conecte-se conosco


Registro Geral

Em seis meses de gestão, Kalil Baracat derrete popularidade da família Campos

Publicado

Senador Jayme Campos (DEM) anda assustado com a desorganização com o governo liderado pelo seu afilhado, Kalil Baracat (MDB)

Ao se aproximar da finalização do primeiro semestre de gestão, o prefeito de Várzea Grande, Kalil Barcat (MDB), se mostrou inseguro, anêmico e pouco afeito ao diálogo com os mais diferentes segmentos da sociedade civil organizada. Isolado no Paço Couto Magalhães, a administração de Baracat está empacada, sem rumo. Já teve de tudo um pouco. Vejamos: as esposas do prefeito e vice se desentenderam, secretários colocaram cargos à disposição após discussões acaloradas no gabinete do prefeito, e contratos suspeitos rondam o limite da legalidade. O resultado não poderia ser diferente: Kalil conseguiu em tempo recorde desconstruir a imagem dos Campos, padrinhos oficiais do alcaide. Não por acaso, o senador Jayme Campos (DEM), preocupado com o pífio desempenho do afilhado anunciou aos mais chegados que “é preciso balançar a roseira” e salvar o governo, enquanto ainda há tempo. A continuar nesta toada, Kalil poderá terminar, isso se concluir o mandato, comparado as gestões desastrosas dos ex-prefeitos Nereu Botelho e Murilo Domingos (in memórian).

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

Após crise de imagem, Pivetta enfrenta depressão e toma calmantes para dormir

Publicado

Otaviano Pivetta e Viviane Kawamoto: após briga em cidade praiana de Santa Catarina, o casal foi parar na Delegacia de Polícia

Acusado de agredir a esposa, Viviane Cristina Kawamoto, no início do mês passado, em Itapema, litoral de Santa Catarina, o vice-governador, Otaviano Pivetta (sem partido), viu sua biografia derreter. Alvo de manchetes nos jornais, o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde teve sua vida íntima escancarada à opinião pública. Inclusive, pela força do cargo, foi destaque negativo na mídia nacional. O resultado não poderia ser outro. Segundo fonte que convive com a família dele, o vice-governador estaria muito abalado, dormindo a base de calmantes. De acordo com a mesma fonte, seus principais assessores estariam a procura de um RP (Relações Públicas) experiente neste tipo de assunto para tentar amenizar o caso na imprensa local.

Continue lendo

Registro Geral

Sem mídia há mais de dois meses, “poderosa” muda linha editorial e pressiona Governo

Publicado

Pela primeira vez na história, Governo do Estado enfrenta apagão de mídia por “barberagem” no processo licitatória para contratação de agências de publicidade; setores da imprensa começam a reagir e podem dar muita dor de cabeça ao Palácio Paiaguas

Uma importante emissora de televisão de Mato Grosso, após ficar mais de dois meses sem receber qualquer mídia institucional da Secom (Secretaria Estadual de Comunicação), mudou radicalmente a sua linha editorial nos últimos dias. De aliada, a TV passou a criticar o Governo em seus telejornais, com direito a veiculação de matérias investigativas. Segundo fonte quentíssima da coluna, a “poderosa” já teria recebido sinal verde da sua geradora, cuja sede está baseada no Rio de Janeiro. Pelo apurado, a TV local vai gerar em nível nacional reportagens pesadas contra secretários de Estado e assessores do Palácio Paiaguas. Vem chumbo grosso, moçada!

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana