conecte-se conosco


Política Nacional

Em primeira inserção partidária na TV, Bolsonaro foca em público jovem

Publicado

source
Bolsonaro na primeira participação no programa partidário do PL
Reprodução – 02.06.2022

Bolsonaro na primeira participação no programa partidário do PL

Na primeira participação no programa partidário do PL, o presidente Jair Bolsonaro foca em um dos seus pontos fracos nas eleições deste ano: o público jovem. Na peça de 30 segundos, que vai ao ar em rede nacional de televisão nesta quinta-feira, Bolsonaro aparece sentado cercado por um grupo de pessoas e dá conselhos sobre a importância da família.

Ao todo, o PL tem direito a 40 inserções, que deverão ser exibidas até o dia 11 de junho.

Segundo pesquisa Datafolha, Bolsonaro tem 21% de intenção de votos entre os eleitores de 16 a 24 anos, contra 58% do ex-presidente Lula, seu principal adversário na disputa pelo Palácio do Planalto. O atual ocupante da Presidência da República também protagonizou embates com artistas que tem forte apelo entre o público jovem, como as cantoras Anitta e Pabllo Vittar.

No vídeo que será exibido, Bolsonaro diz que os pais são quem “dão a vida de verdade por vocês” e questiona: “por que não ouvi-los?”. Diz ainda que os jovens se orgulharão “lá na frente dessas pessoas que te botaram na linha lá atrás”.

A peça é encerrada com a fala “sem pandemia, sem corrupção e com Deus no coração, seremos uma grande nação”. A frase dá uma pista do mote da campanha, similar aos discursos atuais de Bolsonaro.

Além dos jovens, a corrupção e a pandemia são dois pontos de atenção da campanha à reeleição. Após repetir em várias ocasiões que seu governo havia completado três anos sem qualquer caso de corrupção, o presidente mudou o tom e agora tem dito que não há “denúncias consistentes” de corrupção no governo. A Polícia Federal investiga casos envolvendo ao menos dois ex-ministros, que caíram após suspeitas de irregularidades em suas respectivas pastas.

Na semana passada, O GLOBO mostrou que Bolsonaro esteve na Capela São Pedro Nolasco, na Vila Telebrasília, onde gravou a inserção. Ele passou cerca de 3h no local.

O material gravado por Bolsonaro é suficiente para gravar diversos programas diferentes, que ainda estão em edição. A expectativa é que o presidente também defenda a atuação do governo no combate à pandemia e reforce os programas como o Auxílio Brasil e o Auxílio Emergencial (pago durante a pandemia), além de obras que levam água para o Nordeste.

Na semana passada, a primeira-dama Michelle Bolsonaro se filiou ao PL para ser autorizada a participar dos programa partidários. Michelle é peça estratégica da campanha para a reeleição do presidente. Evangélica e com boa aceitação pelo público, a equipe da campanha acredita que ela pode reduzir a rejeição do presidente entre as mulheres, que alcança 60% segundo o Datafolha.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG .

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

CMA terá audiência pública antes de votação de regras para os bioinsumos

Publicado

O senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) apresentou relatório favorável ao projeto que institui um marco jurídico para os bioinsumos (PL 3.668/2021). Antes da votação da proposta na Comissão de Meio Ambiente (CMA). O projeto, do senador Jaques Wagner (PT-BA), estabelece regras para fabricação e uso dos bioinsumos, capazes de diminuir o consumo de agrotóxicos. Não houve consenso quanto ao projeto, porém, e foi concedida vista coletiva. Presidente da CMA, Jaques Wagner concordou com a realização de audiência pública, como sugerido pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT).

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Política Nacional

CMA recebe relatório do Fórum da Geração Ecológica com 26 sugestões de projetos

Publicado

A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou nesta quarta-feira (29) o relatório do Fórum da Geração Ecológica, criado por iniciativa do presidente do colegiado, senador Jaques Wagner (PT-BA), para discutir propostas para o fomento de uma nova economia. Durante um ano, o grupo discutiu temas como bioeconomia, cidades sustentáveis, economia circular, indústria e uso e preservação da terra. São 26 sugestões de projetos de lei sobre estes assuntos, elaborados com a participação de especialistas de vários setores. As propostas serão encaminhadas à Secretaria Geral da Mesa. O documento aprovado pela CMA será apresentado aos demais senadores em solenidade no Salão Negro, às 14h desta quarta.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana