conecte-se conosco


Política Nacional

Erundina diz que vice de Covas desapareceu e precisa explicar denúncias ao povo

Publicado


source
erundina
reprodução / Twitter

A deputada Erundina direcionou elogios recentes a Boulos, afirmando que ele é “capaz, inteligente e ousado”.


A deputada federal e candidata a vice-prefeita na chapa de Guilherme Boulos (PSOL), Luiz Erundina (PSOL), afirmou na manhã desta quarta-feira durante a sabatina na Folha de S.Paulo que o vice de Bruno Covas (PSDB) na disputa pela Prefeitura de São Paulo, o vereador Ricardo Nunes (MDB), se esconde para não esclarecer as denúncias contra ele e para não explicar ao eleitor o que cerca a sua vida política e pessoal.

O vice escolhido por Bruno Covas é acusado de violência doméstica contra a esposa e favorecimento de familiares em esquemas de prestação de serviços de creches na cidades sem realização de licitação – conhecido como o escândalo da máfia das creches. Ricardo Nunes também foi convidado pelas redações da Folha e do UOL para participar da sabatina, mas recusou o convite alegando compromissos eleitorais.

“O Ricardo Nunes me parece que está se escondendo. O próprio candidato, cuja chapa ele compõe, também não dá muita informação sobre o vice e muito menos explicações porque ele desapareceu. Deve ser porque ele deve explicações à sociedade e à própria Justiça de denúncias muito graves sobre seu comportamento em relação aos interesses públicos”, disse Erundina durante a sabatina.

A campanha de Guilherme Boulos na televisão tem explorado o fato de Bruno Covas nunca ter mencionado ou apresentado formalmente o seu vice ao eleitorado durante a campanha, além disso o programa aborda o histórico de prefeitos do PSDB, como José Serra e João Doria, já terem abandonado o cargo de prefeito de São Paulo para disputar cargos estaduais ou nacionais.

“Se ele não debate, se não se manifesta, não aparece, eu não sei como vai ser o papel desse vice. E é ruim para o eleitor votar em alguém indiretamente, porque quem vota no candidato, mas sem saber quem é essa pessoa, quais explicações ele teria a dar sobre essas graves acusações contra ele. É lamentável que a gente não possa ter outro candidato a vice debatendo a cidade, nosso compromisso e nossa responsabilidade à frente dos destinos de nossa cidade nos próximos quatro anos”, falou em outro momento.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Roraima: Telmário pede ajuda à Venezuela e cobra ação do Ministério da Saúde

Publicado


Em razão do aumento no número de casos de contaminação pela covid-19 em Roraima, o senador Telmário Mota (Pros-RR) enviou, na última sexta-feira (22), um ofício ao ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, solicitando ajuda humanitária com o fornecimento de cilindros de oxigênio, a fim de evitar o colapso na saúde do estado. Também por ofício, o parlamentar ainda cobrou providências ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e ao governador de Roraima, Antonio Denarium. 

Nos três ofícios, o senador apresentou a preocupação de que Roraima entre em colapso, assim como ocorreu no Amazonas, devido à falta de oxigênio. No texto enviado ao Ministério das Relações Exteriores da Venezuela, Telmário mencionou o apoio prestado pelo país a Manaus e pediu a colaboração pelo “extenso histórico de boas relações com esse país vizinho”. 

Ao governador, o parlamentar comentou a “falta de competência” do Ministério da Saúde junto ao Amazonas diante da pandemia e pediu urgência para que as devidas providências sejam tomadas. 

Já ao ministro da Saúde, Telmário disse que a falta de ação preventiva da pasta é “pública e notória”: “Como o fornecedor de oxigênio para Roraima se encontra instalado em Manaus, vizinho a Roraima, prevemos que a saúde em Roraima corre sério risco de entrar em colapso tal como aconteceu em Manaus. Diante disso, e para evitar que esse Ministério não faça com Roraima o mesmo que fez com Manaus, recomendo a Vossa Excelência que adote todas as providências necessárias para evitar mortes em nosso Estado de Roraima”, escreveu. 

Durante o fim de semana, o senador, mais uma vez, criticou a atuação da pasta da Saúde pelas redes sociais: “Presenciamos recentemente pessoas morrendo no Amazonas por falta de oxigênio. Esse grave problema aconteceu por falta de planejamento e atenção do ministro da Saúde, que deveria monitorar a situação devido à grave crise que estamos vivendo”, declarou o senador. 

Ao mesmo tempo, soubemos que Roraima também conta com um baixo estoque de oxigênio, mesmo passando por uma fase grave da pandemia. Ministro da Saúde, o senhor vai esperar acontecer o mesmo com Roraima para tomar uma providência? Exigimos que o senhor haja agora”, completou. 


Ana Lídia Araújo sob a supervisão de Patrícia Oliveira

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Continue lendo

Política Nacional

Câmara lança nesta sexta-feira aplicativo para acompanhar rádio e TV ao vivo

Publicado


A Câmara lança, nesta sexta-feira (29), o aplicativo Câmara ao Vivo. Por meio dele, o cidadão terá acesso direto à Rádio Câmara e à TV Câmara, seja para assistir ou ouvir as transmissões ao vivo ou os programas gravados. Também será possível encontrar as últimas notícias da Agência Câmara. O app pode ser baixado gratuitamente direto na loja de aplicativos do celular.

A secretária de Comunicação da Câmara, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), destaca a simplicidade do aplicativo e lembra o cidadão de um momento muito importante da vida política brasileira: a eleição para a Mesa Diretora da Câmara, quando será definido o novo presidente da Casa, no início de fevereiro.

“Quando a gente tira a burocracia tecnológica do meio do caminho, a gente aproxima o cidadão dos trabalhos parlamentares. O que nós queremos, nós aqui da Câmara, nós da Secom, é que qualquer cidadão, em qualquer local do Brasil e do mundo, através de um único clique no seu celular, possa acompanhar o trabalho do parlamentar. Esse app foi pensado para que a próxima eleição da Mesa Diretora da Câmara seja acompanhada em todo o Brasil por qualquer cidadão e pela própria imprensa em um único toque, sem nenhum tipo de burocracia tecnológica no meio do caminho.”

Reportagem – Paula Bittar
Edição – Ana Chalub

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana