conecte-se conosco


Nacional

Enem seriado começa já em 2021, para ingresso em 2024; veja como será

Publicado


source
enem
Marcello Casal Jr/Agência Brasil.jpg

Enem seriado começa já em 2021, para ingresso em 2024

O novo modelo do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) vai começar a ser aplicado já no ano que vem, em 2021, para alunos do 1º ano do ensino médio. O anúncio foi feito nesta terça-feira (15), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O ógão também afirmou que as provas serão anuais e terão questões sobre todas as disciplinas do currículo, não só português e matemática. Com isso, as provas anuais do Saeb também vão compor uma nota final para o novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seriado, que considera o desempenho do aluno ao final de cada ano do ensino médio e não apenas no 3º.

A ideia do novo modelo é transformar o principal exame de entrada para as universidades em algo mais completo, com uma análise longa sobre todo o período em que o estudante esteja no ensino médio. O coeficiente do estudante será medido ao longo dos três anos e servirá como uma forma mais ampla de ingresso na universidade. 

“O aluno vai poder fazer a prova do Saeb na sua escola, e com isso eles vão concorrer a vagas no Brasil inteiro, assim como é feito no Enem”, afirmou Alexandre Lopes, presidente do Inep.

Ele explicou também que as avaliações serão aplicadas em toda a rede privada de ensino. “A ideia sempre foi começar a partir de 2021. No ano seguinte, vamos estender para o ensino fundamental também.” 

O plano de implementação do novo Saeb ainda está sendo desenvolvido por uma parceria entre o MEC, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Metrô de SP: projeto quer proibir pessoas ‘trajadas antissocialmente’; entenda

Publicado


source
Metrô chegando e pessoas esperando na plataforma
Sergio Andrade/Governo do Estado de SP

O Projeto de Lei tem a intenção de proibir a entrada de pessoas que possam causar incômodo, prejuízo ou perigo à continuidade dos serviços do Metrô de SP

Nesta quinta-feira (24), foi publicado no Diário Oficial da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) um Projeto de Lei que deseja proibir a entrada de pessoas que possam, de alguma maneira, causar perigo, incômodo ou prejuízos à continuidade so serviço nas linhas do Metrô-SP, Via Quatro e Via Mobilidade.

O projeto, que tem como autor o deputado Paulo Fiorilo (PT), cita pessoas “trajadas antissocialmente”; “embriagadas ou intoxicadas por álcool ou outras substâncias tóxicas”; “enfermas de moléstias contagiosas, que causem repugnância, ou que exijam cuidados especiais; sangrando; expelindo excrementos ou fluídos corpóreos”, como parte do grupo que seria barrado.

A proposta ainda visa proibir a entra de quem “comercializar produtos de qualquer natureza e realizar apresentações artísticas no interior dos trens”; “servir-se dos trens para efetuar transportes de carga, com exceção apenas de bolsas, malas e maletas”; “cuspir ou atirar detritos de qualquer natureza nas vias”; “fazer funcionar rádios ou outros aparelhos sonoros sem fones de ouvido”.

Ainda, segundo o texto, o infrator poderá ser advertido, multado, retirado do trem ou estação e ser encaminhado à delegacia para identificação e prestação de depoimento, dependendo da gravidade do ato.

Continue lendo

Nacional

Covas assina protocolos de saúde para reabertura de museus, teatros e cinemas

Publicado


source
Bruno Covas
Reprodução

Prefeito de São Paulo, Bruno Covas assinou protocolos para reaberturas na fase verde do Plano São Paulo

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), assinou na tarde desta quinta-feira (24) os protocolos sanitários que deverão ser seguidos pelos equipamentos culturais na capital paulista. O documento prepara a cidade para a fase verde do Plano São Paulo , que possibilita a abertura de áreas de cinema, teatro e espetáculos; eventos, bibliotecas; museus e galerias; e equipamentos multiculturais.

A autorização de reabertura dos setores deve ocorrer no dia 9 de outubro, data da próxima reclassificação do Estado. No dia 19 de setembro, porém, muitas instituições culturais já recebiam um documento com normas e exigências para uma eventual reabertura, numa sugestão de que deveriam se preparar.

Participaram da cerimônia os secretários de Governo, Rubens Rizek, Casa Civil, Orlando Faria, Cultura, Hugo Possolo, Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso, e Saúde, Edson Aparecido. Após as assinaturas, os presentes se uniram para uma foto em grupo que marca o momento como primeiro passa para reabertura do setor.

De acordo com Covas, o plano de reabertura é possível após uma queda gradativa de vítimas da pandemia. “A cidade atravassou e está atravessando esta pandemia com números bem melhores do que outras cidades do mesmo porte, como por exemplo Nova York, que tem o dobro no número de mortes. Parte desse sucesso se deve á população, que entendeu o recado, permaneceu dentro de casa e mudou seus costumes”, avaliou o prefeito.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana