conecte-se conosco


Esportes

Em dia de “pesadelo” da Ferrari, Lewis Hamilton faz a pole para o GP da Alemanha

Publicado

Lance

Lewis Hamilton fez a pole na Alemanha arrow-options
FORMULA 1 / Divulgação

Lewis Hamilton fez a pole na Alemanha

Lewis Hamilton conquistou a pole position para o Grande Prêmio da Alemanha de Fórmula 1 , depois do “pesadelo de confiabilidade” que a Ferrari teve neste sábado em Hockenheim.

Leia também: Vettel diz ser ‘injusto’ comparar Mick Schumacher com o pai

Sebastian Vettel não conseguiu cronometrar volta ainda no Q1, com a SF90 do alemão apresentando problemas no turbo. O tetracampeão vai largar em seu GP caseiro no final do grid, depois de a Ferrari liderar todas as sessões de treinos, sempre à frente de Hamilton .

Charles Leclerc progrediu até o Q3 na tentativa de conquistar a pole, antes de ter um problema no carro antes do começo do estágio final da qualificação.

Isso liberou a Mercedes para conquistar a pole, no entanto, a Flecha de Prata não dominou a primeira fila do grid alemão, quando Max Verstappen colocou sua RB15 na segunda posição, apesar de mais de três décimos atrás de Hamilton.

Bottas garantiu a terceira posição, à frente da segunda Red Bull de Pierre Gasly.

Kimi Raikkonen, da Alfa Romeo, esteve perto de conquistar uma posição na segunda fila do grid, e vai largar na quinta posição seguido pela Haas de Romain Grosjean.

Carlos Sainz garantiu a P7 para a McLaren, em uma sessão mista para a equipe de Woking, já que o companheiro de equipe do espanhol, Lando Norris, não conseguiu passar do Q1 pela primeira vez em sua carreira. Alexander Albon, a dupla da Williams e Vettel foram os outros eliminados no primeiro estágio da qualificação.

Leia também: Grave acidente de Massa com a mola de Barrichello na F1 completa 10 anos

O pacote atualizado da Racing Point pareceu funcionar para a equipe em Hockenheim, já que Sergio Perez vai largar em oitavo, enquanto Lance Stroll progrediu para o Q2 pela primeira vez na temporada.

Confira o grid de largada para o Grande Prêmio da Alemanha:

  1. L HAMILTON (Mercedes)
  2. M VERSTAPPEN (Red Bull Honda)
  3. V BOTTAS (Mercedes)
  4. P GASLY (Red Bull Honda)
  5. K RÄIKKÖNEN (Alfa Romeo Ferrari)
  6. R GROSJEAN (Haas Ferrari)
  7. C SAINZ JR (McLaren Renault)
  8. S PÉREZ (Racing Point Mercedes)
  9. N HÜLKENBERG (Renault)
  10. C LECLERC (Ferrari)
  11. A GIOVINAZZI (Alfa Romeo Ferrari)
  12. K MAGNUSSEN (Haas Ferrari)
  13. D RICCIARDO (Renault)
  14. D KVYAT (Toro Rosso Honda)
  15. L STROLL (Racing Point Mercedes)
  16. L NORRIS (McLaren Renault)
  17. A ALBON (Toro Rosso Honda)
  18. G RUSSELL (Williams Mercedes)
  19. R KUBICA (Williams Mercedes)
  20. S VETTEL (Ferrari) 1:15.824

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Crivella diz ter acordo para retorno de treinos, mas Fluminense nega

Publicado


.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta segunda (25) um plano de retorno do futebol na cidade. Assim, os treinamentos coletivos, como os trabalhos táticos e físicos, serão permitidos a partir de junho. Levando em consideração decreto municipal em vigor, que estabelece as regras de isolamento social de combate ao novo coronavírus (covid-19), atualmente estão liberadas somente atividades médicas e de fisioterapia.

“Volta ao gramado! Em comum acordo, ficou estabelecido que os treinos e rachões serão permitidos a partir de junho, respeitando o protocolo de segurança para atletas e outros profissionais envolvidos. Já conseguimos ver no horizonte um retorno, mas que não é agora. Quero agradecer aos clubes que aceitaram o acordo para a volta dos treinamentos no mês de junho. Dependendo das curvas, marcaremos então as datas para os últimos jogos do campeonato que ficou por terminar”, declarou Crivella.

Esta foi a primeira entrevista coletiva concedida pelo chefe do executivo municipal após reunião neste domingo (24) com os clubes da Série A do Carioca e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). O prefeito diz que Botafogo e Fluminense, os únicos ausentes de ontem, concordaram em conversa por telefone com a sinalização de retorno. Porém, em nota, o tricolor nega qualquer contato do prefeito: “O Fluminense vem a público esclarecer que não fez nenhum contato telefônico com a Prefeitura e tampouco com o prefeito, seja para tratar da reunião em que se discutiu a volta do futebol ou para qualquer outro assunto”.

Já o Alvinegro se manifestou através de sua conta no Twitter, confirmando o diálogo com Crivella: “O Botafogo confirma contatos telefônicos com o prefeito Marcelo Crivella, onde reforçou seu posicionamento e pontuou que o momento não é de retomar os treinamentos presenciais, sugerindo que seja realizado em oportunidade futura, dependendo do estágio da covid-19. Com a sugestão para os treinos ocorrerem somente a partir de 1/6 e volta dos jogos no período entre 28/6 e 4/7”.

O Flamengo, que emitiu nota na semana passada ratificando a retomada dos treinamentos na última quarta (20) no Centro de Treinamento George Helal (Ninho do Urubu), o que ainda não é permitido por decreto municipal, disse que mantém as atividades no CT hoje, mas não explicou como serão os trabalhos: “O Clube de Regatas do Flamengo informa que todos os atletas e colaboradores da comissão técnica testaram negativo no exame semanal de coronavírus, realizado nesta segunda (25), no CT. O clube reforça que trabalha em acordo com o protocolo da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) para conceder a biossegurança necessária no Departamento de Futebol”.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Esportes

Morre Vadão, ex-técnico da seleção feminina de futebol, aos 63 anos

Publicado


.

Aos 63 anos, Oswaldo Fumeiro Alvarez, mais conhecido como Vadão, faleceu na tarde de hoje (26), em São Paulo (SP). A causa da morte foi um câncer no fígado, que evoluiu para outros órgãos. Vadão treinou a seleção brasileira feminina de futebol por duas vezes: a primeira de 2014 a 2016, quando as brasileiras disputaram a Olimpíada Rio 2016 – terminando na quarta posição geral  -, e a segunda delas no ano passado, para a disputa da Copa do Mundo. A equipe foi desclassificada nas oitavas de final, ao perder para as anfitriãs francesas.

No Twitter a CBF lamentou e se despediu do treinador com a mensagem: “Profissional leal, nunca mediu esforços no exercício da função e trouxe resultados fundamentais para a Seleção Feminina. O Futebol Brasileiro agradece sua contribuição!”.

Oswaldo Alvarez, o Vadão Oswaldo Alvarez, o Vadão

CBF/Direitos reservados

 

O treinador teve passagem por grandes clubes brasileiros que prestaram homenagens ao técnico pelas redes sociais. Entre eles, o Corinthians, time que Vadão comandou na temporada de 2000. 

A Portuguesa e a Ponte Preta também se manifestaram, assim como o São Paulo. “Campeão por nossa instituição e com enormes serviços prestados, será eternamente lembrado pelo caráter, pela competência e pelo profissionalismo”, lembrou o tricolor paulista.

Oswaldo Alvarez, o Vadão Oswaldo Alvarez, o Vadão

Corinthians Futebol Feminino/Direitos reservados

 

A carreira de Vadão no futebol começou na meia-esquerda das categorias de base do Guarani. Ele também jogaria por por Noroeste, Catanduvense e Botafogo-SP. Após se formar em Educação Física, foi preparador da Portuguesa e teve o primeiro trabalho como técnico no Mogi Mirim, ficando conhecido por montar, no início dos anos 90, o Carrossel Caipira.

Oswaldo Alvarez, o Vadão Oswaldo Alvarez, o Vadão

São Paulo FC/Direitos reservados

 

O corpo de Vadão segue para a cidade natal do treinador, Monte Azul Paulista, onde será velado e sepultado em cerimônia reservada aos amigos mais próximos e familiares. Vadão deixa a esposa e dois filhos.

 

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana