conecte-se conosco


Política MT

Emanuel volta a manifestar desejo em disputar reeleição, mas ‘veto’ da esposa deve pesar na decisão

Publicado

Prefeito voltou a dizer que a primeira-dama não quer sua candidatura à reeleição

Ao ser questionado durante o anúncio da licitação do transporte coletivo, na manhã desta sexta-feira, no Palácio Alencastro, sobre o processo eleitoral de 2020, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), disse que nem deve ser candidato. “É mais certo não ser”, disse, apresentando como primeiro motivo, a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro.

“Eu continuo fazendo aquilo para o qual fui eleito, ser chefe do poder executivo, ser prefeito de Cuiabá. E é isso que eu faço 24 horas por dia com todo amor, com toda paixão”, afirmou Pinheiro. Conforme o prefeito, a primeira questão para analisar é o fato de que a primeira-dama não quer sua candidatura à reeleição.

“Ela não quer. Ela simplesmente não quer. São 30 anos, seis mandatos, dez, onze eleições. Os dois políticos que mais disputaram eleições no Estado são Emanuel Pinheiro e Wilson Santos. Mais do que Roberto França, que Júlio, que Jaime. Eu disputaria mais 50, mas tem a família e ela não quer. Não é jogada não”, argumentou.

O fato de partidos como o DEM, por exemplo, estar dividido num provável apoio a Emanuel Pinheiro, no caso de reeleição, segundo o prefeito, deve-se ao fato do bom andamento da sua gestão. “Uma administração realizadora, futurista, desenvolvida, deixa todos apaixonados. Contagia e os partidos políticos representam a sociedade. O DEM é espontâneo. Uma ala do partido quer Emanuel Pinheiro. A rede de apoiadores que temos mostra que estamos no caminho certo”.

Conforme o prefeito, “são 13, 14 partidos. Eu estou entregando uma área de lazer, um parque ou uma praça por semana. E vou continuar entregando até o final do meu mandato. Isso nunca aconteceu em Cuiabá. São obras em todos os setores”, disse, acrescentando que “agora é definitivo e no dia 11 de novembro, com toda a bancada federal, eu entrego a maior obra da saúde pública da história de Cuiabá, a sexta e última etapa do HMC, fechando um ciclo de 40 anos da urgência e emergência e transferindo o antigo Pronto Socorro para o novo hospital”.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Estado mantém calendário e paga 1ª parcela do 13º salário dos servidores no dia 30; quitação será em dezembro

Publicado


Beneficio será pago aos servidores efetivos, aposentados e pensionistas. Servidores comissionados. Receberão valor integram em dezembro

Os servidores efetivos do Governo do Estado recebem no dia 30 de junho a primeira parcela do 13º salário de 2020. Serão pagos R$ 204,5 milhões, em valores líquidos, aos servidores ativos, aposentados e pensionistas.

A data foi estipulada em janeiro deste ano e o calendário será mantido. A garantia do pagamento do benefício foi dada pelo governador Mauro Mendes.

“Divulgamos esse compromisso no início do ano e estamos cumprindo. Apesar da queda na arrecadação e de todos os prejuízos econômicos causados pela pandemia, as medidas de equilíbrio fiscal que tomamos desde 2019 permitiu que pudéssemos honrar esse pagamento, assim como temos honrado todos os demais. Nesse momento delicado, tenho certeza de que essa parcela vai representar um fôlego financeiro aos nossos servidores”, afirmou Mendes.

O valor pago da primeira parcela corresponde a 40% da folha do 13º salário, ou seja, os servidores efetivos receberão essa porcentagem sobre a totalidade do benefício. O montante referente à gratificação de fim de ano para os efetivos é de R$ 511,3 milhões, em valores líquidos.

A segunda parcela será quitada em dezembro, assim como o valor integral do 13º salário dos servidores comissionados.

 

 

 

Continue lendo

Política MT

Inscrições para projeto ‘Embaixadores do Mandato’ de Ulysses Moraes encerram dia 3 de junho

Publicado


.

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

 As inscrições para o projeto ‘Embaixadores do Mandato, que pretende incentivar a participação da população no combate as irregularidades no estado, bem como na política, encerram amanhã, dia 3 de junho. O deputado Ulysses Moraes está lançando esse projeto voluntário a fim de envolver cidadãos mato-grossenses na fiscalização e atuação em cada município.

“Está na hora do cidadão também poder fiscalizar. Essa é uma forma de envolver mais a população na política do nosso estado. E agora, por exemplo, é o momento de ficarmos de olhos abertos na saúde”, disse Moraes.

Vale destacar que aqueles que se inscreverem terão todas as informações e detalhes de como realizar uma fiscalização. Isso porque, o Embaixadores do Mandato se pauta principalmente na Lei de Acesso à Informação, que é um direto de todo cidadão e que está garantido na Constituição Federal.

“É importante deixar claro que dá para fiscalizar sem sair de casa, usando por exemplo, o site de Órgãos Públicos do nosso Estado. Por isso, para aqueles que decidirem participar do projeto, minha equipe do gabinete irá fornecer todas as instruções necessárias sobre a Lei de Acesso à Informação e muito mais”, destacou o deputado.

As inscrições para participar do projeto ‘Embaixadores do Mandato’ seguem até o dia 3 de junho. Após isso, será realizado no dia 10 de junho, o primeiro encontro online com o deputado Ulysses Moraes e todos os participantes para dar mais detalhes sobre as ações.
Acesse o link e inscreva-se: bit.ly/edm_ulysses

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana