conecte-se conosco


Economia

Emirates, que revolucionou a aviação mundial, completa 35 anos

Publicado


source

Contato Radar

undefined
Guilherme Dotto

Emirates, que revolucionou a aviação mundial, completa 35 anos

Era 1984 quando o sheik Mohammed bin Rashid al Maktoum, Ministro da Defesa dos Emirados Árabes Unidos à época e membro da família real progressiva de Dubai, pediu ao Maurice Flanagan, diretor administrativo da Dnata, que avaliasse a possibilidade da criação de uma nova companhia aérea. Em dezembro do mesmo ano, o amplo plano de negócios estava completamente pronto, e o nome Emirates foi escolhido para a nova empresa aérea emiradense.

No ano seguinte, Maurice Flanagan foi encarregado da ambiciosa missão de lançar uma companhia aérea vistosa, boa e capaz de gerar dinheiro no prazo de cinco meses e com US$ 10 milhões de recursos financeiros iniciais.

No mesmo ano, a companhia realizou seu primeiro voo no dia 25 de outubro. O voo EK600 partiu de Dubai e teve Karachi como destino. Os voos eram realizados com um Boeing 737 e um Airbus A300 B4, arrendados junto com tripulação da Pakistan International Airlines (PIA).

Somente em 1987, a Emirates recebeu sua primeira aeronave adquirida. O A6-EKA, um A310-304. Decolou de Toulouse, fábrica da Airbus, para Dubai, em seu voo de entrega.

Desde sua criação, nos primeiros cinco anos, a companhia aérea atingiu a marca de 14 destinos voados:

  • (1985) Dubai, Mumbai, Déli e Karachi
  • (1986) Amã, Colombo, Cairo e Dhaka
  • (1987) Male, Frankfurt e Istambul
  • (1988) Damasco
  • (1989) Jeddah e Kuwait.

O conceito de Hub bem explorado e que ajudou a conectar dois mundos: o ocidente com o oriente

Em 1992, o Aeroporto Internacional de Dubai passou por uma grande reforma, em que a Emirates se transferiu para um novo terminal de partidas, concentrando suas operações, o que lhe custou cerca de US$ 2 milhões. Com o novo terminal 2, a capacidade foi ampliada em dois milhões de passageiros por ano.

No final dos anos 90 e inícios dos anos 2000, o aeroporto passou por mais transformações. Com a construção de novos terminais, hotel, centro de negócios, tornava-se o principal ponto de parte do mundo árabe.

Em 1999, os desembarques de passageiros no Aeroporto Internacional de Dubai atingiram a marca de 11 milhões. E com seus 32 aviões, foram transportados 4,7 milhões de passageiros.

Vinte anos depois, o ano encerrava com pouco mais de 86 milhões de passageiros transportados em 373 mil aeronaves movimentadas em Dubai. Tornando-se assim, não só como o principal aeroporto árabe, mas como um dos maiores de todo o mundo.

Dubai portanto, assumiu o papel de grande importância para a companhia. Em localização estratégica, permitiu facilitar a conexão do mundo ocidental com o oriental. Com voos diretos para diversas cidades importantes na Europa, Américas, África com Ásia e Oceania. Fazendo assim, que os passageiros pudessem economizar horas de viagens com diversas conexões.

Airbus A380: o avião da Emirates

Hoje em dia, é praticamente impossível ligar a marca da Emirates sem pensar na sua incrível frota. Em apenas 35 anos, passou a contar com quase 270 aviões, todos widebodies.

O mais icônico, é o Airbus A380, que ajudou a fortalecer a marca da companhia no mundo. A Emirates é a maior operadora do maior avião de passageiros do mundo, com 115 exemplares na frota atualmente.

Voando para os principais mercados, o Airbus A380 ajudou a Emirates a transportar ainda mais passageiros ao redor do mundo. O avião ficou conhecido também, pela sua luxuosidade. Os clientes da primeira classe, contam com cabines privativas, além de chuveiro a bordo para tomar banho durante o voo.

Outra característica marcante foi a disponibilização de um bar e lounge para os passageiros da primeira classe e executiva. Através dele, os clientes eram servidos com diversos drinks e variedades. Todos esses mimos, ajudaram o Airbus A380 ganhar fama e sucesso, sendo uma das marcas registradas da Emirates. Elevando o padrão de serviço de bordo, atendimento, comodidade, revolucionando a aviação mundial através do seu Hub em Dubai.

A Emirates no Brasil

No Brasil, a Emirates iniciou suas operações em São Paulo no dia 1⁰ de outubro de 2007, utilizando o Boeing 777-200LR em seu longo voo com em torno de 15 horas de duração.

Já no Rio de Janeiro, a companhia dos Emirados Árabes, deu início aos seus voos em 2012 utilizando o Boeing 777-300ER. As operações na Cidade Maravilhosa foram extendidas até Buenos Aires e posteriormente também contou com Santiago do Chile, tendo o equipamento alternado com os 777-200ER e LR.

A Emirates também foi responsável por um grande passo na aviação brasileira. Foi a primeira companhia aérea a operar comercialmente no país com o maior avião de passageiros do mundo, o Airbus A380. O voo especial aconteceu em 14 de dezembro de 2015, ligando Dubai com São Paulo.

Entretanto, o voo foi apenas especial. Menos de dois anos mais tarde, finalmente a Emirates adiciona de forma regular o superjumbo na rota para a capital paulista. Permanecendo até março deste ano quando começou a pandemia.

São Paulo também contou com uma novidade, foi introduzido uma segunda rota procedente de Dubai, porém com destino final à capital chilena. O voo era operado três vezes por semana somente, com o Boeing 777-200LR. Assim como os voos para o Rio de Janeiro, a rota foi cancelada devido a pandemia.

O post Emirates, que revolucionou a aviação mundial, completa 35 anos apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Em homenagem a Bolsonaro, empresa do Rio lança vinho ‘il Mito’, por R$ 139

Publicado


source
vinho homenagem jair bolsonaro
Divulgação

Empresa do Rio lançou vinho il Mito, que homenageia o presidente Jair Bolsonaro

Uma empresa do Rio de Janeiro lançou um vinho para homenagear o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O produto nomeado de “il Mito” é comercializado e distribuído pela Pacific Catering de Macaé, no Norte Fluminense. A bebida está em pré-venda por R$139, na versão tinto e espumante.

O ” il Mito ” já foi apresentado ao homenageado no início de novembro em Brasília, no Distritio Federal. Um dos sócios da empresa, Julio Cesar Costa de Lemos, compartilhou nas redes sociais que o encontro foi a “realização de um sonho”. Ele entregou o produto pessoalmente ao presidente ao lado da esposa, Maria Luiza de Lemos, e dos sócios Abílio e Silvana Almeida.

“Entregamos o espumante Vinho Bolsonaro nas mãos do nosso presidente. Obrigado pela receptividade e pelo carinho, foi simplesmente fantástico, sonho realizado!”, escreveu Lemos.

De acordo com a Pacific Catering , o vinho Bolsonaro “il Mito” é um “produto histórico para marcar este momento especial da história do Brasil. Para os amantes de vinho, um vinho impecável, de excelente qualidade, das uvas Cabernet Sauvignon ou Carmenere, e para os amantes da pátria, um troféu para demonstrar todo o orgulho de fazer parte deste momento”.

Nas redes sociais, a ideia gerou polêmica. Há quem esteja interessado, como uma internauta que pretende comprar o produto para “passar o réveillon comemorando 2 anos sem corrupção no governo”. Por outro lado, o novo produto também é alvo de muitas críticas. “Nem de graça”, “É muita idolatria”, “Mais uma desgraça de 2020”, são alguns dos comentários negativos que as publicações sobre o vinho receberam.

Sócio bolsonarista

Julio Cesar Costa de Lemos é bolsonarista convicto. Nas redes sociais, não hesita em defender o presidente. Diversas vezes demonstrou oposição ao uso de máscara e ao isolamento social durante a pandemia de Covid-19, como fez Bolsonaro. Lemos também já faz campanha para a reeleição de Bolsonaro em 2022 e costuma usar o jargão “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, famoso na campanha para as eleições presidenciais de 2018.

O filho do empresário, João Lemos, trabalha na Pacific Catering e foi candidato a vereador em Macaé nas eleições deste ano pelo PSL, antigo partido do presidente. Ele obteve 740 votos, não se elegeu.

Continue lendo

Economia

Emirates receberá novos A380 e planeja retorno da frota aos voos

Publicado


source

Contato Radar

undefined
Raphael Magalhães

Emirates receberá novos A380 e planeja retorno da frota aos voos

O gigante Airbus A380 foi uma das aeronaves mais afetadas durante a pandemia. Sua grande capacidade, um ponto forte durante o lançamento e comercialização da aeronave, se mostrou como uma grande desvantagem ao longo do ano de 2020.

Apesar disso, em anúncio realizado hoje (25), o presidente da Emirates, divulgou que a empresa pretende voltar a operar a vasta maioria de seus Airbus A380 até o começo de 2022. A notícia serve como alento para a fabricante europeia, que viu diversas companhias aposentarem as unidades do modelo ao longo deste ano.

Nesse sentido, a maior operadora mundial do A380, ainda receberá três novas unidades no próximo mês. As aeronaves serão equipadas com a nova cabine “sleeperette”, denominação para a nova classe Econômica Premium. Entretanto, os novos assentos devem permanecer em sigilo ou pelo menos fora da programação de voos da companhia aérea até o segundo semestre de 2021.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

“O A380 continua sendo o carro-chefe da Emirates. É aquele que define o nosso produto, que é reconhecido pelos consumidores. Ele voará até o momento em que finalmente tiver que se aposentar.” disse Tim Clark, presidente da Emirates.

Dessa forma, a alta aposta da Emirates no modelo se baseia também nas vacinas que começarão a ser distribuídas mundialmente em breve. Com isso, as restrições para viagens internacionais devem ser reduzidas, o que permitirá que o fluxo de passageiros aumente novamente.

Atualmente, a Emirates possui uma frota de 267 aeronaves. Desse total, 116 são Airbus A380, dos quais 83 estão parados aguardando o retorno aos céus.

O post Emirates receberá novos A380 e planeja retorno da frota aos voos apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana