conecte-se conosco


Política MT

Em carreata, Roberto França percorre bairros de Cuiabá e recebe apoio de moradores

Publicado

Moradores de bairros reconhecem o trabalho social de Roberto França

A população da maioria dos bairros da Capital reconhece o trabalho prestado por Roberto França em suas duas gestões como prefeito de Cuiabá, obras que até hoje atendem as necessidades de milhares de famílias e garantem qualidade de vida a todos. Durante a Caminhada da Mudança realizada neste sábado e domingo, o candidato do Patriota reencontrou diversas lideranças comunitárias que lembram com saudade da atenção humanitária que Roberto deu a todos os bairros, especialmente os que surgiram no início da década de 90 e não tinham a infra-estrutura necessária.

Roberto França percorreu no sábado e domingo os bairros Primeiro de Março, Três Barras, Jardim Umuarama, Jardim Florianópolis, Jardim União, Jardim Vitória e Praeirinho. No Florianópolis, França percorreu as principais ruas acompanhado da maior liderança comunitária da época em que foi prefeito, o popular Negão, fundador e ex-presidente da Associação de Moradores por três mandatos.

“Eu apoio Roberto França porque ele teve um olhar especial para as comunidades mais carentes. Aqui ele fez asfalto, trouxe a energia, implantou a padaria comunitária, que não só fornecia o pão de cada dia, mas também formava padeiros que ainda hoje trabalham na região. Roberto trouxe o programa Leite para Todos, muitos jovens e adultos que hoje vivem aqui cresceram alimentados com o leite de soja e com o pão feitos na padaria comunitária. Por tudo isso tem meu apoio, pois é um homem honesto e trabalhador”, disse Negão.

“É muito gratificante voltar aos bairros onde atuamos nos dois mandatos e receber o carinho dos moradores, gente simples e honesta às quais pude oferecer um pouco mais de conforto com obras de infra-estrutura, com escolas, creches, postos de saúde, linha de ônibus, água encanada  e outras melhorias. E vamos fazer muito mais, pois tenho experiência, honestidade e compromisso com os mais necessitados. Quem não rouba, quem não coloca dinheiro público no bolso do paletó, faz muito mais pela comunidade”, disse França.

Mariana Silva, moradora da rua 25, lembrou que Roberto abriu e asfaltou ruas como a que ela mora, que liga o Jardim Florianópolis ao Jardim Vitória. “Era uma dificuldade passar pelas ruas de terra e Roberto sempre atendeu as reivindicações da comunidade”, destacou.  Outro morador, Tarcísio Muniz, da rua 19, Quadra 46, destacou outras obras de Roberto como a construção do Centro comunitário, e as unidades do Programa Saúde da Família que fazem trabalho preventivo no Florianópolis e Jardim União.

Jorgina Moraes, moradora da rua 21, disse que Roberto cuidou da educação construindo 12  salas de aula na escola Antônia Tita Campos, no Florianópolis. “No bairro vizinho, o Jardim União, onde mora a minha filha, Roberto construiu a escola Lenine Póvoas e a creche municipal Ale Guilherme da Costa, onde estudam meus netos. Por tudo isso Roberto França tem o apoio total desta comunidade”, disse a moradora.

Ronaldo, o popular Gordão do Lanche, outra liderança comunitária atuante na região, destacou outras obras de Roberto como a estação de água e a iluminação pública nas principais ruas. “Roberto tem serviço prestado e é sempre bem vindo em nossa comunidade”, disse.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Justiça Eleitoral de MT recebe 2.604 denúncias pelo aplicativo Pardal; população pode informar irregularidades

Publicado

Neste segundo turno em Cuiabá, já foram recebidas 237 denúncias via mensagem eletrônica

A Justiça Eleitoral de Mato Grosso recebeu, no período de 27 de setembro a 15 de novembro, 2.367 denúncias enviadas pelo Sistema Pardal, as quais se referem ao 1º turno das Eleições Municipais 2020 e a Suplementar para um cargo de Senador (a). Já de 16 a 24 de novembro, período que corresponde ao 2º turno em Cuiabá, foram mais 237 denúncias. Por meio do Pardal, o eleitor pode atuar como fiscal da eleição por meio do envio de denúncias de propagandas eleitorais irregulares e de crimes eleitorais.

O Pardal é um aplicativo disponibilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que pode ser baixado no Google Play ou na App Store, gratuitamente. Pelo app, o cidadão pode enviar fotos e vídeos e relatar fatos. O material é encaminhado para o juiz eleitoral responsável pelo município onde ocorreu a prática ilícita.

Para as Eleições de 2020, o aplicativo disponibiliza um link próprio para que o cidadão possa registrar a denúncia junto ao Ministério Público Eleitoral do estado onde a situação ocorreu.

O Pardal tem uma interface web, disponível nos sites dos TREs para acompanhamento das denúncias.

Além do Pardal, a Justiça Eleitoral de Mato Grosso disponibiliza outro canal para recebimento de denúncia, o e-mail ([email protected]). De 27 de setembro a 24 de novembro foram recebidas 205 denúncias via mensagem eletrônica. A Ouvidoria não recebe denúncias por telefone, neste caso, quando o cidadão entra em contato por este canal, a Justiça Eleitoral o orienta a realizar a denúncia pelo Pardal ou e-mail, sempre anexando provas que comprovem o fato relatado.

“Recebemos via 08006478191, 8.480 ligações no período de 27 de setembro até 24 de novembro, logicamente que a esmagadora maioria desses atendimentos foi realizada no dia da eleição e nos dias que a antecederam. Em geral foram dúvidas relacionadas a consulta de situação eleitoral e locais de votação”, explicou o auxiliar da Ouvidoria, Gilson Henrique Verlangieri Carmo.

Funcionalidades do aplicativo

Orientações

Um dos campos do aplicativo traz uma série de orientações sobre o que pode e o que não pode na propaganda eleitoral, abordando comícios; uso de alto-falantes e amplificadores de som; carro de som, minitrio e trio elétrico; distribuição de material gráfico; uso de camisetas e outros itens pelos eleitores; e adesivos em automóveis.

app esclarece, ainda, sobre a propaganda eleitoral em vias públicas e em bens particulares e sobre os crimes relacionados à propaganda eleitoral, entre outros pontos.

Identificação e pesquisa

Neste ano, o aplicativo reforçou a identificação do cidadão que faz a denúncia, a fim de prevenir o anúncio de irregularidades com o uso de dados de terceiros, bem como o envio de notícia de irregularidade sem o preenchimento completo dos campos relativos ao tipo de denúncia e de dados de quem denuncia, entre outros itens.

O aplicativo permite, também, pesquisar a denúncia por meio de número de protocolo.

Criação

O Pardal surgiu em 2014, sendo aprimorado ao longo de cada eleição. Para as Eleições 2020, o aplicativo voltou o seu foco para as denúncias de irregularidades cometidas na propaganda eleitoral.

Panorama nacional

Até esta terça-feira (24), já haviam sido enviadas pelo aplicativo 104.263 denúncias, sendo 56.813 relacionadas a campanhas de candidatos a vereador, 29.888 de candidatos a prefeito e 946 referentes ao cargo de vice-prefeito.

A região Sudeste é responsável por 42,2 mil denúncias; a Nordeste, por 30 mil; a Sul, por 18,6 mil; a Centro-Oeste, por 7,5 mil; e a Norte, por 5,8 mil. Entre os estados com mais denúncias enviadas, estão São Paulo, com 22,9 mil; Minas Gerais, com 10,1 mil; Pernambuco, com 9,3 mil; Rio Grande do Sul, com 8,8 mil; e Bahia, com 7,1 mil.

O maior número de denúncias encaminhadas pelo aplicativo ocorreu, até o momento, no período de 13 a 15 de novembro, data da realização do primeiro turno das Eleições Municipais de 2020.

 

Continue lendo

Política MT

Deputada propõe que ALMT discuta novo Refis para incentivo às empresas e retomada da economia pós-covid

Publicado


Deputada Janaina Riva defendeu novo Refis em sessão plenária da ALMT

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) defendeu, durante a sessão plenária de quarta-feira (25), que Mato Grosso discuta e aprove um novo Programa de Incentivo à Regularização Fiscal (Refis), a exemplo do que aprovou este mês o governo do Distrito Federal. O objetivo é oferecer condições especiais para pessoas físicas e empresas regularizarem os débitos fiscais com o governo do estado.

“Em Brasília foi sancionado o novo Refis e eu acho que pode ser uma pauta da Assembleia Legislativa trabalharmos um novo Refis para Mato Grosso. Última vez que aprovamos um Refis aqui era para dívidas até o ano de 2016. O Refis pode dar para Mato Grosso uma expectativa maior de arrecadação. Em Brasília, por exemplo, que foi aprovado para dívidas contraídas até o ano de 2018, o governo espera arrecadar ao menos R$ 500 milhões em dívidas atrasadas”, defendeu.

Janaina defende que, no caso de Mato Grosso, em que o estado se recupera de uma crise financeira e dos efeitos econômicos da pandemia, o Refis discutido seja válido para as dívidas contraídas até o ano de 2019.

“Eu proponho aqui que façamos uma avaliação junto com a Secretaria de Estado de Fazenda, para recuperação das empresas e da iniciativa privada de Mato Grosso, com aval da Assembleia. Seria uma pauta excepcional para a retomada econômica do nosso estado, principalmente nos segmentos que foram diretamente afetados e impactados pela pandemia”, finalizou.

Além de ajudar Mato Grosso a recuperar possíveis perdas na arrecadação ocasionadas pela Covid-19, o Refis deve incentivar a retomada da economia nos municípios e no setor produtivo.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana