conecte-se conosco


Várzea Grande

Equipe do Bonsucesso é campeã da Copa Industrial de Futebol Amador de Várzea Grande 2019

Publicado

Com o placar apertado de 1 a 0, a equipe do Vila Nova do distrito de Bonsucesso sagrou-se campeã da edição 2019 da Copa Industrial de Futebol Amador de Várzea Grande, promovida pela Superintendência de Esporte da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer em comemoração aos 152 anos de fundação de Várzea Grande. O Vila Nova disputou o título jogando contra a equipe do Veteranos do Água Vermelha, na tarde do último sábado, 11, no miniestádio do bairro Manaíra.

A partida final foi muito disputada com as iniciativas de ataques partindo dos dois times até os últimos momentos da disputa, acompanhados com muita empolgação pela torcida dos dois times que se faziam presentes no miniestádio Josemar José da Silva. O único gol da partida foi marcado pelo meio de campo e camisa oito, Deivison Barbosa da Silva, durante o segundo tempo da partida e determinou a vitória da equipe do Bonsucesso.

 Após a partida, os dois times foram agraciados com troféus e medalhas pela prefeita Lucimar Sacre de Campos, acompanhada pelo senador Jayme Campos, secretário Silvio Fidelis e o superintendente de Esporte, Jadir Pereira. Também receberam troféus o goleiro menos vazado, Jallyson Magalhães, artilheiro Euller da Silva, com 11 gols, ambos do Vila Nova Bonsucesso e o representante do Veteranos do Imperial como equipe mais disciplinada.

Em sua fala, o senador Jayme Campos, destacou os avanços conquistados pelo esporte amador de Várzea Grande durante a gestão Lucimar Sacre de Campos. Jayme citou a entrega pela Prefeitura da reforma no ginásio poliesportivo Abdão Profeta, do Jardim Glória, ocorrida na semana passada dentro das festividades dos 152 anos de fundação de Várzea Grande e anunciou a previsão para o mês de setembro a inauguração do novo estádio de futebol Dito Souza no Cristo Rei que estará apto a receber jogos pelo campeonato estadual, além da finalização das obras de reestruturação do Ginásio Fiotão.

Para Lucimar Sacre de Campos, o esporte traz alegria, interação e fortalece a amizade entre as pessoas, além de trazer a população do bairro para os estádios, fomentando cada dia mais a prática de atividades físicas.

O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis ressaltou o trabalho junto aos órgãos federais na locação de recursos para viabilizar a construção de mais miniestádios e outros ginásios de esporte, que irão oferecer áreas para fomentar a prática saudável do esporte e possibilitar mais competições esportivas em Várzea Grande.

Com isso, podemos dizer que a grande maioria dos times de Mato Grosso sobrevive por disputas que são realizadas nos campeonatos estaduais, pois muitos times não possuem oportunidades no calendário nacional. Visando uma boa classificação e uma possível vaga na Série D, os times dos bairros jogam como se fossem uma situação de vida ou morte, pois é através do desempenho de cada time que a vaga está garantida.

“A Copa Industrial está consolidada no calendário da Cidade, valorizando o esporte amador. Os miniestádios, palco desta competição, promovem utilização social, lazer, diversão, esporte, estimulam o comércio local e revelam talentos. Nós esperamos que esses desportistas, muitos deles jovens, despontem no cenário local, nacional e internacional”, destacou o secretário..

Pelo Vila Nova Bonsucesso jogaram: Jalysom Magalhães, Jefferson Fortes, Vanilton Vieira, Paulo César Junior, Deivison da Silva, Leonan Barros, Lucas Carbonera, Walderson Magalhães, Robson Rosas, Euler Rodrigues, Janderson Silva, Cleiton Silva, Alcides Filho, João Silva, Márcio Bastos, Edmilson Junior, Alessandro Silva e Marcelo Vitor. Sob o comando do técnico Renato Ribeiro.

A equipe do Veteranos Água Vermelha disputaram: Fernando Leite, Alexandre Campos, Vanildo Campos, Gonçalo Costa, Allan Henrique, Natalino Campos, José Cerilo, Ronaldo Ramos, Fadislam Silva, Willian de Almeida, Haiaher Costa, Júnior Lopes, Jarilson Silva, Lucas Matheus, Reginaldo Ramos, Marcelo de Moraes, Sérgio Silva e Daniel Duarte. Com Hemelis Bispo da Silva no comando técnico.

Por: Da redação – Secom/VG

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Escolas da Rede Municipal recebem o projeto ‘Sacola Literária’

Publicado


.

24/09/2020    13

As escolas municipais de Educação Básica, Gonçalo Domingos de Campos e Professora Lúcia Leite Rodrigues serão beneficiadas com 200 livros novos cada uma por meio do projeto Sacola Literária neste mês de setembro. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, VR Projetos Culturais e Sociais com o patrocínio da CNH Industrial.

De acordo com o secretário Silvio Fidelis, o projeto que tem o apoio da  Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal, visa incentivar a leitura e enriquecer as bibliotecas com conteúdo qualificado para as escolas. O projeto Sacola Literária foi criado para incentivar a leitura e promover esse hábito tão importante dentro das escolas. Cada acervo do projeto Sacola Literária é composto por 200 livros com obras para crianças, jovens e adultos, e títulos inclusivos como os sensoriais, em braile e de introdução à literatura para alunos alfabetizados tardiamente (EJA).

Também faz parte do acervo um grande tapete emborrachado para atividades de leitura ao ar livre e ecobags (sacolas) personalizadas para que os alunos possam levar livros para casa e incentivar a leitura familiar. Além da entrega dos livros, o projeto Sacola Literária também oferece atividades para professores e alunos. Esse ano, visando contornar o cenário de pandemia, as atividades foram adaptadas para serem realizadas de forma on-line.

Através da Secretaria de Educação será disponibilizada para todos os professores e colaboradores das escolas uma divertida oficina com a professora, autora e contadora de histórias Marô Barbieri, especialista na promoção da leitura de forma ludica cujos títulos estão no acervo do projeto. Durante a oficina, ela discorre sobre a importância da literatura e dá diversas dicas de como incentivar a leitura nas atividades com alunos de forma presencial ou on-line.

Diretores e professores das escolas beneficiadas vão receber uma ‘contação’ de história personalizada de um dos livros do acervo para disponibilizar a seus alunos e demais professores. A empresa patrocinadora informa que neste ano, 8 mil livros serão distribuídos através do projeto para escolas públicas de 17 cidades de norte a sul do país.

Para o secretário, o projeto ‘Sacola Literária’ é uma grande oportunidade oferecida à rede municipal para incentivar a formação de leitores e estimular o hábito da leitura entre as crianças, jovens e adultos, que cada vez mais estão sendo conquistados pelos novos estímulos virtuais. “É preciso e fundamental dar acesso à literatura, disponibilizando livros atuais e de qualidade nas bibliotecas de nossas escolas” declarou.

Responsável pelo projeto ‘Sacola Literária’ a VR Projetos Culturais e Sociais Transformadores é uma empresa que desenvolve projetos culturais voltados à transformação social e facilita o uso das leis de incentivo por empresas, e, ao mesmo tempo, explica como elas podem ser usadas como ferramentas de transformação social.

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Continue lendo

Várzea Grande

Prorrogada até o dia 30 em Várzea Grande pesquisa que investiga resposta imunológica à Covid-19

Publicado


.

23/09/2020    4

Várzea Grande está entre os 10 municípios selecionados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) para participar da Pesquisa Soroepidemiológica da Covide-19, cujo objetivo é descobrir o percentual da população que já contraiu o coranavírus, além de saber o número de pessoas que estão imunes à infecção (imunidade coletiva).

O trabalho de testagem é coordenado pela equipe técnica da SES, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e é executado pelas Secretarias Municipais de Saúde dos municípios envolvidos no estudo. 

Profissionais da saúde (enfermeiros, agentes de saúde e endemias) estão a campo desde o dia 16 de setembro, e há princípio, a pesquisa seria concluída nesta quarta-feira (23), porém a quantidade de casas a serem visitadas, amostras de sangue e os questionários a serem preenchidos, tornou a data inviável.

A Superintendente de Vigilância em Saúde, Relva Cristina Silva de Moura disse que os representantes dos municípios selecionados, em reunião com a equipe técnica da Secretaria Estadual de Saúde, solicitaram a prorrogação da data de conclusão da pesquisa que agora será no dia 30 de setembro. “E esse prazo pode ser novamente prorrogado caso haja a necessidade de algum município ampliar essa data”, explicou.

Relva Cristina destacou que até o momento o município de Várzea Grande já visitou 250 moradias e realizou a coleta de mais de 250 amostras, e a meta da Secretaria Municipal de Saúde é aplicar a pesquisa em 640 pessoas.  

A Superintendente de Vigilância em Saúde lembra ainda que a pesquisa é aleatória e segue a metodologia da Secretaria de Estado de Saúde que define o setor censitário a ser testado por meio de sorteio, bem como a casa e o morador do domicílio.

Com os dados da pesquisa, a Secretaria Estadual de Saúde pretende mapear o nível de infecção da Covid-19 no Estado e planejar o remanejamento de leitos conforme a movimentação da internação por coronavírus.

Além de Várzea Grande participam da pesquisa os municípios de Cuiabá, Cáceres, Sinop, Barra do Garças, Tangará da Serra, Rondonópolis, Água Boa, Juína e Alta Floresta. A pesquisa soro epidemiológica tem por meta testar 4.500 pessoas.

 

Por: Katia Passos – Secom/VG

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana