conecte-se conosco


Nacional

Em derrota de Moro, comissão do Congresso tira Coaf do Ministério da Justiça

Publicado


Moro
Marcelo Camargo/ABr

Sérgio Moro já havia pedido pessoalmente para o presidente Bolsonaro que a Coaf não fosse transferida

A comissão especial para analisar a Medida Provisória que montou o governo de Jair Bolsonaro no início do ano aprovou, na manhã desta quinta-feira, a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia. Dos 25 parlamentares que votaram, 14 apoiaram a medida.

A demanda uniu partidos do centrão e da oposição na última semana, e ainda deve passar pelo plenário da Câmara dos Deputados e do Senado antes de entrar em vigor. A princípio, o líder do governo no Senado e relator da MP, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), estava aberto a negociações, mas foi orientado pelo governo a não tirar o Coaf do ministro Sergio Moro.

Moro tem defendido a permanência do Coaf em suas mãos. Segundo ele, é importante aproximar o órgão de inteligência financeira da Polícia Federal, do Ministério Público e das polícias estaduais.

“A mim, o ministro Sergio Moro não convenceu. A gente fica com medo dessa milícia virtual, que quer ditar como o Parlamento deve funcionar e fica com medo de fazer a coisa certa”, disse Elmar Nascimento (BA), líder do DEM na Câmara, na votação de hoje.

Leia Também:  Doria critica Bolsonaro por ataques a Bachelet: “cuide mais do seu país”

No relatório, Bezerra Coelho acatou algumas demandas do Congresso, como o retorno da Funai ao Ministério da Justiça, o fim do monitoramento das ONGs pela Secretaria de Governo e a recriação do Conselho de Segurança Alimentar, responsável por formular a política nutricional do país. Outra demanda acatada foi Bezerra Coelho foi mover as atribuições relativas ao registro sindical, à política de imigração laboral e ao cooperativismo e associativismo urbano para o Ministério da Economia.

O relatório foi aprovado, mas ainda serão votados outros pontos. Parlamentares pedem, também, o retorno da demarcação de terras indígenas para o Ministério da Justiça e a eliminação de uma emenda inserida por Bezerra Coelho que proíbe auditores fiscais de investigar crimes não fiscais, alterando uma lei de 2002 sem relação com a MP.

Fonte: IG Nacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Avenida Paulista fica aberta para carros no aniversário de São Paulo

Publicado

source
avenida Paulista arrow-options
shutterstock

A avenida Paulista aberta

A avenida Paulista estará aberta para veículos neste sábado (25), durante o aniversário de São Paulo. Diferentes dos outros feriados, a prefeitura da cidade preferiu permitir a circulação de carros para evitar dificuldades geradas pela programação da data, onde mais de 300 atividades ocorrem pela capital. 

Leia também: São Paulo tem 33 ruas que homenageiam personagens e datas da ditadura

“Com a programação de eventos e shows na data, haveria prejuízo à mobilidade, à logística e à segurança da população, devido à realização simultânea de muitos eventos em diferentes locais da cidade”, informou a Prefeitura em nota. No domingo, no entanto, a avenida estará aberta para o público e fechada para carros. 

No último ano, quando o aniversário de São Paulo aconteceu em uma sexta-feira, a avenida Paulista permaneceu fechada para veículos, seguindo o programa municipal Ruas Abertas, no qual todas as ruas participantes ficam interditadas para a circulação de carros durante domingos e feriados. 

Neste ano, apenas a Paulista terá circulação de veículos. As outras 29 ruas que participam do programa permaneceram abertas para a população das 10h às 16h, com exceção da avenida Sumaré, que abre entre 7h e 14h. 

Leia Também:  Doria critica Bolsonaro por ataques a Bachelet: “cuide mais do seu país”

Leia também: Adolescente morre e outros quatro são internados após beberem “loló”

O objetivo do Ruas Abertas é proporcionar a oportunidade da população ocupar espaços públicos. Além da livre circulação dos moradores da cidade e turistas, diversas programações culturais, artísticas, gastronômicas e esportivas ocorrem pelas ruas participantes, como a Paulista. 

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Prefeito morre e “estreia” nova área de cemitério construída na gestão dele

Publicado

source
Área do cemitério com o túmulo do prefeito sozinho arrow-options
Arquivo pessoal

Túmulo do prefeito foi construído na área de ampliação do cemitério

O corpo do prefeito de Bonito de Minas , no interior de Minas Gerais , foi o primeiro a ser enterrado em uma área do cemitério municipal contruída durante a própria gestão dele. José Pedro Pires da Rocha (PSB), conhecido como Zé Galego, tinha 64 anos e morreu após sofrer um infarto na sexta-feira (17). O corpo dele foi sepultado no domingo.

Segundo informações do G1 de Minas, O infarto ocorreu durante uma viagem que o prefeito fazia de Brasília para Bonito de Minas. Ele havia ido à capital para assinar documentos para doação de máquinas ao município, que tem cerca de 11 mil habitantes.

Leia também: Governo federal reconhece emergência em Belo Horizonte e Contagem

Antes da morte de Rocha, moradores e vereadores de de Bonito de Minas chegaram a mencionar coincidência. Eles citavam a novela Bem-Amado , exibida pela TV Globo em 1973, no qual a personagem Odorico Paraguaçu, prefeito da cidade fictícia de Sucupira.

Leia Também:  Doria critica Bolsonaro por ataques a Bachelet: “cuide mais do seu país”

Na história, a personagem foi eleita com a promessa de que a população ganharia um cemitério, mas foi ele quem acabou “estreando” a construção.

Leia também: Homem que usou braçadeira nazista é denunciado pela promotoria de Minas

“Já haviam falado com ele sobre a novela, mas ele dizia que não acreditava nisso”, disse Miqueias Figueredo (PTB), vereador e amigo do Rocha.

Ainda de acordo com o vereador, a obra de ampliação era uma reivindicação da população e dos vereadores, já que a parte antiga do cemitério tem mais de 50 anos e não comportava mais túmulos.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana