conecte-se conosco


Policial

Em aula de campo, novos delegados conhecem atuação das forças de segurança na fronteira

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Os novos delegados que estão em formação pela Academia da Polícia Civil de Mato Grosso participaram no último final de semana de uma aula diferente de campo e tiveram a oportunidade de conhecer um pouco da dinâmica da fronteira do estado e a atuação dos órgãos de segurança pública na região.

Durante três dias, os integrantes do 16º Curso de Formação Técnico Profissional para Delegado de Polícia visitaram unidades policiais que atuam especificamente no combate a crimes na fronteira, como a Defron (Delegacia Especializada de Fronteira) e o Grupo Especial de Fronteira (Gefron). As visitas começaram em Porto Esperidião, seguindo para os postos de policiamento da fronteira nas localidades de Corixa e Corixinha e na cidade de Cáceres.

Na oportunidade, os novos delegados acompanharam também uma ocorrência registrada durante patrulhamento na região do rio Jauru, em Cáceres, em que foram apreendidos quase 100 quilos de entorpecentes com ‘mulas’ do tráfico, que morreram após confronto com policiais do Gefron.

O diretor adjunto da Academia de Polícia, delegado Joaquim Leitão Jr., explicou que a aula de campo foi importante para que os profissionais que, futuramente, venham a trabalhar na região possam entender a dinâmica e os principais delitos combatidos pelas instituições, em especial o crime organizado e o tráfico de drogas.

A delegada em formação, Bruna Caroline de Laet, destaca que o trabalho na fronteira é um desafio para os profissionais de segurança pública, em razão da complexidade dos crimes. “Foi bastante relevante para nós podermos acompanhar parte do trabalho da Defron e do Gefron, que exige do profissional muita dedicação, pois é um trabalho árduo, mas também muito satisfatório”, pontua a nova delegada, que já conhece a região, pois trabalhou como investigadora da Polícia Civil por cinco anos na fronteira.

A fronteira de Mato Grosso com a Bolívia tem mais de 900 quilômetros de extensão e inclui 28 municípios. Além das delegacias instaladas em diversos municípios da região, a Polícia Civil conta com uma unidade especializada que atua exclusivamente na investigação de crimes fronteiriços, a Defron, ligada à Diretoria de Atividades Especiais.

Para o novo delegado José Ramon Leite, a expedição promovida pela Acadepol à região da fronteira mato-grossense foi, sem dúvida, um importante instrumento para a formação dos novos profissionais, que muito em breve será revertida em serviços prestados à população mato-grossense. “Nos propiciou conhecer as peculiaridades da região na qual é praticamente impossível atuar sem a integração das forças policiais e inteligência qualificada. A experiência corroborou para o desenvolvimento e aprimoramento do raciocínio investigativo que alicerça a apuração de crimes ligados às leis de drogas”, observou o novo delegado.

As visitas e aulas de campo foram acompanhadas também pelos delegados Mário Dermeval (delegado-geral), Welber Franco (diretor da Acadepol), Walfrido Nascimento (diretor de Interior), Newton Braga (chefe de gabinete da Diretoria).

A 16ª Turma formada por 30 novos delegados conclui o curso de Formação Técnico-profissional para Delegado de Polícia no final de outubro, quando se formarão. 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Mulher é presa em flagrante após tentativa de homicídio contra homem de 23 anos

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma mulher de 26 anos foi presa e autuada em flagrante nesta quarta-feira (21), em Alta Floresta (803 km ao norte de Cuiabá) por homicídio tentado praticado contra um rapaz de 23 anos.

Conforme a ocorrência, o Corpo de Bombeiros do município foi acionado para prestar socorro a um homem encaminhado ao hospital da cidade com ferimentos no abdômen causados por arma branca e que encontrava-se inconsciente.

Uma testemunha informou à Polícia Civil que estava em sua residência tomando banho, quando ouviu uma discussão e xingamentos entre a vítima e a suspeita. Quando saiu do banheiro, encontrou a vítima caída e ainda consciente, que afirmou ter sido ferida pela mulher, e pediu socorro.

Após ser comunicada da ocorrência, a Polícia Civil iniciou as diligências e localizou a suspeita na casa de sua mãe. Ela foi encaminhada para a unidade policial de Alta Floresta, onde foi ouvida pelo delegado Pablo Carneiro e alegou que cometeu o crime porque a vítima estaria ‘arrumando’ mulheres para seu marido.

A vítima ainda não foi ouvida em razão do estado de saúde.

Após a autuação em flagrante pelo crime de homicídio qualificado na forma tentada, a suspeita foi encaminhada para a unidade prisional feminina em Colíder. O delegado encaminhou representou à Justiça pela prisão preventiva da suspeita.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil após agredir companheira e fazer disparos dentro de casa

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Alta Floresta (803 km ao norte de Cuiabá) prendeu em flagrante nesta quarta-feira (21) um homem suspeito  por crimes praticados contra sua companheira no âmbito da Lei Maria Penha, que trata de delitos relacionados à violência doméstica. O suspeito de 26 anos também foi autuado pelos crimes de disparo de arma de fogo, ameaça e injúria.

Conforme relato da vítima, de 22 anos, ela mantinha relacionamento há um ano com o suspeito. Na noite desta terça-feira, após uma discussão entre os dois motivada por ciúmes, o suspeito passou a agredir e xingar a vítima, além de ameaçá-la, efetuando disparos de arma de fogo dentro da residência. A vítima relatou ainda que as agressões físicas eram rotineiras.

Após ser comunicada da ocorrência e diante da situação de flagrante, o delegado de Alta Floresta, Pablo Carneiro, efetuou diligências com a equipe da unidade e fez a prisão do suspeito em seu local de trabalho, nesta quarta-feira.

Os policiais civis também acompanharam a vítima até a residência para que ela pudesse retirar seus pertences da casa. Na oportunidade, a mulher entregou aos investigadores a arma do suspeito, que ela escondeu após a ocorrência.

Em entrevista preliminar com o delegado, o suspeito confirmou os crimes e disse ainda que deveria ter dados os tiros na cabeça da mulher e não na parede.

A vírima foi encaminhada para realização de exame de corpo de delito. 

Após o procedimento de autuação, ele foi encaminhado para a unidade prisional de Alta Floresta, sendo feita a comunicação da prisão aos órgãos competentes. O delegado Pablo Carneiro encaminhou representação ao Poder Judiciário pela prisão preventiva do suspeito. 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana