conecte-se conosco


Policial

Em 30 minutos de Operação Lei Seca, 2 são multados e 3 veículos são removidos

Publicado

A 36º edição da Lei Seca aplicou 28 testes de alcoolemia e foi mais curta devido à chuva

Débora Siqueira | Sesp-MT

Em meia hora da 36º edição da Operação Integrada de Lei Seca, foram aplicados 28 testes de alcoolemia, uma pessoa foi multada por dirigir sob efeito de álcool, uma por conduzir carro sem licenciamento, dois carros e uma moto foram removidos. Ao todo, foram aplicados sete Autos de Infração de Trânsito.

Policiais militares do Batalhão de Trânsito, Delegacia Especializada de Transito (Deletran), Gabinete de Gestão de Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), agentes penitenciários, fiscais do Detran, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e agentes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana montaram a blitze na MT-251, no km 4, no sentido contrário ao Posto de Combustível Ecomania. A ação iniciou às 16h e encerrou às 16h30, devido à chuva.

Em 2019, foram realizadas 36 operações Lei Seca em Mato Grosso, contemplando os municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Rondonópolis e Campo Novo do Parecis. Foram 161 presas por dirigir bêbadas, 436 CNHs recolhidas, 368 documentos de veículos recolhidos, 857 veículos removidos, 438 pessoas dirigindo embriagadas.

Os dados não incluem os quatro dias da Operação Vida no Trânsito, realizada em parceria entre os órgãos que compõe a blitze da Lei Seca e a Universidade Federal de Goiás. Na ocasião, 10 pessoas foram presas por dirigir embriagadas e 47 foram multadas por estarem no volante sob efeito de álcool. Ao todo, foram cinco pontos de blitze, sendo aplicados 567 testes de alcoolemia no período de 28 de novembro a 1º de dezembro.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PRF apreende 11.500 maços de cigarro e recupera veículo em Rondonópolis/MT

Publicado


.

Criminosos utilizavam batedor e veículo roubado para transportar a carga

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu duas pessoas, apreendeu uma carga de 11.500 maços de cigarro e recuperou um veículo roubado para o qual foi apresentado documento falso. A ocorrência foi nesta quinta-feira (06), em Rondonópolis.

Através de policiamento orientado por inteligência, a equipe de Operações Especializadas da PRF abordou o veículo VW/Saveiro, com placas de Avaré/SP, conduzida por um homem de 25 anos. Ao proceder a busca veicular, foram encontrados 1.150 pacotes, totalizando 11.500 maços de cigarro. No automóvel, foi encontrado um rádio para comunicação com batedor.

As equipes intensificaram as fiscalizações e encontraram o veículo usado como batedor. O Hyundai/HB20, com placas de Quatro Barras/PR e conduzido por outro homem, também de 25 anos. Dentro do painel do carro, de forma dissimulada, estava o rádio comunicador.

Os automóveis foram encaminhados para Unidade Operacional da PRF e ao realizar uma fiscalização minuciosa, os policiais identificaram sinais de adulteração no VW/Saveiro. Foi possível identificar o automóvel original que possuía registro de furto/roubo. Ainda, o CRLV apresentado para o referido veículo era falso, não constando na base de dados do DENATRAN.

A carga de cigarros era originária de Dourados/MS com destino à Rondonópolis.

Diante da situação, a ocorrência foi encaminhada para Polícia Federal em Rondonópolis.

SECOM PRF MT
e-mail: [email protected]
Instagram: @prf_mt

 

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Policial

Homem investigado por estupro de enteada tem prisão preventiva cumprida em Cuiabá

Publicado


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Equipe da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá (Dedm) cumpriu nesta quinta-feira (06.08) um mandado de prisão preventiva contra um homem investigado pela unidade policial por estupro de vulnerável praticado contra sua enteada.

A delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis representou pelo pedido de prisão do suspeito, que é professor, após reunir em inquérito policial elementos probatórios que comprovaram o crime praticado reiteradas vezes contra a vítima que era sua enteada.  

De acordo com a investigação, o suspeito praticava abuso contra a vítima desde que ela tinha sete anos, quando ele ainda era conhecido da família. O investigado aproveitava momentos ou criava situações para ficar a sós com a vítima desde que ela era menor de idade e praticar os abusos, inclusive, fazendo a criança se sentir culpada pela situação. Ele a presenteava com roupas, doces e brinquedos para que a vítima ficasse calada. Neste ano, ele voltou a assediar a vítima por várias vezes.

Além da enteada, o suspeito também é investigado pelo estupro praticado contra outra criança da mesma família.

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz Jurandir Florêncio de Castilho Jr, da 14ª Vara Criminal de Cuiabá.

Após o cumprimento do mandado, o investigado foi encaminhado à delegacia e posteriormente irá para a unidade prisional do Capão Grande, em Várzea Grande.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana