conecte-se conosco


Policial

Empresário apontado como rival de Arcanjo presta depoimento na Defaz e fica em silêncio. Veja vídeo

Publicado

Frederico Coutinho Müller é apontado como líder da FMC Ello, organização acusada de exploração de jogo do bicho (Wesley Santiago OD)

O empresário Frederico Coutinho Müller, permaneceu em silêncio durante depoimento na Delegacia Especializada de Fazenda e Crimes Contra a Administração Pública (Defaz), na manhã desta quarta-feira (5). Ele é apontado como líder da FMC Ello, uma suposta organização criminosa envolvida com lavagem de dinheiro e jogo do bicho em Mato Grosso, e foi alvo da “Operação Mantus”, deflagrada na última quarta-feira (29).

Além de Frederico, Eduardo Coutinho Gomes, também prestou depoimento e ficou em silêncio, e que somente Edson Nabuo Yabumoto, confirmou sua participação no esquema. Para o delegado Flávio Stringueta, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), os dois disseram que só vão se manifestar em juízo. “Eles dizem que precisam se aprofundar no teor da investigação. Disseram que só vão se manifestar em juízo, o que é um direito”, disse.

“Só o Edson que confessou, disse que fazia parte da organização e que arrecadava valores. Contou que ganhava R$ 2 mil, que saia da porcentagem da arrecadação do jogo do bicho. Porém, ele não deu muito detalhes e demonstrou ter pouco conhecimento sobre o funcionamento”, completou Stringueta.

A FMC Ello é apontada como rival da Colibri, organização chefiada por João Arcanjo Ribeiro e seu genro Giovanni Zem, também detidos na operação. Giovani prestou depoimento ontem no GCCO e ficou em silêncio. Já Arcanjo deverá ser ouvido na quinta-feira (6). De acordo com a Polícia Civil, os grupos de Frederico Coutinho e de Arcanjo movimentaram em um ano, apenas em contas bancárias, mais de R$ 20 milhões.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Empresário é agredido durante caminhada e morre após passar mal

Publicado

O empresário Manoel Messias Lopes Filho, 56 anos, conhecido como Júnior do Posto, morreu na noite dessa quarta-feira (25) após ser vítima de assalto enquanto caminhava próximo ao shopping, em Rondonópolis.

De acordo com informações, dois criminosos que estavam em uma motocicleta se aproximaram dele e roubaram uma corrente de ouro. O empresário ainda foi agredido e acabou caindo e batendo a cabeça.

Logo depois, ele ainda conseguiu se levantar e voltar para o seu apartamento que fica próximo ao local, quando começou a passar mal. A esposa acionou uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas Júnior não resistiu e morreu. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

Continue lendo

Policial

Polícia faz operação e cumpre mandados contra nove líderes do tráfico de drogas na região central de Cuiabá

Publicado

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), deflagrou na manhã desta quinta-feira (26), a Operação Impetus Centro, para cumprimento de 18 ordens judiciais contra lideranças do comércio de drogas na Capital.

Os mandados, sendo nove de busca e apreensão e nove de prisão, foram expedidos pelo Núcleo de Inquéritos Policiais (NIPO) de Cuiabá, com base nas investigações da DRE, iniciadas em julho de 2021, que reuniram informações sobre o tráfico de drogas na região central de Cuiabá.

Nas investigações, foram identificadas as principais liderança no comércio ilícito, sendo acompanhado o modo de agir, assim como inúmeras ocorrências vinculadas, materializadas com várias apreensões de drogas realizadas em ações da Polícia Militar.

As diligências resultaram na identificação de nove pessoas que se associaram para o tráfico de drogas, com ações criminosas voltadas a região central, onde o consumo e a procura por drogas é intensa e de conhecimento da sociedade como um todo.

O trabalho investigativo realizado pela DRE contou com informações coletadas durante inúmeras ocorrências na região, e também compartilhamento de informações com a Polícia Militar, por meio da Companhia Independente da região central.

Participam da Operação Impetus Centro, as equipes de policiais da DRE, Gerência de Operações Especiais (GOE), Delegacia Especializada de Meio Ambiente (DEMA), Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gerpol), Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPaer) e Canil SOE.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana