conecte-se conosco


Política MT

Emanuel mantém liderança em Cuiabá e França segue em segundo; Gisela Simona cresce

Publicado

Pesquisa mostra Emanuel Pinheiro com 39,5% e advogada com 7,2% [Foto – Reprodução]

Wesley Santiago – Olhar Direto – Segunda rodada de pesquisa do instituto Olhar Dados realizada em Cuiabá, publicada com exclusividade pelo portal Olhar Direto, revela que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) continua a liderar as intenções de voto na corrida pelo Palácio Alencastro. O destaque desta vez também fica para a candidata do Prós, a servidora de carreira Gisela Simona, que apresentou maior crescimento desde a primeira rodada.

O atual prefeito Emanuel Pinheiro aparece com boa vantagem em um cenário estimulado, em que uma lista de candidatos é apresentada ao eleitor. Ele tem a preferência de 39,5% dos entrevistados. A margem de erro é 4,0 pontos percentuais para mais ou para menos.
Quem apresentou um bom crescimento desde a última pesquisa foi Gisela Simona. Ela passou dos 4,7% para 7,2% nesta rodada. Porém, à frente dela ainda estão o ex-prefeito e apresentador Roberto França (14,5%) e Abílio Júnior (9,8%).

A lista ainda conta com: Felipe Wellaton (2,5%); Fábio Garcia (1,0%); Maestro Fabrício Carvalho (0,3%) e Paulo Grando (0,3%). Destes, o primeiro e o penúltimo já anunciaram que integrarão outas chapas como candidatos a vice-prefeito. Já Garcia recuou e não disputará cargo algum.
Nesse atual momento, ainda há muita incerteza na cabeça do eleitor. Os entrevistados que declararam não saber ou que prefeririam não responder ao questionário equivalem a 13,2% dos consultados. Além disso, 11,7% declarou que votaria em branco, nulo ou em nenhum dos nomes apresentados.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, modalidade em que o nome dos candidatos não é apresentado ao entrevistado, o prefeito Emanuel Pinheiro aparece com 24%. Na sequência, aparece o vereador Abílio Júnior, com 7,2%. Ele é seguido por: Roberto França (5,2%); Gisela Simona (2,7%); Felipe Wellaton (0,8%); Paulo Grando (0,3%); Dorileo Leal (0,2%) e Procurador Mauro (0,2%).

Nesta modalidade, o número de leitores que não sabe, ou que prefere não responder subiu para 50,8%. Brancos e nulos ficou na marca de 8,7%.

publicidade
1 comentário

1 comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

PT não cumpre cota feminina e Justiça Eleitoral barra chapa de candidatos à Câmara Municipal de Cuiabá

Publicado

Legenda inscreveu 28 candidaturas, sendo apenas 8 de mulheres

A Justiça Eleitoral indeferiu nesta quarta-feira (21) o registro da chapa de candidatos à Câmara Municipal de Cuiabá do Partido dos Trabalhadores (PT), por não cumprir a cota mínima de 30% destinada às mulheres.

A decisão é da juíza da 39ª Zona Eleitoral, Gabriela Carina Knaul de Albuquerque e Silva. “Isto posto, indefiro o pedido de registro do “Partido dos Trabalhadores’ para concorrer às Eleições Municipais 2020 no município de Cuiabá”, diz trecho da decisão.

A legenda inscreveu 28 nomes para concorrer às vagas na Câmara de Vereadores, mas apenas 8 são mulheres. Neste caso, precisaria de 9 inscritas para somar 32,14% e poder concorrer com a quantia de 28 candidatos. Para esse resultado, um homem precisaria desistir de concorrer à eleição e apresentar um nome feminino para a vaga.

De acordo com a Resolução nº 23609/2019, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não cumprir com a cota mínima é causa de indeferimento do registro de candidatura, caso não corrija se devidamente intimado.

Também nesta quarta-feira, a juíza Gabriela Carina Knaul,barrou a candidatura da professora Vera Bortolini (PT), como vice-prefeita de Cuiabá na chapa encabeçada pelo ex-juiz Julier Silva (PT).O motivo é que ela não estava filiada dentro do prazo estipulado pela Justiça Eleitoral, que é de seis meses antes da realização das eleições.

Agora, o PT terá que buscar outro nome para ocupar a vice de Julier, para evitar o risco da chapa ser cassada.

Continue lendo

Política MT

Deputado critica Fávaro e revela pedido para Pivetta apoiar Coronel Fernanda

Publicado

O deputado estadual Silvio Fávero

“O Fávaro não lidera em Lucas do Rio Verde. Ele nunca liderou em Lucas. As pesquisas que nós temos hoje, o Fávaro perde dentro de Lucas do Rio Verde”, disse o deputado estadual Silvio Fávero (PSL), ao Portal O Documento nesta quarta-feira (21).

Defensor ferrenho da candidatura ao Senado da coronel Fernanda (Patriota), o deputado analisou a saída do ex-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta, do PDT. Ele aproveitou para defender que esse amontoado de partidos deveria acabar. “Partido tinha que acabar, ter no máximo três partidos”.

Segundo o deputado, “o Pivetta resolveu apoiar a coronel Fernanda, que é a candidata do nosso presidente. Vejo com bons olhos”, disse, argumentando que essa postura inviabilizou a sua permanência nas fileiras do PDT, onde Pivetta militou por 15 anos.

Conforme o parlamentar bolsonarista, “a coronel Fernanda é o melhor para Mato Grosso e o Pivetta já não estava mais se sentindo bem dentro do PDT”, argumentou.

“Então isso foi um pingo de água que faltava para derramar o copo. Pivetta não é homem de ser pressionado, pelo contrário, eu pedi para ele apoiar a coronel Fernanda. Agora vai ser o coordenador da campanha da coronel Fernanda ao Senado”, anunciou.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana