conecte-se conosco


Registro Geral

Em três anos, Botelho contratou R$ 76,9 mi com empresa de tecnologia investigada por desvio de dinheiro público

Publicado

Presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM): ligações perigosas com empresa de Tecnologia da Informação que está na mira do Ministério Público

Entre 17 de outubro de 2017 até 13 de outubro de 2020, portanto, três anos, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, sob o comando do atual presidente, Eduardo Botelho (DEM), contratou R$ 76,9 milhões, exclusivamente, com a Log Lab Inteligência Digital LTDA, empresa que teve recentemente um dos seus sócios, Antônio Fernando Ribeiro, preso pela Polícia Civil de Goiás, investigado por liderar suposto esquema de lavagem de dinheiro no estado vizinho. No período, Botelho assinou três termos de prorrogações contratuais, sendo dois idênticos aos valores de R$ 23,3 milhões (18/19), além de outros R$ 26,8 milhões com vigência até o último dia 13. Procurado pela reportagem, Botelho não foi localizado para comentar o assunto.

Quarto termo de prorrogação contratual assinado, ao valor de R$ 26,8 milhões, entre o Legislativo e a empresa de Tecnologia da Informação, Log Lab Digital

publicidade
3 Comentários

3 Comments

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

Conforme ODOC antecipou no mês passado, Taveira deixa secretaria de Finanças da AL

Publicado

Candidato derrotado a vereador, Elias Santos (DEM), assume a poderosa secretaria de Finanças da AL e vai ordenar despesas de quase R$ 1,2 bilhão no próximo biênio

Há exato um mês, a coluna antecipou em primeira mão que o atual secretário de Finanças da Assembleia Legislativa, Ronaldo Taveira, deixaria o cargo por divergências com a Mesa Diretora. Segundo fonte da coluna, com histórico de integridade e zelo ao dinheiro público, Taveira descobriu que vários pagamentos foram efetuados nas últimas semanas, sem a assinatura e consentimento dele, o que beira a ilegalidade. Para não se indispor, ele saiu da função calado. Na cadeira dele vai sentar o irmão do deputado estadual, Wilson Santos (PSDB), candidato derrotado a vereador da Capital, Elias Santos (DEM). O mano do galinho vai comandar orçamento anual de quase R$ 600 milhões.

Continue lendo

Registro Geral

Ex-prefeito prevê vitória de Abílio com placar elástico de 60% contra 40% dos votos válidos

Publicado

Deputado estadual, Wilson Santos (PSDB), ao lado do candidato a prefeito, Abílio Júnior (Podemos), durante almoço em restaurante da Capital

Por falar em Wilson Santos, o nobre parlamentar e marqueteiro de plantão revelou aos mais próximos, sua avaliação sobre o pleito do próximo domingo (29) na Capital. Segundo o galinho, o candidato dele no segundo turno, Abílio Júnior, o Abilinho (Podemos), deve vencer a eleição de “lavada”. De acordo com Wilson, o vereador da oposição fará 60% dos votos válidos, contra 40% do atual prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB). Só para refrescar a memória do tucano de alta plumagem, ele próprio, em 2004, conseguiu virar em cima do petista, Alexandre César, que chegou a abrir 20 pontos de frente naquela histórica eleição municipal. Em tempo: Wilson mergulhou de cabeça na eleição de Abílio, percorrendo ruas e bairros na defesa do candidato oposicionista. A coluna registrou o palpite para conferir tão logo feche as urnas.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana