conecte-se conosco


Geral

Nova eleição para conselheiros tutelares acontece no próximo dia 20 em Várzea Grande

Publicado

Serão 14 pontos de votação em escolas estaduais e municipais com 73 urnas eletrônicas

A eleição para Conselheiros Tutelares de Várzea Grande vai acontecer no próximo domingo, dia 20 de outubro de 2019. Reunião no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso – TRE/MT em comum acordo com a Promotoria da Infância e Adolescência, Conselho Municipal da Criança e Adolescente de Várzea Grande e Prefeitura Municipal, definiu o novo calendário e alertou que os eleitores que em 15 de julho deste ano não estavam aptos com à Justiça Eleitoral, mesmo estando agora regulares, não poderão votar.

Várzea Grande teve 54 mil eleitores com seus títulos anulados por falta de recadastramento ou de biometria.

A Justiça Eleitoral reafirmou a validade da Resolução 2329/2019 da instituição que dispõe sobre os atos preparativos para a organização dos trabalhos pertinentes ao empréstimo de urnas eletrônicas para a eleição dos membros dos Conselhos Tutelares no Estado de Mato Grosso adotadas com base na Resolução do Tribunal Superior Eleitoral – TSE 22.685/2007 que trata do empréstimo de urnas eletrônicas para cumprimento das determinações da Lei 8.609/1990 que dispõe sobre o Estatuto da Criança e Adolescentes – ECA.

A população vai escolher representantes para ocupar 15 cargos de Conselheiros Tutelares e 15 suplentes no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente. Ao todo são 144 candidatos.

O promotor de Justiça Douglas Strachicini da Promotoria da Infância e Adolescência de Várzea Grande, acompanhado dos secretários municipais, de Governo, Kalil Baracat, de Assuntos Estratégicos, Adriana Leão, da Procuradoria Geral, Sadora Xavier, da secretária-adjunta de Assistência Social, Vanessa Navarro e da presidente de Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Katlin Oliveira Calmon, estiveram reunidos com o Secretário de Tecnologia da Informação do TRE/MT, Luiz César Darienzo Alves, além de coordenadores responsáveis pelo suporte técnico a eleição dos Conselhos Tutelares, Jorge Kimura e Ailton Lopes para traçar as estratégias de logística para atendimento das exigências das eleições para o CMDCA.

Leia Também:  Várzea Grande investe quase R$ 52 milhões na Saúde

A primeira eleição foi suspensa em comum acordo entre o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA e do Ministério Público após inconsistências em dados em informações de eleitores aptos a votarem, além dos locais de votação, por isso a necessidade dos participantes estarem atentos ao fato de que se em 15 de julho passado, os mesmos não estavam aptos com a Justiça Eleitoral, mesmo agora estando regulares, não poderão votar.

Outras alterações em relação a primeira escolha, foi a ampliação dos locais de votação de seis para 14 pontos que serão em sua totalidade em Escolas Estaduais e Municipais e o número de urnas eletrônicas, que na primeira vez foram 39 e agora serão utilizadas 73 urnas.

“Essas mudanças são para melhorar o atendimento ao eleitor, dar maior possibilidade de todos os interessados participarem, já que a eleição não é obrigatória além de assegurar mais transparência e lisura ao pleito, uma exigência da administração municipal, da Promotoria de Justiça e da própria Justiça Eleitoral”, disse o secretário de Governo de Várzea Grande, Kalil Baracat.

A procuradora municipal, Sadora Xavier e a secretária de Assuntos Estratégicos, Adriana Leão, sinalizaram que mais de 200 servidores públicos municipais serão envolvidos neste processo eleitoral com vista a garantir a validade do voto do eleitor, na escolha daqueles que serão Conselheiros Tutelares da Infância e Adolescência de Várzea Grande.

Foi publicado no Diário Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso que circulou hoje, 11 de outubro, o Edital 09/2019 do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Várzea Grande – CMDCA com a data de realização da escolha dos conselheiros tutelares e seus suplentes.

Leia Também:  Governador autoriza reformas em três hospitais e promete solução definitiva para obra do Hospital Central de Cuiabá

A publicação traz ainda a composição da nova comissão eleitoral, as proibições durante o pleito, penalidades, elenca os locais de votação e estabelece também a data de posse dos novos conselheiros, que deverá ser realizada pela prefeitura no dia 10 de janeiro de 2020.

Integram a nova comissão eleitoral 16 membros do Município e da sociedade civil organizada: Ana Carolina Soares de Sousa – SMAS, Vanessa Cristiane Cáceres Navarro – SMAS, Katlin Oliveira Calmon – CMDCA, Fabiane Christina de Lima Guedes – SMAS, Dulcelina Socorro Firmino de Lima Silva – SMAS, Laise Valeria da Costa – SMAS, Douglas Ferreira de Souza – (Instituição Não Governamental), Sirlei Araújo de Faria Silva – (Instituição Não Governamental), João Paulo Alves de Araújo – Secretaria de Gestão Fazendária, Inês Guimarães – Secretaria Defesa Social – Guarda Municipal, Jovanil Flores da Silva – SMAS, Aldenir Bambil Flores – SMAS, Geni Corrello dos Santos – SMAS, Marcos Lima Duarte – SMAS, Ingrid de Souza Eickhoff – OAB/VG e os vereadores pela Câmara Municipal de Várzea Grande, Cleyton Nassarden Guerra (Sardinha) e Ícaro Reveles.

Conforme o edital, será permitida a propaganda virtual até às 23:59 horas (vinte e três horas e cinquenta e nove minutos) do dia 18, para os 144 candidatos inscritos.

Qualquer cidadão, desde que apresente elementos probatórios, poderá dirigir denúncia ao CMDCA/VG, sendo vedado o anonimato.  As denúncias relativas ao descumprimento das regras do Processo de Escolha, durante a realização do pleito eleitoral, deverão ser formalizadas por escrito e protocoladas exclusivamente no CMDC/VG, que estará funcionando em regime de plantão, das 08h às 17h horas, na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social de Várzea Grande.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Geral

Segunda etapa da vacinação contra sarampo começa nesta segunda-feira; mais de 68 mil pessoas devem ser vacinadas em MT

Publicado

Dados do Ministério da Saúde apontam que um total de 68.814 mil mato-grossenses, entre 20 e 29 anos, não estão imunizados contra a doença

A segunda etapa da vacinação contra o sarampo começa nesta segunda-feira (18) e imunizará, até 30 de novembro, adultos de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia. Para garantir mais efetividade à campanha, além da dose de rotina, Mato Grosso recebeu 35 mil doses extras como forma de facilitar o acesso da população à imunização.

Ciente de que a vacina tríplice viral é a forma mais segura de prevenir o sarampo, protegendo também contra a rubéola e a caxumba, o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, reforça o pedido à população mato-grossense para que procurem o posto de saúde mais próximo para vacinar.

“Essa é uma força-tarefa nacional de imunização contra o sarampo. Até o momento, Mato Grosso não tem casos confirmados de sarampo e não queremos que a doença, que chegou a ser erradicada no Brasil, volte a circular no Estado”, disse o secretário.

Leia Também:  Várzea Grande investe quase R$ 52 milhões na Saúde

Conforme dados do Ministério da Saúde, um total de 68.814 mil mato-grossenses, entre 20 e 29 anos, não estão imunizados contra a doença. A proposta da campanha é diminuir esse número. Para isso, o Ministério deve enviar para o Estado, na próxima semana, novas doses da vacina.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), Alessandra Moraes, explica que, diferentemente dos anos anteriores, essa faixa-etária foi selecionada porque apresentou, em outros estados com casos confirmados de sarampo, uma gravidade no acometimento da doença, evoluindo, muita das vezes, para internações.

“Esse grupo precisa ter duas doses da vacina para ser considerado imunizado. É importante buscar uma unidade de saúde e levar o cartão vacinal para que possa ser vacinado. Se não puder comprovar que já recebeu alguma dose da vacinação, a pessoa vai tomar a primeira dose da vacina normalmente e 30 dias depois irá tomar a segunda dose”, informa.

Além da participação espontânea das pessoas, Alessandra destaca a importância de os munícipios estarem ativos na campanha. “É importante também que os municípios não percam a oportunidade de vacinar esse público. Então, é imprescindível ficar atento aos espaços onde os jovens estão e buscar levar as  informações sobre vacinação a esses meios. Essas são estratégias que os municípios podem utilizar para acessar este público”, avalia a coordenadora.

Leia Também:  Dezoito novos delegados reforçam a segurança pública de Mato Grosso

Sobre o sarampo

O sarampo é uma doença viral altamente contagiosa, que pode evoluir para complicações graves e óbitos. A doença é transmitida por meio das secreções expelidas pelo doente ao falar, tossir e espirrar. O comportamento endêmico/epidêmico do sarampo varia de um local para outro e depende basicamente da relação entre o grau de imunidade e a suscetibilidade da população, bem como da circulação do vírus na área.

Continue lendo

Geral

Motorista morre carbonizado após colisão entre dois veículos na BR-163

Publicado

Vítima fatal conduzia um carro de passeio que colidiu com uma caminhonete

Uma pessoa ainda não identificada morreu e outra ficou ferida em um grave acidente na tarde de domingo (17) entre uma caminhonete Chevrolet S-10 e um Hyundai HB20, na BR-163, na região do Castanhal, em Itaúba, (599 km de Cuiabá).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima fatal era de Sinop e conduzia o HB20, que pegou fogo após a colisão. O condutor da caminhonete foi encaminhado para uma unidade de saúde em estado grave. As causas desse acidente ainda estão sendo apuradas.

Leia Também:  Dezoito novos delegados reforçam a segurança pública de Mato Grosso
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana