solidariedade, a união e trabalhar a interdisciplinaridade, auxiliando na matemática e em português, entre outras disciplinas”, ressalta Cleber Ferreira

“Foi muito gratificante e os alunos amaram toda a campanha e querem que ela seja repetida nos próximos anos”, concluiu a professora Daiane.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Operação de combate à pesca predatória aborda 161 pescadores nos rios Araguaia e Garças

Publicado


.

Em Barra do Garças, entre terça-feira e sexta-feira (19 a 22.05), 161 pescadores amadores e profissionais foram abordados em operação de combate à pesca predatória. A intervenção foi realizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) em conjunto com a Diretoria de Unidade Desconcentrada de Barra do Garças (DUD), 4° Companhia de Policia Militar de Cáceres e policiais do Batalhão Ambiental de Goiás.

Ao todo foram apreendidas 27 redes de emalhar, que não estavam armadas em forma de armadilha, além de 42 quilos de peixes das espécies de matrinchã, caranha, peixe cachorro, bicuda e sardinha.

A operação ocorreu nos rios Araguaia e Garças. Os pescados foram doados à Associação de Atletismo em Barra do Garças.

Atividade essencial

As atividades de fiscalização ambiental que incluem as ações de monitoramento e controle de crimes ambientas como desmatamento e exploração florestal ilegais, pesca predatória, caça ilegal, poluição causada por empreendimentos, dentre outros, seguem em pleno funcionamento.

De acordo com o Decreto Estadual 432/2020, a fiscalização ambiental é considerada atividade essencial no Estado. Ao se deparar com crimes ambientais, o cidadão pode fazer denúncias pelo 0800 65 3838 ou via aplicativo MT Cidadão (disponível para IOS e Android).

Regras da pesca

Os pescadores profissionais e amadores devem seguir as regras determinadas pela Lei Estadual nº 9.096/2009, que estabelece a proibição para uso de apetrechos de pesca como tarrafa, rede, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garateia pelo processo de lambada, substâncias explosivas ou tóxicas, equipamento sonoro, elétrico ou luminoso.

As medidas mínimas dos peixes constam na carteira de pesca do Estado e algumas delas são: piraputanga (30 cm), curimbatá e piavuçu (38 cm), pacu (45 cm), barbado (60 cm), cachara (80 cm), pintado (85 cm) e jaú (95 cm).

O regramento em Mato Grosso proíbe a captura, comercialização e transporte das espécies dourado (Salminus brasiliensis) e piraíba (Brachyplatystoma filamentosum), conforme estabelecido na Lei 9.794/2012.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Sema e PM multam infrator que comercializava pescado fora da medida permitida em Juína

Publicado


.

Fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), apreenderam 768 quilos de pescados e quatro freezers no município de Juína. A operação foi realizada em conjunto com a Polícia Ambiental na segunda-feira (25.05).

Os pescados eram de várias espécies e o infrator que foi conduzido para a delegacia é pescador profissional e estava pescando e comercializando peixes fora da medida permitida.

Os peixes foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Juína e o infrator recebeu uma multa de R$ 35 mil.

Atividade essencial

As atividades de fiscalização ambiental que incluem as ações de monitoramento e controle de crimes ambientas como desmatamento e exploração florestal ilegais, pesca predatória, caça ilegal, poluição causada por empreendimentos, dentre outros, seguem em pleno funcionamento.

De acordo com o Decreto Estadual 432/2020, a fiscalização ambiental é considerada atividade essencial no Estado. Ao se deparar com crimes ambientais, o cidadão pode fazer denúncias pelo 0800 65 3838 ou via aplicativo MT Cidadão (disponível para IOS e Android).

Regras da pesca

Os pescadores profissionais e amadores devem seguir as regras determinadas pela Lei Estadual nº 9.096/2009, que estabelece a proibição para uso de apetrechos de pesca como tarrafa, rede, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garateia pelo processo de lambada, substâncias explosivas ou tóxicas, equipamento sonoro, elétrico ou luminoso.

As medidas mínimas dos peixes constam na carteira de pesca do Estado e algumas delas são: piraputanga (30 cm), curimbatá e piavuçu (38 cm), pacu (45 cm), barbado (60 cm), cachara (80 cm), pintado (85 cm) e jaú (95 cm).

O regramento em Mato Grosso proíbe a captura, comercialização e transporte das espécies dourado (Salminus brasiliensis) e piraíba (Brachyplatystoma filamentosum), conforme estabelecido na Lei 9.794/2012.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana