conecte-se conosco


Política MT

Emenda de João Batista viabiliza aquisição de ambulância para município de Bom Jesus do Araguaia

Publicado


Foto: Helder Faria

O deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), na manhã desta terça-feira (25), viabilizou mais uma emenda parlamentar, desta vez contemplando o município de Bom Jesus do Araguaia. O valor de R$ 80 mil destinado pelo parlamentar contou com uma contrapartida do Poder Executivo do município no valor de R$ 19 mil e o recurso que foi utilizado para compra de uma ambulância para o Distrito de Campinas do Araguaia, distante a mais de 100 km de Bom Jesus.

João Batista explica que a demanda em questão surgiu por meio das lideranças políticas do município, uma articulação que teve início ainda no ano de 2020. “Hoje retornamos para o município de Bom Jesus do Araguaia com resultados, uma articulação que surgiu graças ao intermédio dos ex-vereadores Alan Jones e Diogo Capocci e do atual vereador Raimundinho da Bordon. Todos comprometidos com o município, assim como o distrito de Campinas do Araguaia”, disse o deputado.

O parlamentar afirmou ainda que outras demandas na região do Araguaia foram levantadas durante sua visita, agradecendo a recepção da população e o apoio da prefeitura e dos vereadores durante a entrega da ambulância. “É papel do deputado estar frente a frente com a população, ver in loco as reais necessidades dos munícipes. Retorno para Cuiabá com outras demandas que serão apresentadas no Parlamento”, finalizou João Batista.

O vereador Raimundinho da Bordon, um dos responsáveis pela articulação que resultou na aquisição da nova ambulância, parabenizou a iniciativa de João Batista, afirmando que o deputado tem desempenhado um ótimo trabalho na Assembleia Legislativa de Mato Grosso em seu mandato.

“Só tenho que agradecer toda a ajuda do deputado João Batista. A comunidade de Campinas do Araguaia o recebeu com muito carinho. Hoje como vereador, e apoiando o deputado João Batista, sinto muito orgulho de tê-lo como nosso representante na Assembleia Legislativa, assim como na região do Araguaia”, afirmou Raimundinho.

O ex-vereador Diogo Capocci, além de agradecer toda a ajuda e atenção dada pelo deputado, estender também à toda sua assessoria, afirmando que é necessário que a região do Araguaia tenha um representante. “Agradeço o deputado João Batista por toda a ajuda, ele é o único deputado que tem dado a atenção necessária para a nossa região. Parabenizo também o policial penal João Fernando Feitoza, assessor do deputado e que é daqui da nossa região e conhece todas as nossas necessidades. O deputado pode ter certeza de que a nossa população, seja de Bom Jesus do Araguaia ou de Campinas do Araguaia, dará o reconhecimento necessário por suas ações”, disse Capocci.

Alan Jones, durante a entrega da ambulância, destacou o empenho do prefeito Marcilei Alves de Oliveira, o Mansão, afirmando que o gestor, além de contribuir com R$ 19 mil para compra do automóvel, realizou todos os trâmites necessários para aquisição da emenda destinada pelo deputado. “O prefeito foi essencial para aquisição da ambulância, a cotação inicial estava defasada e corríamos o risco de perder a emenda, fato que ele não deixou acontecer e hoje o distrito de Campinas do Araguaia conta com um veículo novo e que irá atender todas as necessidades dos munícipes”. 

Fonte: ALMT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

CPI da Energisa prorroga prazo para entrega do relatório final

Publicado


Foto: Ronaldo Mazza

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), que investiga irregularidades na empresa de energia elétrica Energisa retornou às atividades nesta quinta-feira (16), após os trabalhos terem sido paralisados desde o mês de abri,l em razão da pandemia da Covid-19.

De imediato o presidente da CPI, deputado Elizeu Nascimento (PSL) apresentou requerimento prorrogando o prazo para o dia 15 de dezembro deste ano para entrega do relatório final. Esse requerimento ainda vai ser encaminhado para votação em Plenário. Também foi apresentado um novo cronograma de convidados para as próximas reuniões.

“Devido a pandemia da Covid-19, precisamos alterar o calendário e propor um novo agendamento de convidados. Paralelamente à CPI, está acontecendo a operação “Tudo às Claras”, que trata-se de uma investigação entre as polícias Civil, Militar, Federal e outros órgãos, por isso estendemos a convocação dos membros que participam desta operação para falar à CPI tudo o que foi coletado até o momento e mostrar para a sociedade”, revelou Nascimento.

Conforme o presidente da Comissão, estão sendo apuradas investigações sigilosas envolvendo, desde a questão de abuso na cobrança de faturas de energia, à má prestação de serviço, além de baixo efetivo de servidores da empresa e também abusos referente aos medidores de consumo. Tudo isso será incluído no relatório da CPI.

“Essa CPI é oriunda da vontade popular para que os deputados pudessem cobrar da Energisa melhores condições de fornecimento de energia e soluções para as constantes reclamações contra a empresa, como o mau atendimento e os valores exorbitantes cobrados na taxa de energia”, disse o vice–presidente da CPI, deputado Thiago Silva (MDB).

Veja o cronograma com os próximos convidados, em datas a serem definidas pela CPI:

a) Investigação sobre fios elétricos e medidores de energia. Convidado: secretário adjunto de proteção em defesa dos direitos dos consumidores do Procon, Edmundo Taques, para mostrar os trabalhos finais desempenhado pelo grupo de fiscalização que atuou na operação “Tudo às Claras”.

b) Convocar o presidente do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (IPEM-MT), Pedro Bezerra, para tratar do relatório final dos trabalhos desenvolvidos pelo grupo de fiscalização na operação “Tudo as Claras”.

c) Convidar o presidente da Ager-MT, Luis Alberto Nespolo, para mostrar resultados dos trabalhos realizados na operação “Tudo as Claras”.

d) Convidar o delegado da Delegacia do Consumidor (Decon), Rogério Ferreira, falar dos trabalhos desenvolvidos na operação “Tudo as Claras”.

e) Ouvir o engenheiro eletricista, José Antonio de Mesquita, que participou da operação.

f) Proposição em Plenário do Requerimento para prorrogar até o dia 15 de dezembro de 2021, a duração da CPI da Energisa, por conta da pandemia.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

CPI da Energisa prorroga prazo para entrega do relatório final e quer ouvir presidente da Ager e delegado

Publicado

Requerimento pede que trabalho sejam estendidos até o dia 15 de dezembro [Foto – Ronaldo Mazza]

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), que investiga irregularidades na empresa de energia elétrica Energisa retornou às atividades nesta quinta-feira (16), após os trabalhos terem sido paralisados desde o mês de abril em razão da pandemia da Covid-19.

De imediato o presidente da CPI, deputado Elizeu Nascimento (PSL) apresentou requerimento prorrogando o prazo para o dia 15 de dezembro deste ano para entrega do relatório final. Esse requerimento ainda vai ser encaminhado para votação em Plenário. Também foi apresentado um novo cronograma de convidados para as próximas reuniões.

“Devido a pandemia da Covid-19, precisamos alterar o calendário e propor um novo agendamento de convidados. Paralelamente à CPI, está acontecendo a operação “Tudo às Claras”, que trata-se de uma investigação entre as polícias Civil, Militar, Federal e outros órgãos, por isso estendemos a convocação dos membros que participam desta operação para falar à CPI tudo o que foi coletado até o momento e mostrar para a sociedade”, revelou Nascimento.

Conforme o presidente da Comissão, estão sendo apuradas investigações sigilosas envolvendo, desde a questão de abuso na cobrança de faturas de energia, à má prestação de serviço, além de baixo efetivo de servidores da empresa e também abusos referente aos medidores de consumo. Tudo isso será incluído no relatório da CPI.

“Essa CPI é oriunda da vontade popular para que os deputados pudessem cobrar da Energisa melhores condições de fornecimento de energia e soluções para as constantes reclamações contra a empresa, como o mau atendimento e os valores exorbitantes cobrados na taxa de energia”, disse o vice–presidente da CPI, deputado Thiago Silva (MDB).

Veja o cronograma com os próximos convidados, em datas a serem definidas pela CPI:

a) Investigação sobre fios elétricos e medidores de energia. Convidado: secretário adjunto de proteção em defesa dos direitos dos consumidores do Procon, Edmundo Taques, para mostrar os trabalhos finais desempenhado pelo grupo de fiscalização que atuou na operação “Tudo às Claras”.

b) Convocar o presidente do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (IPEM-MT), Pedro Bezerra, para tratar do relatório final dos trabalhos desenvolvidos pelo grupo de fiscalização na operação “Tudo as Claras”.

c) Convidar o presidente da Ager-MT, Luis Alberto Nespolo, para mostrar resultados dos trabalhos realizados na operação “Tudo as Claras”.

d) Convidar o delegado da Delegacia do Consumidor (Decon), Rogério Ferreira, falar dos trabalhos desenvolvidos na operação “Tudo as Claras”.

e) Ouvir o engenheiro eletricista, José Antonio de Mesquita, que participou da operação.

f) Proposição em Plenário do Requerimento para prorrogar até o dia 15 de dezembro de 2021, a duração da CPI da Energisa, por conta da pandemia.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana