conecte-se conosco


Economia

Empreiteiras criam instituto para ‘limpar a barra’ após Lava Jato; entenda

Publicado

source
Sergio Etchegoyen arrow-options
Marcos Corrêa/PR – 2.1.19

Sérgio Etchegoyen é o presidente do instituto das empreiteiras lançada nesta quarta-feira

Com a imagem profundamente arranhada pela Operação Lava Jato , as empreiteiras brasileiras decidiram se unir em um esforço comum para recuperar sua credibilidade.

Um grupo de 22 empresas e instituições lançou, nesta quarta-feira, o Instituto Brasileiro de Autorregulação do Setor da Infraestrutura . A entidade traz, em seu estatuto, a missão de fortalecer a ética, a integridade, a transparência e o combate à corrupção .

Brasil deve retomar grau de investimento em breve, diz ministro

“É o momento de celebrarmos a coragem moral de olhar pra trás, de confirmar que foram cometidos erros , de identificar os caminhos que podem ser percorridos a partir do presente e de enfrentar um novo ambiente, em que as disputas se façam exclusivamente pela competência técnica de cada um”, afirmou o presidente da entidade, Sergio Etchegoyen.

Artigo: A volta das concessões

Ele foi o general que chefiou o Gabinete de Segurança Institucional no período em que Michel Temer era presidente da república.

Leia Também:  Justiça adia decisão sobre leilão de ativos da Avianca Brasil

Ambiente melhor

Wagner Rosário arrow-options
José Cruz/Agência Brasil

Wagner Rosário, ministro da Controladoria-Geral da União, comemorou a iniciativa

De acordo com o “termo de adesão” assinado pelos empresários, o momento atual é estratégico para o setor de infraestrutura reforçar o compromisso com a boa governança, marcada pelo fim da tolerância ante esquemas de corrupção, como  fraudes, concorrência desleal e lavagem de dinheiro.

Entenda: Compliance: o que é, para que serve e como colocar em prática

Uma das metas é o surgimento de novas e melhores condições de negócios. “Muitas empresas do setor têm manifestado preocupação com a ostensiva mídia negativa a que suas marcas estão sendo vinculadas e o quanto isso tem sido óbice à demonstração das ações positivas ora em curso para a reestruturação de suas organizações e contribuição positiva para a economia”, diz um trecho do documento.

A medida foi aplaudida pelo governo. Wagner Rosário, ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), afirmou que a iniciativa ajuda a trazer mais segurança , contribui para o crescimento sustentável do setor e para a atração de investimentos estrangeiros.

Fonte: IG Economia
Leia Também:  Após disputa com Centauro, Magazine Luiza compra Netshoes por US$ 115 milhões
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Governador recebe projeto de incentivo à geração de empregos aos municípios da baixada cuiabana

Publicado


Objetivo é a geração de empregos em Cuiabá, VG, Chapada dos Guimarães, Acorizal, Santo Antônio do Leverger e Nossa Senhora do Livramento

Com o intuito de discutir a viabilidade de um projeto voltado à geração de emprego e renda em municípios da baixada cuiabana, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, e a primeira-dama Virginia Mendes reuniram-se, nesta segunda-feira (21), com o titular do Escritório de Representação de Mato Grosso em Brasília (Ermat), Cárlos Fávaro e sua esposa Claudinéia Fávaro. Além de articular ações e importantes projetos na capital federal a favor de Mato Grosso, Fávaro também estimula iniciativas locais em benefício das pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social.

Também participaram do encontro o coordenador da Fundação Espaço Democrático, o secretário-adjunto de Gestão e Planejamento Metropolitano da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Maurício Munhoz, o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgato, o secretário adjunto de Educação Profissional e Ensino Superio da Seciteci, Stéphano do Carmo, e secretária adjunta de Programas e Projetos Especiais e Atenção à Família, Kátia Azevedo.

Leia Também:  Herdeira da Disney diz que funcionários de parque buscam comida no lixo

Na oportunidade, o governador conheceu detalhes do projeto que inicialmente estuda formas de estimular o empreendedorismo nos municípios de Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Acorizal, Santo Antônio do Leverger, Nossa Senhora do Livramento, além da capital mato-grossense.

Ainda em fase de estudo, o projeto tem como foco o atendimento das famílias em situação de pobreza, para que, com mais oportunidades, elas deixem a condição de dependência dos programas sociais de transferência de renda e sejam inseridas no mercado de trabalho formal.

“Investir em ações voltadas à qualificação profissional e geração de emprego e renda são bem-vindas e fundamentais para o fortalecimento e desenvolvimento da economia do Estado. Essa é uma das nossas frentes de trabalho. Só precisamos estudar o melhor formato para implementar projetos inovadores com esse objetivo”, pontuou o governador.

Para a primeira-dama Virginia Mendes, toda iniciativa voltada à redução das desigualdades sociais e fomento à geração de emprego e renda são louváveis. Virginia defende o envolvimento dos mais diversos segmentos sociais numa grande rede de atendimento aos que mais precisam, com o foco na ascensão social das famílias carentes.

Leia Também:  Decisão sobre inclusão ou não de estados e municípios pode atrasar Previdência

“Quando atuamos no social é imprescindível pensar em alternativas que auxiliem às pessoas carentes a saírem do ciclo de dependência econômica dos programas sociais. Os benefícios são a porta de entrada, mas não necessariamente as famílias precisam ficar nesta dependência a vida toda, muitas vezes faltam oportunidades e apoio e é isto que nós queremos implementar”, afirmou a primeira-dama, agradecendo o empenho de todos na formulação do projeto.

Continue lendo

Economia

Prévia da inflação é de 0,09% na menor taxa para outubro desde 1998

Publicado

A prévia da inflação de outubro é de 0,09%. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) foi divulgado hoje (22) e é o menor registrado para outubro desde 1998, quando foi de 0,01%. O IPCA-15 é a inflação oficial do país.

Segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a alta acumulada este ano está em 2,69%. Nos últimos 12 meses, ficou em 2,72%.

Os grupos de saúde e cuidados pessoais, com 0,85%, e transportes, com 0,35%, foram os responsáveis por puxar o IPCA-15 para cima em outubro.

As principais quedas, que determinaram deflação, ficaram por conta de alimentação e bebidas (-0,25%), habitação (-0,23%) e artigos de residência (-0,21%).

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Economia
Leia Também:  McDonald’s lança Big Mac vegano com hambúrguer de origem vegetal
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana